SlideTecnologia

 BMW i Vision Dee é o futuro da Série 3?

Compartilhe!

O BMW i Vision Dee conta com pintura que muda de cor, mas mais importante que, dá uma ideia do que poderá ser o próximo Série 3. Apresentado no CES 2023, em Las Vegas, o BMW i Vision Dee foi uma das grandes surpresas da maior feira de tecnologia do planeta, e não é difícil saber porquê. Montada na nova plataforma “Neue Klasse” da marca alemã —plataforma esta multi-energias que vai estrear em 2025 e que servirá de base aos futuros modelos da BMW— o i Vision Dee deixa bem claro a aposta da marca alemã na digitalização. Até o seu nome faz isso, com a designação “Dee” significando “Digital Emotional Experience”.

por Ricardo Caruso

Oliver Zipse, executivo do BMW Group, explica este novo concept car: “Com o BMW i Vision Dee, estamos mostrando as possibilidades que existem quando as inovações de hardware e software se unem. Desta forma, conseguimos explorar todo o potencial da digitalização e transformar o veículo num ‘companheiro» de viagem inteligente’”.

Já pnsando na atual linha de produtos da BMW, o que este conceito faz é simplesmente mostrar o que poderá ser uma versão elétrica do BMW Série 3 ou até mesmo seu sucessor direto.

Talvez ciente de nos últimos tempos o visual dos seus modelos —em particular o tamanho exagerado de sua grade dupla— tem sido alvo de muitas críticas e polêmicas, a BMW decidiu reinventar-se com o i Vision Dee. Para isso, no exterior destacam-se as linhas simples e a nova interpretação da típica grade da BMW, que foi substituída por dois painéis digitais que incorporam faróis LED, cuja forma e tamanho pode variar para oferecer ao i Vision Dee um estilo próprio.

BMW i Vision Dee vista lateral
Apesar de futurista, os contornos do i Vision Dee são bastante clássicos. Trata-se de um sedã três volumes, como o Série 3 atual, e saúda-se o regresso de um “Hoffmeister Kink” (as linhas tradicionais da marca na coluna C) muito bem definido, sem tentativas de reinventar, como acontece nas BMW atuais.

Passando para a lateral, a linha de cintura é mais baixa do que em qualquer BMW atual e os vidros podem projetar mensagens de boas vindas, ícones digitais e até um avatar do motorista. Por fim, na traseira reencontramos a solução usada na dianteira, com dois painéis digitais cumprindo as funções de lanternas.

Mas o maior destaque no exterior do novo protótipo da BMW é a sua pintura. Você se lembra do iX Flow que podia mudar de cor, entre preto e branco, mostrado pela BMW no CES do ano passado? O i Vision Dee recorre a uma evolução da tecnologia usada naquele protótipo e pode assumir uma de 32 cores diferentes ou exibir padrões diversos.

O interior do i Vision Dee também surpreende como o exterior, com a BMW imaginando um futuro sem telas no habitáculo, seja para o painel de instrumentos, seja para o multimídia, apesar da total aposta na digitalização. Para vermos a informação que queremos, a BMW aposta tudo num enorme head-up display , que se estende por todo o para-brisas. Este HUD usa um novo sistema operacional (que vai estrear em 2025) e está associado ao “BMW Mixed Reality Slider” que permite aos ocupantes escolherem qual o conteúdo digital que será exibido.

Este processo de seleção conta com cinco etapas. O condutor pode optar por uma visão mais analógica e tradicional (à moda antiga, simulando ponteiros) ou então pode adicionar informações sobre a condução, conteúdos do sistema de comunicação ou projeções de realidade aumentada. Com a informação concentrada no para-brisas e os comandos resumidos a algumas superfícies táteis (também podemos “falar” com o Dee), o desenho do interior reflete a simplificação que encontramos no exterior.

Não existem botões ou comandos físicos (exceto um na entre os bancos) e até a abertura e fechamento das portas é táctil, e os materiais estão longe daqueles a que nos habituamos a encontrar nos BMW. No lugar do couro, madeira, plástico ou metal, encontramos muito tecido.

BMW i Vision Dee e i Vision Circular

O i Vision Dee é o segundo de três conceitos com os quais a BMW vai antecipar quais serão os modelos baseados na plataforma “Neue Klasse”. O primeiro apresentado foi o i Vision Circular (esquerda).

Por enquanto, a BMW não revelou qualquer detalhe técnico do i Vision Dee, mas ao antecipar o primeiro modelo “Neue Klasse”, deverá também ser elétrico como este. O novo modelo vai estrear a sexta geração da série elétrica da BMW.

Mesmo em nível de desenho, o i Vision Dee deixa claro a futura aparência dos “Neue Klasse” que, como podemos ver neste caso, assume o formato de um sedã de três volumes, praticamente confirmando que se trata do esperado futuro Série 3 elétrico. E mais, que poderá assumir o papel de substituto da atual geração Série 3, dada à flexibilidade da nova plataforma, que também permite a aplicação de motorizações híbridas.


Compartilhe!
1716593578