Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

TERREMOTO PAROU FERRARI, MASERATI E LAMBORGHINI

Compartilhe!

O terremoto que afetou o nordeste de Itália esta semana e provocou 10 mortes, prejudicou a produção da Ferrari, Maserati e Lamborghini. As fábricas dos três construtores de veículos esportivos de luxo não foram afetadas de maneira direta pelo tremor, mas as empresas mandaram os seus trabalhadores para casa e isso teve reflexo na produção, que parou. A Ducati também suspendeu suas atividades.

Segundo a Ferrari explicou no Twitter, “todos os colaboradores foram dispensados para ficarem junto dos seus familiares”, depois que o sismo de 5,8 pontos na escala Richter abalou a província de Modena às 9 da manhã de ontem (30/05), seguido de uma réplica de 5,6 graus de magnitude por volta do meio-dia. O abalo foi sentido em Milão, capital financeira de Itália, onde edifícios e escolas foram esvaziados, e até em regiões distantes.

Os maiores danos foram verificados nas cidades de Cavezzo, Medolla e Mirandola, sendo este o segundo terremoto registado na zona, depois de um abalo de semelhante grandeza -com epicentro na cidade de Finale Emilia- matou sete pessoas no dia 20 de maio.

A Maserati está baseada na cidade de Modena, enquanto a Ferrari está a 18 quilômetros a sudoeste, em Maranello, e a Lamborghini, 20 km a leste de Modena, na cidade de Sant’Agata Bolognese. As suas fábricas não foram abaladas pelos tremores, mas os cinco mil funcionarios ficaram preocupados e, por isso, a produção parou e será retomada até amanhã.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español