Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

TEST DRIVE: NOVO PRISMA 2013 É O ONIX SEDÃ

Compartilhe!

005_G1SCB - 5NB_12-12-12

A Chevrolet continua mantendo o ritmo de lançamentos iniciado em 2011. A proposta era renovar toda a sua linha, mas faltava o Prisma. Faltava, pois não falta mais. Basicamente um Onix sedã, o carro chega com desenho atraente, bem equipado, com duas versões de acabamento e dois motores; como o Onix, está equipado com o interessante sistema multimídia MyLink.

A Chevrolet está com uma longa lista de sedãs: Classic, Cobalt, Sonic, Cruze e, em breve, o novo Malibu. O novo Prisma se posiciona entre o veterano Classic e o Cobalt, com quem compartilha a plataforma. A estratégia de marketing é clara: o Prisma atingirá um público mais jovem, e o Cobalt atenderá os compradores mais conservadores. A ideia foi trazer um pouco de jovialidade, tecnologia e esportividade a um sedã pequeno, que já conta por princípio com conforto e algum requinte.

Oferecido nas versões LT e LTZ, traz de série sensor de estacionamento, direção hidráulica, ABS/EBD e airbag frontal em todas as versões. Além disso, o Prisma 2013 é equipado com o eficiente motor SPE/4 1.0 e 1.4 flex.

ONIX SEDÃ

Todo desenvolvido no Brasil em paralelo ao Onix, o novo sedã da marca tem características próprias e itens de tecnologia e conforto exclusivos que lhe conferem uma identidade única e personalidade. A exemplo dos Spin, Cobalt, Trailblazer e Onix, o Prisma é 100% brasileiro, resultado do trabalho do Centro Tecnológico da General Motors do Brasil, um dos cinco centros mundiais de desenvolvimento de novos produtos.

024_G1SCB-4NB_121212

O destaque do Prisma é seu desenho. Os “ombros” laterais avantajados da traseira do veículo fazem do terceiro volume –bem curto- o ponto alto do desenho do carro. Ela foi desenvolvida para que houvesse uma superfície escultural e marcante. Com muito estilo, a traseira traz a ideia “fresh and youth” (fresco e jovem), sem perder a aparência Premium. Já nas laterais, existe um jogo de luz e sombra proporcionado por suas linhas contínuas. A carroceria sugere robustez com grandes vincos acima das rodas.

037_G1SCB - 4NB_2012-11-22

A dianteira traz a já tradicional grade bipartida com barra central ostentando a “gravata” dourada. É um recurso para identificar a marca, mas acaba deixando os carros muito parecidos. O Prisma possui o mesmo capô curto e pára-brisa inclinado do Onix.

INTERIOR

Ainda como no Onix, os cuidados nos detalhes são evidentes em todos os pontos do interior do veículo, como bancos, portas e painel. A mesma leitura do Dual Cockpit do Onix e de outros Chevrolet está ali, e o painel mescla mostradores analógicos e digitais, com iluminação em Ice Blue. A ausência de bloco central de console, dando lugar a linhas horizontais contínuas em toda a extensão do painel do carro, ajudam a ampliar a sensação de espaço e conforto.

_3EJ2092

Painéis e portas apresentam acabamento que combina as cores preto e marrom. O estofamento conta ainda com costuras, que transmitem mais requinte, junto aos detalhes cromados como os aplicados em botões, saídas de ar, manopla de câmbio e maçanetas. O Prisma estará disponível nas cores Branco Summit, Preto Sólido,Vermelho Pepper, Prata Ice e Cinza Sand.

A plataforma adotada no Prisma é a mesma do Onix, mas com algumas medidas diferentes. Entre-eixos (2.528mm) e largura (1.705mm) são os mesmos, mas o Prisma é cerca de 30 centímetros mais comprido, com 4.275mm. Isso oferece aos ocupantes maior espaço, e os usuáriois contam ainda com 15 porta-objetos distribuídos no interior do novo Prisma. A GM deixou escapar os puxadores das portas dianteiras, que muitas marcas estão adotando também como porta-objetos. Seriam então 17 locais para armazenagem de pequenos objetos.

NA PISTA

Buscando dirigibilidade suave e silenciosa, e ainda boa estabilidade, foram feitas calibragens e acertos de suspensão e de carroceria para conferir o equilíbrio dinâmico correto aos três volumes do veículo, diferente do hatch Onix por conta da distribuição de peso. A suspensão dianteira é independente, tipo McPherson, com barra estabilizadora ligada a haste tensora, molas helicoidais com carga lateral linear e amortecedor telescópico pressurizado estrutural.

No quesito rigidez torsional, o Prisma apresenta comportamento 25% mais eficiente do que o modelo anterior. O Cx é de apenas 0,32, número difícil de se conseguir num carro de pequeno porte. Os poucos décimos que separam o valor de outras referências, no entanto, representam significativa melhora no que se refere ao desempenho e consumo do carro, facilmente percebidos pelos usuários. Isso, somado à motorização SPE/4 e a utilização de pneus com baixa resistência de rolamento, garantem bom nível de eficiência energética.

FGD_6412

Em termos de motores, tudo como no Onix. O Prisma é o segundo modelo da marca a utilizar os motores “SPE/4” (SmartPerformanceEconomy/4 cilinders). Na versão 1.0, rende 80 cv de potência máxima com etanol e 78 cv com gasolina, sempre a 6.400 rpm. O torque máximo, com etanol, é de 9,8 mkgf a partir de 5.200 rpm, e 9,5 mkgf com gasolina, na mesma faixa de rotação. A aceleração de zero a 100 km/h é feita em 13s (gasolina) e 12,7s (etanol).

Já a versão 1.4 entrega 106 cv com etanol e 98 cv com gasolina, ambas a 6000 rpm. O torque máximo, com etanol, é de 13,9 mkgf a partir de 4800 rpm e 13 mkgf quando alimentado com gasolina, na mesma rotação. Abastecido com etanol, Prisma vai de zero a 100 km/h em 10,7s (etanol) e 12s (gasolina). Tanto na versão 1.0 quanto na 1.4, a velocidade máxima é de 180 km/h.

A transmissão manual de cinco velocidades é a caixa F17 geração 1.5, a mesma empregada nos modelos Onix e Cobalt, com trocas de marchas precisas e suaves.

EQUIPADO

Oferecido nas versões LT (1.0 e 1.4) e LTZ (1.4), o Prisma apresenta comodidade, segurança e conectividade. Sensor de estacionamento, direção hidráulica, ABS/EBD, ajuste de altura do banco do motorista e duplo airbag, como já vimos, são itens de série para o sedã, que tem ainda garantia de três anos sem limite de rodagem. O porta-malas tem generosos 500 litros de capacidade, com abertura da tampa que facilita o acesso às bagagens. Já o tanque de combustível tem capacidade de 54 litros, garantindo certa autonomia. O Sistema Multimídia MyLink é opcional na LT e de série na versão LTZ.

Para a versão com motor 1.0, o LT oferece comodidades como travamento automático das portas ao atingir 15 km/h, sistema de luz “siga-me” (faróis permanecem acesos por um período de tempo após o desligamento do motor e fechamento/travamento das portas) e sistema de luz “leve-me” (as luzes externas do carro se acendem automaticamente ao destravamento das portas pelo controle remoto). Tem ainda abertura elétrica do porta malas por controle remoto, localizado na chave tipo canivete; acionamento elétrico dos vidros das portas dianteiras com sistema tipo “one touch” para subida e descida com dispositivo anti-esmagamento, e abertura e fechamento automático dos vidros das portas acionado pelo KeylessEntry System ao travar e destravar o veículo.

FGD_6484 2

Itens como cintos de segurança de três pontos (frontais e traseiros), coluna de direção com regulagem em altura, alarme anti-furto, terceira luz de freio, protetor de cárter, sistema de imobilização do motor, trava de segurança suplementar nas portas traseiras (trava para crianças), espelhos retrovisores externos dobráveis e com carcaça na cor do veículo, pára-choques na cor da carroceria, spoiler traseiro e vidros verdes com pára-brisa laminado também estão disponíveis. As rodas são de aço aro 14 com calotas integrais na cor prata

Já equipado com motor 1.4, a versão LT adiciona ainda espelho retrovisor interno com regulagem dia e noite, lanternas traseiras com lente escurecida e rodas de aço aro 15 com calotas integrais.

A versão top LTZ tem ainda faróis de neblina, vidros traseiros e retrovisores com controle elétrico, computador de bordo com cinco funções (consumo médio, velocidade média, autonomia, temperatura externa e tempo de viagem) e rodas de alumínio aro 15 com pintura escurecida e acabamento diamantado.

Entre os acessórios, o Prisma 2013 tem como opcionais câmera de ré para o sistema My Link, DVD de encosto de cabeça, banco de couro, pedaleira esportiva, friso com detalhe cromado e lâmpadas para lanternas e faróis na configuração Effect Blue. Seguindo a tendência de customização dos veículos conforme o perfil de cada cliente, o novo Prisma oferecerá kits de personalização.

MYLINK

Para o Prisma, a tecnologia de conectividade é a mesma do Onix, mas está ainda mais atraente. O sistema multimídia inclui o “Bring Your Own Media”, que permite ao usuário trazer suas músicas, fotos, vídeos e aplicativos do celular para dentro do veículo, além de fazer ligações telefônicas via Bluetooth por meio da tecnologia HFT (Hands Free Telephone), onde o usuário pode configurar algumas funções do veículo de acordo com as suas preferências. Tem agora dois novos aplicativos além do Stitcher, disponível no Onix. São eles o TuneIn (rádios de todo o mundo) e o BringGo (GPS).

O preço do novo Prisma 2013 começa em R$ 38,3 mil.

PS: Havia um acordo -embargo- solicitado pela GM para a divulgação de textos e fotos sobre o Novo Prisma, para o dia 26 de fevereiro de 2013 às 20 horas, que não foi respeitado por alguns péssimos jornalistas -novos e antigos- que ainda contaminam o setor. Pedimos desculpas aos nossos leitores por não termos divulgado o material antes, como os oportunistas e desesperados de plantão fizeram,  mas colocamos a ética e a palavra acima de tudo. Nossa matéria está indo ao ar às 20:23 minutos.


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *