Trapalhada: Type 64, quase o Porsche mais caro do mundo…

Compartilhe!

O Porsche Type 64, o primeiro modelo produzido por Ferdinand Porsche com base no Fusca, foi levado a leilão pela RM Sotheby’s. Era para se transformar no Porsche mas caro do planeta, mas tudo deu errado.

Fazendo parte da semana do automóvel em Monterey, na California, o leilão do Type 64 foi anunciado com previsão de venda de US$ 20 milhões.

 
 
 
Mas a RM Sotheby’s iniciou a licitação nos US$ 30 milhões e, a partir, daí tudo deu errado. Os lances rapidamente subiram até os U$$ 70 milhões, o que provocou emoções distintas na sala (uns riam, outros aplaudiam). O primeiro veículo de Ferdinand Porsche, usado pelo próprio e pelo seu filho durante anos e produzido ainda antes de existir a Porsche como fabricante, iria ser vendido por cerca de US$ 20 milhões acima do automóvel mais caro do mundo.

Mas a venda entrou em colapso, e dos US$ 70 milhões o valor repentinamente despencou para os US$ 17 milhões. Isto porque nunca existiu ninguém oferecendo US$ 40 milhões, 50 milhões e muito menos US$ 70 milhões. Segundo admitiu a própria Sotheby’s, o leiloeiro escutou mal devido à semelhança da pronuncia dos valores em inglês: thirty (30) e thirteen (13), forty (40) e fourteen (14); seventy (70) e seventeen (17).

A leiloeira apressou-se a trocar o valor fixado no quadro, mas então começou a confusão. O leilão foi suspenso, e o primeiro automóvel a ostentar a marca Porsche –o único sobrevivente dos três Type 64 construídos– acabou não sendo vendido.


Compartilhe!
简体中文 简体中文 English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano 日本語 日本語 Português Português Español Español