Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Xiaomi quer comprar a Saab para produzir veículos elétricos

Compartilhe!

A chinesa Xiaomi é atualmente é a segunda maior fabricante do mundo de smartphones. Gigante na área eletrônica, oferece ao mercado produtos de alta qualidade e preços convidativos. Em conjunto com um fundo de investimentos apoiado pelo Estado de Shenzhen, está em negociações com o Grupo Evergrande para a aquisição de 65% da sua participação na NEVS, que por sua vez detêm todos os ativos da extinta Saab. Com o Evergrande em profunda crise financeira, a negociação iniciada no final de agosto deve se concretizar.

por Marcos Cesar Silva

Esta notícia está correndo dias depois do Grupo Evergrande -que está a passar por grave crise financeira no seu principal ramo, o imobiliário- ter anunciado aos seus investidores que iria vender vender diversas operações, incluindo a sua subsidiária sueca, como solução para ultrapassar as dificuldades presentes.

Caso venha a se concretizar esta negociação, isso permitirá salvar o emprego a centenas de trabalhadores que estão na fábrica de Trollhättan, na Suécia. Curiosamente, em abril último , o chefão da Xiaomi anunciou que iria investir US$ 10 mil bilhões para criar a sua própria marca de veículos elétricos, e apostar em tecnologia de condução autônoma, algo que a NEVS vem desenvolver nos últimos anos.


Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español