SUV Elétrico: chegou o Lotus Eletre

Compartilhe!

Colin Chapman ficaria orgulhoso. A Lotus apresentou seu primeiro SUV. É isso mesmo que você leu. A marca, famosa por carros de competição e esportivos leves, virou-se para o mercado de veículos normalmente encontrados nos estacionamentos de shopping centers e supermercados de primeiro mundo, em vez de só vê-los nas pistas. A mudança é necessária para impulsionar a saúde financeira da Lotus, e os lucros gerados devem levar a carros esportivos novos e melhores, como aconteceu com a Porsche.

por Ricardo Caruso

O novo SUV, antes conhecido referido pelo nome do projeto -Tipo 132-, agora atende pelo nome Eletre, e entra em produção ainda este ano em uma nova fábrica em Wuhan, China. Isso mesmo, a chegada da Eletre também marca a expansão da produção da Lotus para fora do Reino Unido.

O Eletre é baseado em uma plataforma modular de Electric Vehicle, chamada “Electric Premium Architecture” (antes era “Evolution”), e é muito maior do que se esperava. Medindo 5,10 metros de comprimento, o Eletre é mais longo que um Range Rover e chega perto de alguns sedãs de luxo. A Lotus não informou o quanto a Eletre pesa, mas imaginamos que será “obeso”, mesmo com o uso de alumínio e fibra de carbono na sua construção.

Apesar de seu tamanho, o Eletre promete desempenho impressionante. Afinal, é uma Lotus! De acordo com a marcas, as potências disponíveis começarão a partir de 600 cv, e pelo menos uma versão será capaz de acelerar de zero a 100 km/h em menos de três segundos. A velocidade máxima é declarada em 260 km/h. A tração vem de um motor em cada eixo, e juntos formam um sistema de tração integral. Cada motor é integrado com um controlador e um redutor, desenhados para economizar espaço e peso.

A Lotus não está divulgando maiores detalhes completos até chegar mais perto do lançamento do mercado, mas a capacidade da bateria é confirmada em mais de 100 kwh, ou o suficiente para autonomia de mais de 480 km. O carregamento de até 350 quilowatts será possível, o que a Lotus garante que permitirá que cerca de 400 km de alcance sejam adicionados ao carro em apenas 20 minutos.

Como dissemos, a produção ocorrerá na China, que deverá ser o maior mercado para o Electre, embora possamos imaginar muitos compradores nos Estados Unidos e Europa tentando comprar um. As entregas na China e na Europa começam em 2023, mas a disponibilidade para os Estados Unidos ainda não foram anunciados. A Lotus também construirá um SUV menor (o Tipo 134) e um cupê de quatro portas (Tipo 133) na China, a partir de 2025 e 2023, respectivamente, enquanto a produção de carros esportivos permanecerá em Hethel, Reino Unido. A atual linha de carros esportivos inclui a Emira e Avija, e um novo carro esportivo elétrico (Tipo 135) se juntará a eles em 2026.


Compartilhe!
简体中文 简体中文 English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano 日本語 日本語 Português Português Español Español