Serviço: o que significam as letras do câmbio automático?

Compartilhe!

Pode até parecer um tanto óbvio, mas a verdade é que muitos não sabem o significado das diferentes letras que encontramos nos carros com câmbio automático. Se você pesquisar, ficará espantado com o número de pessoas à sua volta que não sabem o que significam as letras dos comandos das caixas de câmbio automáticas.

por Marcos Cesar Silva

Ver a imagem de origem

Cada vez mais os carros estão usando câmbios automáticos (automáticos puro, CVT ou automatizados) e com o surgimento de carros híbridos plug-in, elétricos, híbridos normais ou carros que, para explorar  toda a potência disponível ou desempenho com conforto, só usam transmissão automática. Por isso, mais e mais carros são equipados com caixas de mudanças totalmente assistidas.

Embora a grande maioria compartilhe a operação no nível do habitáculo do carro, sem maiores informações técnicas, ao longo dos anos novas funções e possibilidades apareceram, e por isso AUTO&TÉCNICA vai comentar sobre todas as que conhecemos e acreditamos existirem.

caixa automática

Entre as letras mais difundidas e básicas encontramos as (P), (R), (N) e (D), porém dependendo dos tipos de câmbio, do tipo de carro e, sobretudo, o ano de fabricação, letras como (B), (S), (W) ou (M) também apareceram. A caixa Powerglide, da General Motors, tem duas marchas, e o seletor indica apenas P-R-2-1. mas isso é história…

Com tudo isso, vamos em etapas. No caso do (R), o significado é Rear ou Reverso, não “recuo” ou qualquer coisa parecida. No caso do (N), o significado de Neuter ou Neutro é muito mais simples. O problema vem com o (D), que a grande maioria acha que o significado é Direct e, na realidade, o significado é Drive (dirigir, em inglês). O significado da letra (P) é o de Park ou Parado.

Em certos modelos ou tipos de caixa automática, também encontramos letras como (M) que significa Manual e que nos permite mudar a marcha “manualmente”. A letra (M) pode ser operada a partir das zonas (+) e (-) (marcha para cima e marcha para baixo), mas se o modelo for equipado com paddle shifts (“borboletas”) no volante, estas também estão operacionais. Dependendo do modelo e da caixa de câmbio, se quisermos voltar para outro modo só teremos que selecioná-lo, embora existam várias programações no câmbio em que, se forçarmos uma das marchas, retorna ao modo (D) ou Drive.

Nos modelos elétricos e híbridos já apareceu -anos atrás- o modo (B), de Brake que significa Freio e ativa a frenagem regenerativa. Este modo aumenta a energia recuperada e, como regra geral, é usado em descidas para aproveitar a inércia para recarregar a bateria.

Dependendo do tipo de câmbio ou modelo de carro, podemos encontrar o modo (S) que significa Sport. Nesta situação, a faixa de rotação em que a mudança ocorre -envolvendo uma engrenagem maior ou menor- geralmente é alterada, acelerando mais as engrenagens e permitindo uma condução mais dinâmica e esportiva, atrasando as trocas de marchas. Este modo também permite mudar as marcas em alguns modelos manualmente, usando (+) e (-) ou por meio das próprias “borboletas” do volante.

câmeras caixa automática

Não menos importante, alguns carros destinados aos países nórdicos incluíram por alguns anos a letra (W), de Winter, em suas transmissões automáticas em alusão ao inverno. Este modo permite pular a primeira marcha e sair direto em segunda (em certos casos até em terceira), com o objetivo de eliminar ou reduzir a possibilidade das rodas de tração patinarem em caso de neve ou gelo.

Os números (1), (2) e (3) indicam a transição para o controle manual dos câmbios. Nem todos os veículos com transmissão automática têm isso; alguns usam as marcas +/-. Se os indicadores numéricos estiverem lá, 1 será para a marcha mais baixa, e 2 e 3 indicarão marchas “mais altas”. O controle manual é necessário quando a função D não funciona ou não está acionada, ou quando o veículo sobe ou desce uma inclinação forte.

(L) significa Low, baixo, e não está presente em todos os veículos. Esta letra significa que uma transmissão tem uma marcha de baixa velocidade para situações em que seja necessário priorizar a força.


Compartilhe!
简体中文 简体中文 English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano 日本語 日本語 Português Português Español Español