Um dos Mustang mais raros, abandonado numa fazenda

Compartilhe!

Um dos exemplares mais valiosos do Ford Mustang foi encontrado abandonado numa fazenda. Denominado Shelby GT500 EXP 1968, este é um dos dois protótipos criados em 1967 e que estiveram desaparecidos durante décadas.

O primeiro, apelidado de “Green Hornet” por causa da cor verde da carroceria, foi restaurado recentemente e levado a leilão. Infelizmente o seu preço de reserva era tão elevado que nem uma oferta de US$ 1,8 milhões chegou para o levar para casa.

Mas em breve haverá nova oportunidade para quem estiver interessado neste modelo. É que o segundo exemplar acaba de ser encontrado abandonado numa fazenda no Texas, nos Estados Unidos. A leiloeira Barrett-Jackson, com a colaboração da Shell e da Pennzoil, foi a responsável por encontrar este exemplar perdido, que agora foi batizado de “Little Red”.

 

Depois de vários anos largado no tempo, sem que ninguém lhe desse a mínima atenção, pois estava em péssimo estado, a sorte lhe sorriu. Não tem várias peças e  perdeu o seu  gigante motor V8, bem como a transmissão.

A casa leiloeira tem mantido os detalhes desta descoberta muito bem guardados, mas sabe-se que chegaram até este Mustang por meio do número de série original da Ford, junto com o número de série que a Shelby acrescenta a todos os seus modelos. Foi assim que chegaram até o dono actual, que o manteve durante os últimos 20 anos.

Por enquanto, este exemplar já foi certificado e autenticado pelo especialista Kevin Marti, e em breve será restaurado para voltar à sua condição original. Apesar de ser unânime entre os especialistas que este é um dos Mustang mais raros que podemos encontrar, ninguém sabe ao certo quanto pode valer. A única certeza é que quem o comprar terá de pagar bem mais do que US$ 1,5 milhões para te-lo na garagem.


Compartilhe!
简体中文 简体中文 English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano 日本語 日本語 Português Português Español Español