Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Top 5: os maiores motores da atualidade, de 6.500 a 8.400 cm3

Compartilhe!

Como os norte-americanos sempre rezam, “there’s no replacement for displacement” (algo como “nada substuiu a cilindrada). Para quem realmente gosta de automóveis, essa é a pura verdade. Na contra-mão do dowsizing de motores, há modelos que -felizmente- escaparam da miniaturização. São carros de luxo ou superesportivos, onde consumo e emissões ficam para segundo plano, coisas para os fracos. Por isso AUTO&TÉCNICA reuniu os cinco modelos em produção com maior cilindrada da atualidade. Assim, motorzinho fica para os jovens imberbes ou maquininhas de dentistas. Se você nunca experimentou, acelere pelo menos uma vez algum V8 para ter noção sobre o que estamos tratando.

2014-srt-viper-ta-engine-2

Lamborghini Aventador – 6.5V12

Lamborghini_Aventador_ nurburgring top 10

Apresentado no Salão de Genebra de 2011, o Lamborghini Aventador conta com muito mais do que apenas beleza para seduzir os verdadeiros apaixonados por automóveis.

Por baixo desta carroceria encontramos um motor central traseiro 6.5V12, capaz de desenvolver 750 cv de potência máxima e 70 mkgf de torque máximo, distribuídos nas quatro rodas. Como dá para imaginar, o desempenho é de assustar: zero a 100 km/h em 2,9 segundos e 350 km/h de velocidade máxima.

Rolls-Royce Phantom – 6.8V12

rolls-royce-phantom_100487202_h

De Sant’Agata Bolognese, na Itália, onde fica a sede da Lamborghini, vamos direto para Derby, no Reino Unido, onde é feito um dos sedãs mais desejados do planeta.

O Rolls-Royce Phantom usa motor 6.8V12 capaz de entregar 460 cv e 72 mkgf, o suficiente para acelerar de zero a 100 km/h em parcos 5,7 segundos. Ao fim de mais de 13 anos ao serviço do luxuoso fabricante britânico, o Rolls-Royce Phantom VII vai sair de produção no final deste ano, por isso se quiser pedir algo para o Papai Noel ou Amigo Secreto, ainda dá tempo.

Bentley Mulsanne – 6.8V8

2016-BentleyMulsanne-04

Também nascido no Reino Unido e igualmente com 6.8 litros de capacidade cúbica, temos o Bentley Mulsanne, animado por um motor V8 biturbo que desenvolve respeitáveis 505 cv de potência e 102 mkgf.

Ainda assim, se isto não for suficiente, dá para optar pela versão Mulsanne Speed, mais esportiva, capaz de uma gloriosa aceleração de zero a 100km/h (em 4.9 segundos), antes de atingir a velocidade máxima de 305 km/h.

Bugatti Chiron – 8.0W16

bugatti-chiron-velocidade-1

Em segundo lugar na  nossa lista aperece o Bugatti Chiron, que é simplesmente o carro de produção mais rápido do planeta. Muito rápido? Digamos que sem o limitador de velocidade esse esportivo consegue chegar aos 458 km/h. Isso mesmo, quase 500 km/h, segundo Willi Netuschil, chefão de engenharia da Bugatti.

O preço a pagar por tudo isso não é pouco: quase US$ 3 milhões.

Dodge Viper – 8.4V10

Dodge Viper

Nada mais justo do que encerrar nossa listagem com um carro vindo do país onde mais se celebra a alta cilindrada. No quesito “motores gigantes”, o Dodge Viper é soberano, graças ao seu motor V10 aspirado com 8.400 cm3 de cilindrada.

O desempenho também é absurdo: 0-100 km/h em 3.5 segundos e a velocidade máxima é de 325 km/h. Infelizmente, apesar de todos estes números, o fraco desempenho de vendas levou a FCA a decretar o fim de produção desse maravilhoso esportivo. O Viper morreu? Long live the Viper!


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español