CarrosSlide

LB744: Lamborghini continua revelando seu supercarro, híbrido V12 de 1000 cv

Compartilhe!

Lamborghini continua a revelar o seu futuro 12.1 cv V015 híbrido plug-in

Depois da despedida do Lamborghini Aventador e do motor V12, resta à marca apenas olhar para o futuro. Mas isso não é uma coisa ruim, pelo contrário, pois o cenário não é exatamente decepcionante. Aos poucos a marca vai revelando os detalhes do Lamborghini LB744, sucessor do Aventador.

por Marcos Cesar Silva

A próxima geração do esportivo italiano contará com um sistema híbrido plug-in, que inclui um novo motor 6.5V12, nova caixa de câmbio de dupla embreagem e oito velocidades, uma bateria de íons de lítio e um trio de motores elétricos. A potência combinada é de 1.015 cv, transmitidos para ambos os eixos.

O supercarro será baseado em um chassi monobloco recém-desenvolvido, feito todo de fibra de carbono. Inspirada na indústria aeronáutica, a chamada “monofuselagem” reduzirá o peso do carro em 10% em relação ao seu antecessor. Além disso, a rigidez torsional aumentou 25%. Será o “primeiro supercarro” com estrutura frontal feita toda de fibra de carbono.

Na traseira, a Lamborghini usa ligas de alumínio de alta resistência. São duas fundições ocas para as torres de amortecedores e suspensão. Eles são integrados em um único componente para reduzir o peso, aumentar a rigidez e reduzir as linhas de soldagem. O regime foi necessária para compensar o peso adicional do trem de força híbrido.

A Lamborghini se refere ao motor 6.6V12 aspirado com o código interno L545, explicando foi “profundamente reformulado”. Graças a isso, oferece maior potência e menor peso. As mudanças incluem coletores de admissão de ar redesenhados, um novo sistema de combustão com taxa de compressão mais alta e dinâmica de gases de exaustão aprimorada.

Como resultado, o motor V12 produz 825 cv a 9.250 rpm e 72,5 mkgf de torque máximo a 6.750 rpm. De fato, é o motor de 12 cilindros mais potente que já saiu da fábrica da empresa. Para comparação, estamos falando de 55 cv a mais do que um Aventador SVJ, e peso 17 kg menor (218 kg no total).

A faixa vermelha do contagiros está a nada menos que 9.500 rpm.

O V12 mantém sua posição central, mas foi girado 180 graus no novo design. É combinado com três motores elétricos de fluxo axial arrefecidos a óleo. Dois estão localizados no eixo dianteiro e um na traseira. Eles são colocados sobre a nova transmissão de dupla embreagem e oito velocidades, o que aumenta significativamente a dinâmica do conjunto.

Enquanto o V12 canaliza sua potência para as rodas traseiras, os motores elétricos o tornam um supercarro de tração nas quatro rodas com sofisticadas capacidades de aplicação de torque. Logicamente, estes motores também acionam as quatro rodas no modo elétrico, e cada um fornece 150 cv e pesa 18,5 kg.

Deve-se notar que os motores elétricos do eixo dianteiro desenvolvem em conjunto 35 mkgf de torque, enquanto o traseiro apenas 15 mkgf. O que não sabemos são as curvas do torque combinado, que acompanham os 1.015 cv de potência. Os motores elétricos aumentam a entrega de potência em baixas rotações e também reduzem as emissões de CO2 em 30% em comparação com o Aventador Ultimae.

Especial atenção foi dada à “musicalidade” do novo motor L545 para enfatizar a disposição do motor, melodioso em baixas rotações e depois aumentando para um crescendo harmonioso natural.

Além disso, o Lamborghini LB744 está equipado com uma bateria específica de iões de lítio de alta potência (4500 W/kg) localizada dentro do túnel central. Isso mantém o centro de gravidade o mais baixo possível e garante distribuição de peso ideal. A bateria é protegida por uma camada estrutural inferior e está conectada aos motores elétricos dianteiros, ao motor elétrico traseiro e a uma unidade de carregamento integrada. Ela tem 1,55 metros de comprimento, 30,1 cm de altura e 24 cm de largura.

Além disso, contém células do tipo “saco”, com capacidade total de 3,8 kWh. Quando a carga chega a zero, ela pode ser recarregada tanto em uma tomada de corrente alternada doméstica comum quanto com em um carregador de até 7 kW. Ele recarrega totalmente nesse caso em apenas 30 minutos. Ele também pode ser recarregado com frenagem regenerativa das rodas dianteiras ou diretamente do motor V12 em apenas seis minutos.

A nova caixa de câmbio de oito velocidades está posicionada transversal atrás do motor longitudinal V12, para abrir espaço no túnel para a bateria que alimenta os motores elétricos. É extremamente compacto: tem apenas 56 cm de comprimento, 75 cm de largura e 58 cm de altura. O peso total do câmbio é de apenas 193 quilos.

Além disso, ele tem uma função de “redução contínua” que reduz várias marchas, mantendo para isso pressionado o comando do lado esquerdo. Em particular, não há marcha à ré no novo carro, e o trio de motores elétricos cuida de move-lo para trás. 

O novo modelo top de linha da Lamborghini será apresentado revelado “em breve”. Então, fique ligado nas atualizações…


Compartilhe!
1713128250