Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

TEST DRIVE: JAC e-JS1. Elétrico, barato e interessante

Compartilhe!

Lembra do Jac J2? Pois ele ressurgiu em grande estilo. Elétrico, era chamado de iEV20, o carro elétrico mais barato do Brasil (R$ 159,9 mil, carregador não incluído). Agora, feito em parceria da chinesa com a Volkswagen, foi aprimorado e se chama JAC e-JS1. Foi apresentado ao mercado brasileiro, está em pré-venda (R$ 149,9 mil) e cumpriu a promessa de ser um dos carros elétricos mais barato -hoje- do Brasil. Chega em outubro nas lojas.

por Ricardo Caruso

O e-JS1modelo é assim o primeiro elétrico da marca chinesa a ser oferecido depois que a Volkswagen comprou 50% de participação da empresa e de 75% da joint-venture (JAC-VW) de carros elétricos, a Sol.

O e-JS1 é uma boa evolução do iEV20, e deixa claro o “dedo” da Volkswagen em termos de acabamento, visual e ajuste de suspensão, entre outros. O modelo tem uma missão na vida: ser um carro urbano bonitinho e barato (quando impostos e taxas deixam isso acontecer). Tem acabamento simples mas atraente, ambiente interno claro me moderno e é equipado com o necessário o básico necessário.

Os mais atentos vão lembrar do VW Up no desenho dos bancos, faróis dianteiros, alavanca de comando das luzes e detalhes dos para-choques; na dianteira e na traseira, os para-choques tem um aplique em forma de “C”, semelhante ao que o Up ganhou na sua última edição brasileira.

No primeiro contato que AUTO&TÉCNICA teve com o ex-J2, ficou claro que se trata de outro carro -claro- comparado com o térmico, mais bem cuidado nos detalhes e que o aporte de dinheiro alemão fez muito bem ao pequeno elétrico da JAC. Mas figurar entre os elétricos mais baratos do Brasil não torna necessariamente o carro acessível, como eram os “carros populares” de anos atrás. Ser o elétrico mais barato do Brasil transforma qualquer modelo em “carro caro”, já que não há isenções ou maiores benefícios para esse tipo de veículo.

Com a mesma plataforma usada no JAC J2 -que já foi vendido aqui- e deu origem ao iEV20 -primeiro compacto elétrico compacto da JAC- o e-JS1 recebeu muitos cuidados na parte visual.

Os faróis e o capô também têm novo desenho, mais próximo do que a VW aplica em seus modelos, o que se repete na traseira. A ideia de ser um carro mais divertido e descolado também está no interior, com detalhes em plástico bem explorados em cor e textura..

O espaço é razoável para quatro adultos. Com vocação tipicamente urbana. ele cumpre o que sugere, mesmo tendo porta-malas de 121 litros de capacidade, ruim para viagens mas correto para uso no dia a dia das cidades.

JAC e-JS1

E como anda? Basta premir um botão no console e o motor entra em funcionamento. Sem barulhos ou ruídos do motor ou da partida. Tudo no mais absoluto silêncio. Só o painel denuncia que o carro está ligado. Aí você vai na alavanca seletora de marchas atras do volante, engata “D”, acelera e vai ser feliz. O pequeno JAC tem um motor elétrico na frente, ligado ao eixo dianteiro, de 62 cv e 15,3 mkgf. O câmbio tem uma marcha para frente e a ré. Em termos de desempenho, o elétrico oferece entrega o necessário para o uso urbano, além de poder fazer algumas experiências rodoviárias, não muito recomendadas já que te apenas 110 km/h de velocidade máxima. Apesar da pouca potência, a entrega do torque é instantânea, e oferece bons números de acelerações e retomadas, facilitando ultrapassagens no trânsito urbano.

O motor é alimentado por um conjunto de baterias de lítio, de 30,2 kWh, e tem autonomia de 302 km. A carga, de acordo com a JAC, leva cerca de 11 horas em uma tomada convencional de 220V. Já o carregamento de 15% a 85% da carga total com o wallbox é de 3,5 horas, enquanto em um eletro-posto é feito em 1 hora. O motorista pode usufruir do sistema de regeneração de freio em três níveis, e no nível mais alto, não exige que seja preciso aplicar o freio.

Na parte mecânica, notamos ainda outra interferência da Volkswagen, que recalibrou as suspensões. Comparado ao iEV20, ele ficou mais baixo, confortável e preciso, em especial no piso ruim

Como dissemos antes, o JAC tem o necessário para o uso urbano confortável. Vidros, travas e espelhos elétrico; direção elétrica bem calibrada e central multimídia com tela de 10,25 polegadas com acesso a Android Auto e Apple CarPlay. Conta ainda com dois airbags e painel de instrumentos em formato de tablet, com tela de 6,2 polegadas. Temos ainda câmera e sensor de estacionamento traseiro;. controles de tração e estabilidade, iluminação com LEDs; chave presencial com partida por botão, luz diurna e sensor de pressão nos pneus. Um bom “pacote”.

Como outros carros elétricos tem um sistema que desativa todo o conjunto motriz e elétrico em caso de acidente, especialmente colisão, para evitar problemas com a carga de energia.

Com preço de R$ 150 mil, é o carro elétrico mais barato do País, mais barato que o iEV20, que continua à venda. Talvez um público muito grande não consiga ser atingido, mas pode atrair nichos e compradores que gostam de produtos diferenciados, ou mesmo empresas interessadas em contribuir com o meio ambiente. Carros elétricos, para se tornarem mais populares e conhecidos, precisam ter benefícios e isenções, como acontece no mundo civilizado, mas que não existem no Brasil.

Seus rivais, pelo menos no papel, é apenas o irmão iEV20 (R$ 159.990); os demais custam bem mais caro, como o Renault Zoe (R$ 204.990), Nissan Leaf (R$ 239.990), Chevrolet Bolt (R$ 275.100) e Fiat 500 (R$ 239.999) .


MAIS LANÇAMENTOS

Os volumes de vendas de carros elétricos no Brasil parecem ridículos, com um mercado total de cerca de 120 unidades mensais. Mas como no resto do mundo, o potencial futuro do veículo 100% elétrico no Brasil é grande. Apostando nesse prognóstico, a JAC parte para seu oitavo lançamento elétrico ainda neste ano, isso depois de ter apresentado o primeiro modelo no final de 2019.

Entre os modelos que chegarão ainda este ano, fora o e-JS1 que mostramos, o JAC E-JS4 (R$ 249.990) oferece alta tecnologia em padrões mundiais empregada num modelo 100% elétrico, feito em parceria com os técnicos e engenheiros da Volkswagen. O SUV é de porte médio, com bom desempenho, graças ao seu motor de 150 cv e 34,7 mkgf: acelera de zero a 100 km/h em 7,5 segundos e atinge 160 km/h de velocidade máxima, além de ter 420 km de autonomia. Tem amplo espaço interno e acabamento luxuoso. Segundo a marca, tem custo por km rodado e custo de manutenção seis vezes mais barato que os modelos similares com motores térmicos.

O JAC iEV350T será o segundo caminhão urbano 100% elétrico da marca. Com PBT de 3,75 toneladas, ele se destinará a rápidas entregas urbanas, com a agilidade de oferecer chassi de medidas compactas. São somente 5,6 metros de comprimento. Dotado de 55,3 kWh de capacidade máxima de baterias, ele tem autonomia de 265 km e rende 150 cv de potência. Mas se destaca mesmo, no baixíssimo custo operacional: comparado aos concorrentes a diesel, seu custo por km rodado é quatro vezes mais baixo. E o custo de manutenção, cinco vezes menor.

Como qualquer veículo elétrico, ele se distingue também no torque: 35,7 mkgf. Para se ter uma ideia da agilidade que essa característica proporciona, os modelos similares a diesel do mercado nacional não passam de 26 mkgf.

Considerando modelos anteriormente lançados e que já estão à disposição do consumidor brasileiro, a linha 100% elétrica da JAC Motors é composta, além das três novidades, por mais cinco veículos:

JAC iEV 20 – SUV de entrada, com 41 kWh de capacidade máxima de carga (320 km de autonomia);

JAC iEV 40 – SUV de porte médio, com 40 kWh de baterias e atinge 300 km de autonomia;

JAC iEV 330P – Primeira picape 100% elétrica produzida no mundo, com 67 kWh e 320 km de autonomia;

JAC iEV 1200T – Caminhão 100% elétrico com 4 versões (PBT de 7,5 ou 8,5  toneladas e dotado de tomada externa ou não), o modelo tem 97 kWh de capacidade de bateria e 200-250 km de autonomia;

JAC iEV 750V – Maxivan com 12,3 m3 de capacidade cúbica de carga, o modelo detém 92 kWh de carga total de bateria e 235 km de autonomia – 280 km com o modo ECO acionado.


Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español