Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Test Drive: aceleramos a nova Chevrolet Spin Activ

Compartilhe!

A minivan Spin Activ foi uma das novidades mostradas pela GM no Salão do Automóvel e um dos mais esperados lançamentos da Chevrolet para este ano.

spin activ

A Spin Activ tem vários significados. M muda a imagem da Spin -que sempre foi considerado um carro bom mas feio- e marca a estréia da montadora no segmento dos automóveis de passeio de estilo aventureiro. Enquanto alguns carros pioram com essa conotação, a Spin seguiu o caminho inverso.

Por ter longa lista de equipamentos, visual diferenciado e um pouco mais de capacidade para enfrentar terrenos acidentados (por conta dos pneus e suspenão elevada), os veículos aventureiros caíram no gosto dos brasileiros desde que surgiram, em 2003, sendo uma boa alternativa para quem gosta de um off road leve ou que buscam oportunidades para explorar a natureza.

O Chevrolet aventureiro caracteriza-se principalmente pelos necessários elementos decorativos da carroceria e pelo interior diferenciado. Ainda foram promovidas mudanças mecânicas, entre elas a adoção de transmissão automática mais atual. Para adaptar o modelo ao gosto do consumidor, a Chevrolet desenvolveu essa versão específica, com estepe fixado na traseira e maior vão livre em relação ao solo.

Com previsão de chegada às concessionárias da marca a partir do final de novembro, a nova versão reforçará as já existentes LT e LTZ, igualmente equipadas com o motor 1.8 EconoFlex de 108 cv de potência e 17,1 kgfm de torque, com etanol. 

AVENTUREIRA

O maior diferencial da Activ está no acabamento externo, que deixa a Spin mais imponente, parecendo até ser outro carro. Estes novos itens estéticos foram criados também para proporcionar harmonia e personalidade ao conjunto. Na frente, destaca-se o pára-choque totalmente redesenhado, que ganhou vincos pronunciados nas extremidades e aplique na parte inferior em tom fosco escuro. Isso cria um efeito contrastante com a cor da carroceria. Os faróis de neblina com molduras em preto brilhante e um aplique em plástico cinza -que lembra um “arremessador” são referência a carros do tipo off-road. Os faróis com moldura preta e lentes transparentes são outra novidade da versão.

A sensação de que o modelo está mais encorpado deve-se em especial à lateral. As rodas são diamantadas de 16 polegadas, existem molduras de proteção nas bordas dos pára-lamas, soleira nas portas e um largo adesivo, além da barra longitudinal (rack) que se estende sobre todo o teto. A capa dos retrovisores externos e os adesivos pretos que cobrem a coluna central, realçam apenas a silhueta dos vidros das portas, e dessa forma, o último vidro lateral, traseiro, parece um elemento independente, como acontece nas SUVs. Se todos os vidros laterais tivessem moldura preta, ela ficaria parecida com uma wagon.

Na traseira está um dos grandes charmes da Spin Activ: o estepe fixado do lado de fora da tampa do porta-malas. Solução sempre discutível do ponto de vista estético, mas que agrada em cheio o consumidor brasileiro. Por motivo de segurança, a abertura da tampa do porta-malas é feita em dois estágios: inicialmente o usuário precisa destrancar o sistema e, por meio de uma alavanca no suporte, destrava o braço que fixa o estepe; a operação pode ser feita pelo controle remoto na chave. Depois, o suporte deve ser deslocado lateralmente até o final do curso de abertura, para que trave e o compartimento de carga possa ser aberto. A roda do estepe é idêntica às demais e, como sistema antifurto, um dos parafusos é montado pelo lado interno do suporte e só pode ser acessado após o destravamento eletrônico do conjunto. Simples e inteligente.

O pára-choque traseiro também foi projetado exclusivamente para o modelo. Traz moldura escura –com o nome Activ grafado em relevo–, refletores nas extremidades e um aplique cinza na parte inferior central, logo abaixo dos sensores de estacionamento. As lanternas se diferenciam pela superfície interna escurecida e detalhes cromados. Já a “gravatinha” dourada que identifica os Chevrolet aparece estampada na calota própria da quinta roda.

POR DENTRO

Um dos grandes trunfos da Spin Activ em relação aos seus principais rivais aventureiros é o bom espaço interno. O veículo leva até cinco ocupantes com conforto e 710 litros de bagagem, sem somar a capacidade do inédito porta-objetos localizado sob o assoalho traseiro. Nesta versão não é disponível o arranjo com sete lugares, pois a previsão da marca é que o motoriusta precisará de bom espaço no porta-malas, justamente por conta do uso que se poderá fazer do modelo.

A cabine foi completamente personalizada para criar um ambiente mais jovem e requintado. A cor dos revestimentos, por exemplo, é preta, diferenciando-se do marrom predominante nas demais versões. Uma moldura prateada no centro do painel chama a atenção para o sistema multimídia Chevrolet MyLink com tela de sete polegadas touchscreen e Bluetooth, que permite ao usuário disponibilizar de suas músicas, fotos, vídeos e acessar aplicativos, por meio do smartphone. Adicionalmente, o equipamento permite a configuração de algumas funções do veículo, de acordo com a preferência do motorista. Entre elas o tempo em que os faróis permanecerão acesos após o travamento do carro ou quais portas devem ser destrancadas quando o botão de acionamento remoto da chave é pressionado.

O motorista ainda consegue alternar as diversas mídias disponíveis sem tirar as mãos do volante revestido em couro. Isto porque há teclas para o controle do áudio/telefone posicionadas na extremidade do raio, ao alcance dos dedos. Este sistema é item de série, assim como o ar-condicionado, a direção hidráulica, os retrovisores e os vidros elétricos, que agora são erguidos automaticamente assim que o usuário trava as portas pelo controle remoto.

O nome Activ também aparece grafado no quadro de instrumentos, que tem display digital do velocímetro e do computador de bordo (informa dados como o consumo médio e autonomia). A nova decoração é extensiva aos bancos, que traz revestimento especial e desenho inspirado no montanhismo. Como o volante e o cinto de segurança, o assento do motorista conta com regulagem de altura. A grande área envidraçada e a posição elevada de guiar proporcionam boa visão do trânsito.

Apesar de vir completo de série, o modelo tem à disposição uma extensa lista de acessórios, como tablet de 7 polegadas com suporte para encosto de cabeça. Fazem parte da relação também a câmera de ré e o módulo de TV, compatíveis com o sistema multimídia Chevrolet MyLink. Igualmente disponível na rede de concessionárias da marca, o módulo para ativação da função Tilt Down do retrovisor externo direito faz com que, ao engatar a marcha ré, o espelho incline-se para baixo, facilitando manobras de estacionamento. 

MECÂNICA E ESTRUTURA

A Spin Activ 2015 incorpora mudanças mecânicas e estruturais relevantes, que acentuam a exclusividade da versão. A começar pela estréia da transmissão automática -real, e não automatizada- de seis velocidades de segunda geração (GF6-2), que proporciona trocas de marchas em tempo 50% menor e reduções duplas e até triplas. O resultado é um veículo ágil em retomadas de velocidades e de condução extremamente suave, pouco comum neste segmento, composto na maioria por modelos automatizados. O Chevrolet tem ainda opção de transmissão manual, de cinco marchas com a ré sincronizada.

A adoção de rodas maiores elevaram a altura do carro em relação ao solo em 8 mm, se comparada com as demais versões da Spin. Mesmo assim, o comportamento dinâmico do novo veículo é semelhante, por conta dos pneus mais largos e de perfil baixo (205/60-16).

Devido à nova redistribuição de peso da versão Activ (o conjunto suporte/estepe traseiro pesa 50 quilos, a atrás do eixo), uma nova calibração de suspensão, com molas e amortecedores de acertos específicos, trouxe comportamento dinâmico mais esportivo e balanceado, sem urpresas para o motorista. Estruturas adicionais foram aplicadas à parte posterior do veículo para a fixação do estepe na tampa traseira.

Outra peculiaridade da versão Activ é opção de cor Branco Vintage, que, apesar de ser sólida, assemelha-se a tons perolizados. É exclusiva da Spin Activ, enquanto metálicos Azul Macaw, Cinza Aztec, Prata Switchblade e Preto Carbon completam a lista. A Chevrolet oferece três anos de garantia para o Spin. Os principais concorrentes da Spin Activ são Fiat Idea, Nissan Livina e Citroën Aircross. A minivan da GM, lançada em julho de 2012, detém 55% desse segmento. O preço é de R$ 62.060 para a versão com câmbio manual e R$ 65.860 para câmbio automático.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español