Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

TEST DRIVE: ACELERAMOS O NOVÍSSIMO VW UP!

Compartilhe!

black up! (1) (640x437)

A Volkswagen voltou à sua origem. Afinal, nasceu como a marca do “carro do povo”, se distanciou disso com o passar dos anos e, agora, volta a ter um carro dentro da mesma filosofia do Fusca, mas voltado aos dias de hoje. Quase um “Fusca da nova era”. O Fusca atual é outra coisa, pois atua num nicho de mercado.

black up! (4) (640x427)

Este novo “carro do povo” é o Up! (que a VW grafa como up!, por questões de marketing), que chega com quatro portas, bom espaço interno, motor 1.0 de três cilindros e razoável “pacote” de tecnologia. São quatro versões de acabamento: Take Up!, Move Up!, High Up!/ Black/White/Red Up! Em relação ao modelo alemão, apresenta algumas novidades, para se adequar ao mercado brasileiro: as portas traseiras, por exemplo, perderam as janelas basculantes (como nos Fusca antigos), e a tampa traseira é convencional, não mais de vidro, o que é um dos atrativos do carro europeu. O tanque de combustível no modelo brasileiro teve sua capacidade ampliada para 50 litros (15 litros a mais que no europeu).

black up! (5) (640x427)

Além disso, o Up! chega como o carro mais econômico fabricado no Brasil, com a classificação “A” no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do INMETRO, entre os veículos equipados com ar-condicionado e direção assistida, e também o mais seguro da categoria, sendo o primeiro automóvel de entrada feito no País a obter 5 estrelas na proteção de adultos e 4 estrelas na proteção de crianças no Latin NCAP.

DESENHO

O carro inaugura no Brasil para a marca a nova plataforma PQ12. O modelo mede 3,60 metros de comprimento (ganho de 6,5 centímetros sobre o modelo europeu, como veremos adiante), 1,64 m de largura (sem retrovisores) e 1,50 m de altura (acréscimo de 2 centímetros). Seu entre-eixos é de 2,42 m de comprimento e o peso total é de 910 kg.

black up! (3) (640x427)

Curiosamente,  o desenho do modelo foi elaborado por um brasileiro, Marco Antonio Pavone. Designer de exterior da Volkswagen, Pavone trabalha nos estúdios da marca em Wolfsburg, na Alemanha, onde o Up! foi desenvolvido.

up! (640x427)

Na dianteira, nada de grade convencional. Uma faixa estreita liga os faróis, com o logotipo da Volkswagen ao centro, único elemento cromado na região. A ventilação do motor é feita por áreas periféricas, dispensando a grade dianteira.

carroceria (3) (640x373)

Os faróis são menores do que os de outros modelos VW, mas  eficientes em sua função. Os refletores foram desenvolvidos para proporcionar a melhor iluminação possível, conciliando forma com função. A partir da versão Move Up! os faróis tem moldura escurecida. Compõem ainda a dianteira do Up! o pára-choque na cor do veículo, as entradas de ar inferiores e os faróis de neblina. Esse farol auxiliar é opcional para a versão intermediária Move Up! e de série nas versões seguintes.

01 (640x373)

Na lateral, desenho bastante limpo, com um sulco côncavo na parte inferior. A coluna traseira (“C”) é larga, como a do Golf, o que transmite sensação de solidez ao modelo. A traseira perdeu a tampa de vidro, e assim a tampa do porta-malas para o Brasil passou a ser normal, combinando metal e vidro. As janelas laterais traseiras também mudaram em relação ao Up! europeu: seus vidros podem ser abertos verticalmente, e não mais por basculamento.

black up! (640x427)

A aerodinâmica foi bem cuidada, e o Cx é de 0,361 com área frontal de 2,07 m2..Com 3,60 metros de comprimento, 1,64 m de largura (sem retrovisores) e 1,50 m de altura, o Up! é realmente compacto. Destacam-se ainda os balanços dianteiro e traseiro curtos (585 mm e 599 mm, respectivamente) e a boa distância entre-eixos (2,42 metros).

INTERIOR

Por dentro o Up! repete as formas limpas da carroceria. O espaço interno é surpreendentemente bom para quatro ocupantes. Em seu painel, o quadro de instrumentos fica, claro, em frente ao motorista, e no centro do painel está o sistema de som (com rádio AM/FM e CD-Player), controles de ar-condicionado e o sistema de Maps & More.

black white red up! (8) (640x427)

O quadro de instrumentos tem um ou três instrumentos analógicos, conforme a versão. Nos Move Up! e High Up!, o maior dos três instrumentos analógicos circulares é o velocímetro ao centro, com o display multifuncional digital integrado. À esquerda do velocímetro está o conta-giros e à sua direita o medidor de combustível. Conforme a versão também muda a cor da cobertura do painel.

Maps_and_More_Sensor (640x427)

Os bancos são sempre os mesmos, e além de bonitos são confortáveis. Os revestimentos mudam conforme a versão. Vão do tecido bem cuidado ao famigerado “couro sintético”, que em outras épocas era chamado de napa.

bancos (640x338)

Com 285 litros, o porta-malas do Up! é bom para o seu compromisso, e por causa da mudança na tampa, a VW aproveitou e fez outra alteração em relação ao modelo europeu, ficando com 285 litros (221 litros no alemão) de capacidade, ou seja, mais 29% no volume. Quando o encosto do banco traseiro é totalmente rebatido, o compartimento chega a 976 litros.

porta-malas (3) (640x427)

Uma boa novidade é o piso de carga do porta-malas variável, que pode ser ajustado para dois níveis diferentes, e que está disponível como opcional. Trata-se do s.a.v.e., sistema de ajuste variável de espaço.

rodas (640x338)

O modelo traz a maior oferta de combinações de rodas do segmento, começando com aro 13, calotas e pneus 165/80, passando pelas de 14 polegadas também com calotas e rodas de liga leve aro 14 com pneus 175/70, e terminando nas aro 15 com pneus 185/60. Na versão top, as rodas são também de liga leve de 15 polegadas, mas com detalhes que remetem ao nome da versão –o centro da roda, onde está o símbolo VW, tem fundo preto (no Black Up!), vermelho (Red Up!) ou branco (neste caso, toda a roda é branca) no White Up!.O modelo é equipado com pneus “verdes”, que oferecem menor resistência ao rolamento, a partir das rodas aro 14.

MECÂNICA

Com 999 cm³ de cilindrada, o motor 1.0 do Up! é Total Flex, capaz de rodar com gasolina e/ou etanol. Sua potência máxima é de 75 cv a 6.250 rpm, com gasolina, e de 82 cv à mesma rotação, com etanol. O torque máximo é de 9,7 mkgf (gasolina) e 10,4 mkgf (etanol), ocorre a partir de 3.000 rpm e se mantém por longa faixa de rotações. Já a partir de 2.000 rpm, mais de 85% do torque máximo está disponível.

motor (456x640)

O motor tem bloco e cabeçote feitos de alumínio, e a construção com três cilindros significa não apenas menor número de componentes –como biela, pistão e mancais– como também menor perda de calor, o que aumenta sua eficiência térmica quando comparado a um motor de quatro cilindros. É uma tendência mundial.

motor (9) (640x452)

Os cilindros têm maior diâmetro que no quatro cilindros da marca (são 74,5 mm, com 76,4 mm de curso), o que permite melhor enchimento da câmara de combustão. Combinada a essa característica está a vela de ignição colocada em posição central, entre as válvulas de admissão e escapamento, para melhor frente de chama, maior velocidade e eficiência na queima da mistura ar/combustível e, consequente, maior eficiência térmica. As bielas são cerca de 20% mais leves do que as convencionais.

motor (3) (640x452)

O motor 1.0 do Up! é o primeiro do País nessa faixa de cilindrada a receber sistema de partida a frio que dispensa a utilização do tanque auxiliar para gasolina. O combustível é aquecido em câmaras ao lado das válvulas injetoras e opera com temperatura ambiente abaixo de 17,5°C. Para dar a partida em baixas temperaturas e com mais de 85% de etanol no tanque, o motorista precisa apenas, ao acionar a ignição, aguardar alguns segundos até que a luz indicadora do processo de aquecimento do combustível –que se inicia na abertura da porta do motorista- se apague.

black up! (6) (640x427)

O desempenho é dentro do esperado, afinal estamos falando de um motor 1.0 de três cilindros. A aceleração de zero a a 100 km/h é em 12,6 segundos (com gasolina) e em 12,4 s (etanol). A velocidade máxima é de 163 km/h (gasolina) e 165 km/h (etanol).

SUSPENSÕES

A caixa de câmbio de é de cinco marchas, com carcaça feita de alumínio. Com trambulador por cabos, é uma nova versão da transmissão MQ200, projetada especificamente para o veículo. Foi desenhada para se adequar ao motor 1.0, e o motor de partida foi instalado em nova posição, para que a bateria ficasse em uma posição mais baixa e distante do capô.

black up! (2) (640x427)

As suspensões dianteira e traseira tiveram calibragem especialmente definida para as ruas e estradas brasileiras e foram elevadas em 20 mm em relação ao Up! europeu. Com rodas e pneus de maior diâmetro, isso confere maior vão livre em relação ao solo.

17 black-up (640x338)

Na dianteira, suspensão tipo McPherson, com sub-chassi e braços de controle transversais construídos com aços de composição especial. Na traseira, sistema interdependente, perfil de torção tipo “ômega” e suportes de mola ligados ao perfil. Os braços longitudinais foram desenhados com secções variadas ao longo do perfil, que no conjunto permitem ao eixo ter peso reduzido, alta resistência mecânica e elevada rigidez lateral e torsional. O carro tem ainda barra estabilizadora dianteira de série.

high up! (3) (640x480)

O sistema de direção é assistido de maneira elétrica, o “Easy Drive”, de série nas versões top de linha High/Black/White/Red Up!, e opcional para as versões Take Up! e Move Up!. Representa redução no consumo de combustível de até 3% quando comparado com a direção de assistência hidráulica. Tem 2,9 voltas de batente a batente e diâmetro de giro de apenas 9,7 metros.

black up! (9) (640x427)

O Up! traz, na dianteira, freios a disco ventilado de 256 mm de diâmetro,  enquanto na traseira os freios são a tambor, com 200 mm de diâmetro. O servo-freio é de nove polegadas. Por força da legislação, o Up! traz de série freios ABS com EBD (distribuição eletrônica das forças de frenagem).

MAPS & MORE

O carrinho oferece, como opcional a partir da versão Move Up!, o sistema “Maps & More” de “infotainment” e navegação. Esse recurso, é oferecido pela primeira vez no mercado brasileiro pela marca. Trata-se de um dispositivo com tela touchscreen, que funciona como extensão do rádio e do computador de bordo, oferecendo também conectividade multimídia e sistema de navegação (GPS), já com mapas brasileiros.

cores (640x338)

Instalado no centro do painel e com tela de 5 polegadas, com o “Maps & More” é possível visualizar várias funções, como consumo instantâneo, consumo médio, distância percorrida, tempo de percurso, autonomia e velocidade média; usá-lo como extensão do quadro de instrumentos, exibindo o conta-giros e o termômetro do motor (digitais); e acessar a função ECO, com dados sobre o comportamento do motorista, para auxiliá-lo a dirigir de forma mais econômica.

black white red up! (4) (640x422)

O “Maps & More” tem ainda as funções de rádio, media player (controla CD player, entradas auxiliares e as listas de reprodução) e Bluetooth, sendo possível o pareamento de dois aparelhos simultaneamente. Outra função é a exibição da imagem do sistema OPS (Optical Parking System) de auxílio ao estacionamento; não há câmera de ré. A tela pode ser removido quando não estiver em uso.

linha up! (1)

O novo Volkswagen conta com 10 opções de cores para a carroceria. São três sólidas e seis metálicas, além do amarelo saturno especial. Até o momento a marca não havia divulgado os preços do Up!, mas estima-se que fique entre R$ 25 mil e R$ 35 mil.

– – – fotos PEDRO DANTHAS

 


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español