Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

VW MUDA PLANOS E DESISTE DO SANTANA

Compartilhe!

santana

Ainda não é oficial, mas vai acontecer. A Volkswagen mudou seus planos para o Brasil. O Up! não será mais lançado este ano, e só deve ser apresentado na metade do ano que vem. E o Santana, que já estava rodando em testes aqui, foi definitivamente arquivado.

Com isso, o importado Golf VII, restrito a um nicho de mercado, fica como o principal lançamento da marca para este ano aqui. O Golf até tem alguma importância, pois será o primeiro carro da marca vendido no Brasil a utilizar a nova plataforma MQB, que vai estar presente depois em outros carros nacionais. Essa plataforma será usada nos Golf VII e Audi A3 se forem fabricados aqui no Brasil, e servirá para o projeto de um novo carro para substituir Polo e Fox. Mas isso só vai acontecer em 2015, e por isso o Fox vai receber um extenso facelift para se aguentar até lá.

E foi exatamente esse novo projeto da Volkswagen que assinou o prematuro atestado de óbito do Santana. O carro foi recentemente lançado na China, mas é montado na plataforma PQ25, usada por exemplo no Polo alemão. Se o Santana fosse feito aqui, seria o único carro da marca com essa base, o que é caro. A Volkswagen precisa unificar seus projetos nacionais em apenas duas plataformas, conforme orientação da matriz alemã.

A base MQB dará origem aos modelos mais caros da marca, e os futuros carros pequenos, incluindo o novo Gol, serão montados na plataforma NSF (New Small Family), a mesma aplicada no Up!.

O fim do projeto do Santana tem outras versões. Uma delas é a forte concorrência no mercado dos sedãs compactos. Outra é o estilo muito conservador do carro e o acabamento despojado, que espantaria compradores. Não daria para associar o novo Santana às virtudes do “velho” Santana…


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español