CarrosSlide

A Jeep homenageia o passado no “Easter Jeep Safari 2024”

Compartilhe!


Com o início do tradicional evento “Easter Jeep Safari” (na sua 58º edição), a Jeep dá sequência à sua tradição de criar modelos conceitos para os entusiastas se deliciarem. Assim, a Jeep apresentou quatro conceitos para o evento deste ano, incluindo dois Wrangler modificados, um Gladiator e um Grand Wagoneer. Cada conceito faz fortes referências ao passado de várias maneiras, ao mesmo tempo que coloca foco nas tendências de consumo atuais. Eles estarão em exposição e percorrerão as 39 trilhas do evento, que acontece em Moab, Utah. 

da Redação

Conceitos do Jeep Safari de Páscoa 2024

Ver tudo

Conceito do Jeep Willys Dispatcher

Conceito do Jeep Willys Dispatcher

Este off-road retrô celebra as raízes Willys da Jeep com um toque do acabamento em estilo americano pós-Segunda Guerra Mundial. A base é o híbrido plug-in Jeep Wrangler Rubicon 4xe, mas está muito longe dos SUVs eletrificados que os consumidores compram nas concessionárias.

Por baixo, os eixos foram trocados por robustos Dana 50 na frente e atrás com diferencial 4,70:1 nos dois. A esses eixos são parafusados ​​​ rodas de aço personalizadas aro 16 com aparência vintage, pintadas de branco brilhante. A equipe de técnicos da Jeep calçou essas rodas em pneus Super Traxion de 36 polegadas, que são altos, estreitos e com ombros largos. Calços de de 2 polegadas (5,08 centímetros) oferece maior distância ao solo. 

Para completar o visual exterior clássico, o capô tem a marca Willys estampado nas laterais, como os primeiros jipes militares. Ambos os pára-choques foram substituídos por unidades de aço personalizadas com extremidades encurtadas e apresentam o que é conhecido como “ganchos de helicóptero”, que os helicópteros prenderiam para transportar jipes pelo ar. Um guincho Warn 8274 Classic fica na frente caso as coisas fiquem um pouco mais complicadas durante o off-road.

O exterior é pintado de verde “Element 115” e contrasta com a moldura do pára-brisa e barras de proteção em preto brilhante. No interior, a Jeep reformulou os bancos com couro envelhecido e tecidos contrastantes em formato de “houndstooth” (uma espécie de “zig-zag”); o acabamento do painel também recebeu esse tecido. Para um visual mais militar, os encostos de cabeça foram removidos e o carpete foi substituído por um piso de vinil da “Jeep Performance Parts”.

Conceito Jeep Low Down

Conceito Jeep Low Down

A Jeep disse que o conceito Low Down marca uma celebração do motor V8. Ele combina desenho retrô inspirado em corridas com bom desempenho. O Low Down combina velocidade, ruído e eficiência. Para isso, é baseado no Jeep Wrangler Rubicon 392 com seu motor 6.4V8.

A Jeep reforçou a suspensão deste conceito com eixos Dana 60 dianteiros e traseiros com relação 5,38:1 em ambos. De resto, a suspensão permanece original, mas todo o “pacote” roda alto graças aos pneus BFGoodrich Krawler de 42 polegadas montados em rodas de 20 polegadas com capacidade de beadlock (bordas dos aros parafusadas, para permitir rodar com menos pressão nos pneus). Entre os pneus enormes e os pára-choques robustos, o ângulo de ataque e saída “é quase nada”, de acordo com a equipe da Jeep.

O exterior pretende evocar “lembranças de carro de corrida”, disse a Jeep, com pintura “Candy Apple Red”, pára-lamas de fibra de carbono de grande vão livre e personalizados, remoção de maçanetas traseiras e capô de fibra de carbono com domo que permite a vista do motor.

O interior é coberto por uma meia capota vermelha, translúcida e personalizada, e o assoalho foi revestido com “Rhino Liner”, material semelhante ao usado nos protetores de caçamba. A Jeep retirou a tela touchscreen do Wrangler para deixar o interior mais focado para o motorista. “O escapamento tem duas configurações, Alta e Desagradável, que é toda a diversão que que você precisa”, disse a Jeep. O sistema de áudio foi excluído, porque “o motor é o entretenimento necessário”. 

Conceito Jeep High Top

Conceito Jeep High Top

Visando o desempenho que se espera de um jeep, o conceito High Top começa tendo como base um Gladiator Rubicon que tomou um banho de loja na “Jeep Performance Parts”.

Em nome da capacidade aprimorada, a Jeep trocou os eixos originais pelos Dana 60 com diferencial 5,38:1. A picape funciona com suspensão pneumática AccuAir, que pode ser ajustada rapidamente. Os enormes pneus todo-terreno BFGoodrich K03 de 40 polegadas envolvem rodas Grenade Crawl pretas com borda prateada de 18 polegadas com beadlock. Para envolver esses pneus, foram adicionados pára-lamas da Jeep Performance Parts, o que marca a primeira vez que a marca os coloca em um Gladiator. Os fãs notarão que esses itens já foram usados ​​​​em Wrangler no passado.

O motor 3.6V6 descansa sob o capô e está conectado à transmissão automática de oito velocidades do Gladiator.

O exterior traz um visual dos J10 dos anos 1970 e 1980, com esquema de pintura em preto e “Ginger Snap”. Os “jipeiros” mais atentos lembrarão que uma cor de tinta semelhante, originalmente chamada de “Ginger Poly” ou “Golden Ginger”, existia nos J10 naquela época. Os grafismos retrô em dois tons enfeitam um capô preto da Jeep Performance Parts.

O pára-choque dianteiro “AEV RX” foi modificado para não afetar o ângulo de visão da câmera frontal. Os trilhos da “Rock Slide Engineering” protegem as laterais da picape e funcionam como degraus -de assistência elétrica- para ocupantes mais baixos conseguirem entra no Jeep.

No interior, os bancos personalizados apresentam couro acolchoado da “Alea Leather” e há um suporte da Jeep Performance Parts no alto do painel. Isso permite que GoPro, iPad, smartphones e outros dispositivos eletrônicos sejam montados facilmente para facilitar as aventuras do dia. A caçamba tem um sistema de armazenamento “Decked” para equipamentos de trilha e pode ser trancada.

Conceito de Jeep Vacationeer

Conceito de Jeep Vacationeer

A Jeep está finalmente pronta para dar às pessoas o que elas mais querem: acabamento -mesmo que discreto- em madeira na lateral de um Wagoneer. Bem, algumas pessoas… Baseado no Grand Wagoneer Series III , o Vacationeer homenageia a herança do nome enquanto busca a nostalgia no corações dos fãs da marca.

O enorme conceito Wagoneer recebe uma elevação de 3 cm na suspensão e usa rodas brancas “701 Method Racing” de 18 polegadas. O Jeep é calçado com pneus BFGoodrich Mud Terrain de 35 polegadas, mas foram instalados pára-lamas personalizados na cor da carroceria para abrir um pouco as bordas dos para-lamas. Placas protetoras dianteiras e traseiras personalizadas, painel frontal revisado com luzes off-road de LED e um guincho Warn na frente completam as mudanças externas.

A pintura verde contrasta com o revestimento protetor branco do teto. Um rack personalizado fica no alto do SUV com iluminação auxiliar e uma barraca “RedTail Skyloft”. A principal característica do visual é a fina faixa de veios de madeira que adorna as laterais do conceito Vacationeer. Na verdade é um adesivo inspirado nos painéis de madeira dos Wagoneer dos anos 1960 e 1970, e não nos painéis de madeira, grandes, dos anos 1980; o adesivo é texturizado para parecer madeira. 

No interior, os bancos revestidos de couro “Tupelo” apresentam inserções em xadrez projetadas pelo estilista Kiel James Patrick. Essas inserções apresentam minúsculos desenhos com pequenos TJs, CJs e JTs escondidos no padrão xadrez. Os bancos da segunda e terceira filas e o teto solar da segunda fila foram removidos. Isso deixa mais fácil acesso à barraca no teto pelo interior do Vacationeer. A Jeep revestiu o chão com “Rhino” para facilitar a limpeza e até colocou um conjunto de malas vintage dentro do Vacationeer para garantir aquela sensação old-school tão desejada.


Compartilhe!
1713370696