Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Argo, o anfíbio de oito rodas encontrado na Rússia

Compartilhe!

Você conhece este Argo? Com certeza não. Não estamos falando do hatch da Fiat, e sim de um antigo anfíbio soviético de oito rodas, encontrado abandonado no interior da Russia. Um usuário da rede social russa VKontakte encontrou este veículo todo-terreno anfíbio de oito rodas, que data do final da década de 1950, num galpão antigo que tinha comprado nos arredores de Tcheliabinsk, na Russia, e detalhou essa descoberta à imprensa do seu país.

por Ricardo Caruso



Este exemplar foi feito pelo engenheiro Maksim Melnitchenko, que na época trabalhava na fábrica de tratores de Tcheliabinsk, e é composto por partes do GAZ-M20 Pobeda. Uma vez que Maksim era um caçador bastante ativo, que visitava com bastante regularidade florestas da região, decidiu reunir alguns colegas de trabalho para construir este veículo peculiar, dentro da fábrica de tratores.



Com peso total de 1500 kg, parece até grande, mas na verdade era relativamente compacto, com 4,5 metros de comprimento, largura de 1,9 m e altura de 1,49 m. O seu chassis foi construído em alumínio e a carroceria em duralumínio, e tem tração nas oito rodas, sendo que é possível colocar em cada lado um conjunto de lagartas.

O mais interessante na sua construção é, no entanto, o seu mecanismo de rotação articulado da carroceria, como aquele que podemos ver em tratores, com o vão da carroceria selado e recoberto por “guelras”.

As duas seções podem mudar a posição relativa em torno de um eixo vertical. É assim que ele pode contornar as curvas. Ele também pode manobrar freando as rodas de um lado, da mesma forma que o famoso trator K-700 Kirovets faz curvas. O movimento na água é garantido pela rotação das rodas.

O motor (o veículo foi encontrado sem) e a bomba hidráulica estão situados na traseira do veículo, e a única porta de acesso ao interior está na dianteira.

Para poder circular na água, o Argo está equipado com um sistema de transmissão hidrostática, e nas rodas foram incorporados motores hidráulicos compactos. A transmissão hidrostática transmite energia mecânica rotacional do eixo do motor para as rodas sem o uso de uma caixa de engrenagens ou de transferência.
Ao invés disso, trabalho com um fluido, cuja força e direção de fluxo são reguladas por uma bomba hidráulica. Nos cubos das oito rodas estão instalados motores hidráulicos compactos que convertem o fluxo do fluido em trabalho mecânico.

E isso é tudo que se sabe desse curioso e único Argo…

O Argo, abandonado. Por muito pouco não foi para o ferro-velho…

Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español