Volvo adiciona potência e autonomia nos híbridos 60 e 90

Compartilhe!

Os modelos híbridos das séries 60 e 90 da Volvo receberão bateria maior e motor elétrico mais potente para o ano-modelo 2023, o que significa mais potência e maior autonomia.

por Marcos Cesar Silva

Sistema híbrido plug-in Volvo

Uma bateria de 18,8 quilowatts-hora substituirá a atual unidade de 11,6 kwh, enquanto um motor elétrico de 143 cv substitui a unidade atual de 87 cv. Os híbridos da série 60 e 90 da Volvo contam com um motor de combustão interna para mover as rodas dianteiras e um motor elétrico para as traseiras.

No caso do Volvo XC90 T8 Recharge híbrido 2022, a bateria de 11,6 kwh é boa para 28 km de autonomia em modo elétrico puro, padrão EPA. Estima-se que a nova unidade de 18,8 kwh aumente o número para algo mais próximo de 56 km. Da mesma forma, o Volvo S60 T8 Recharge híbrido 2022 com a bateria de 11,6 kwh tem alcance elétrico com classificação EPA de 35 km, e estima-se que aumente para até 65 km com a bateria de 18,8 kwh.

Novo drivetrain híbrido plug-in do Volvo XC90 T8

E com o novo motor elétrico, a potência máxima do T8 Recharge sobe para 455 cv. Em outros mercados onde é oferecido o T6 Recharge, a potência irá para 350 cv.

A Volvo disse que a potência extra é particularmente útil ao rebocar algo ou dirigir em estradas escorregadias, quando a energia extra precisa ser enviada para as rodas traseiras.

A Volvo também explicou que o motor de combustão interna usado na Recharge T8, um 2.0 de quatro cilindros em linha turbo , teve sua eficiência otimizada. O resultado, afirma a montadora, é mais potência em baixas rotações.

Além dos novos componentes do “powertrain”, os híbridos XC60 e S90 também recebem capacidade de condução com um pedal. Essa funcionalidade eventualmente será expandida para mais modelos.


Compartilhe!
简体中文 简体中文 English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano 日本語 日本語 Português Português Español Español