Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Os brasileiros e Frank Williams, o último romântico da Fórmula 1

Compartilhe!

Sir Frank Williams foi o chefe de equipe com maior longevidade na história da Fórmula 1, estando por mais de 50 anos à frente da equipe que fundou e que levava seu nome. Frank Williams nasceu em 16 de abril de 1942, em South Shields, na Inglaterra e se interessou pelos automóveis e velocidade após andar no Jaguar XK150 de um amigo, nos anos 1950.

Hamilton pays emotional tribute to Frank Williams


por Ricardo Caruso

A Fórmula 1 está de luto com a perda de Frank Williams no último domingo (28). Fundador da Williams, uma das maiores escuderias da categoria, o inglês chegou a ser mecânico e piloto antes de criar sua própria equipe e se tornar um dos mais importantes nomes da história da modalidade.

Os seis pilotos brasileiros da Williams

O Brasil foi figura marcante na história de Frank Williams, e no total foram seis pilotos brasileiros que correram para a equipe inglesa. Confira:

Carlos Pace - 1972. - German GP - Team Williams Motul - March 711 | Carros  de família, Formula 1, Subaru

Jose Carlos Pace – Pace estreou na Fórmula 1 com a equipe de Frank Williams, quando ele ainda alugava surrados carros de outras equipes da categoria. Foram 11 GPs em 1972, tendo como melhor colocação um 5º lugar no GP da Bélgica.

Camiseta Williams 1987 Nelson Piquet F1. – Clube Retro

Nelson Piquet – Piquet pilotou para a equipe Williams nas temporadas de 1986 e 1987. No primeiro ano, disputou o título até a última prova, mas terminou em 3º lugar na classificação. No ano seguinte, conquistou o seu terceiro títulor na Fórmula 1. O título com a Williams veio depois de uma disputa interna com seu companheiro, o inglês Nigel Mansell. Nelson Piquet foi o único brasileiro a conquistar um título com a Williams.

1983: o ano dos testes na F-1 - A história de Ayrton Senna

Ayrton Senna – Senna fez seu primeiro teste com um carro de Fórmula 1 com uma Williams, em um treino no circuito de Donington Park, Inglaterra, em 1983. Depois, em 1994, 11 anos mais tarde, Senna foi contratado pela Williams, mas faleceu logo no início da temporada. Por irononia do destino, primeiras e últimas voltas de Ayrton Sennana categoria foram com um carro da Williams…

O talento que Deus me deu me atrapalhou", avalia Pizzonia

Antonio Pizzonia – Pizzonia fez nove provas com a Williams entre as temporadas de 2004 e 2005, tendo como melhores resultados quatro 7os. lugares. Ele foi também piloto de testes da equipe.

Última corrida de Rubens Barrichello na F1 foi diante da torcida brasileira  em Interlagos | f1 memória | ge

Rubens Barrichello – Rubinho correu duas temporadas com a equipe Williams, 2010 e 2011. Os melhores resultados na equipe foram um 4º (GP da Europa) e um 5º lugares (GP da Grã-Bretanha), em 2010. A temporada de 2011 acabou sendo a última do piloto brasileiro na categoria. e dirigindo um carro da equipe, fez seu 326o. em Interlagos naquele ano.

Bruno Senna garante estar relaxado para a estreia como piloto da Williams |  SUPERFC

Bruno Senna – Bruno levou po sobrenome Senna de volta para a Williams em 2012, quando correu o campeonato pela equipe. Foram 20 GPs, sendo como melhor resultado a 6ª posição no GP da Malásia. Senna disputou sua última prova na categoria com uma Williams no GP do Brasil daquele ano.

Williams foca no desempenho e contrato de Massa fica para "mais tarde"

Felipe Massa – Massa foi o último piloto brasileiro a correr na Fórmula 1 até os dias de hoje, com suas quatro temporadas finais na Williams. Sua estreia na equipe aconteceu em 2014, e foi até 2017, quando encerrou sua carreira. Massa conquistou 4 pódios com 3os. lugares, entre eles o GP do Brasil de 2014.


Após uma curta carreira como piloto e mecânico, em 1966 Frank fundou a Frank Williams Racing Cars para competir na Fórmula 2 e Fórmula 3, com pilotos como Piers Courage. Posteriormente, Frank adquiriu um chassis da Brabham com motor Ford-Cosworth DFV para competir na temporada de 1969 da Fórmula 1, ainda com o piloto Piers Courage, que conseguiu duas vezes chegar em segundo lugar.

Em 1970, Frank entrou numa curta parceria com Alejandro de Tomaso, mas esta iria terminar pouco depois, com a morte de Courage. Em 1971, competiu com um chassis da Matra, tendo como piloto Henri Pescarolo.
O ano de 1972 foi marcado pela produção do primeiro carro próprio da Williams, o Politoys FX3, com o desenho a cargo de Len Bailey. No entanto, Pescarolo destruiu o carro logo na primeira corrida. A empresa ficou numa situação difícil e seria adquirida, em 1976, por Walter Wolf, fazendo com que Frank Williams saísse do negócio em 1977, junto com Patrick Head. Os dois adquiriram uma antiga fábrica de tapetes e formaram ali a Williams Grand Prix Engineering.

A primeira vitória ocorreu no GP da Inglaterra, no circuito de Silverstone, com o piloto Clay Regazzoni, e o primeiro título de construtores veio em 1980, assim como o de pilotos, com Alan Jones. De 1981 a 1997 a equipe venceu seis títulos de pilotos e 113 GPs. Durante este período, a Williams ficou marcada com a morte de Ayrton Senna, no GP de San Marion, em Imola, naquele trágico 1o. de 1994.

Em março de 2012, Frank anunciou que iria passar a responsabilidade da equipe para a sua filha Claire Williams, e em setembro de 2020 a Williams foi vendida à Dorilton Capital. No total, a Williams conseguiu nove títulos de construtores na Fórmula 1.

Ayrton Senna: Frank Williams se Sente Culpado Pela Morte de Ayrton Senna e  Pede Perdão a Adriane Galisteu

Frank Williams foi sempre uma pessoa icônica na Fórmula 1 (no mesmo nível de Ken Tyrrell ou Colin Chapman), sendo conhecido por andar de cadeira de rodas desde o seu acidente em uma estrada, em março de 1986, que o deixou tetraplégico. Infelizmente, no dia 28 de novembro de 2021, Frank Williams faleceu, aos 79 anos, após dar entrada no hospital dias antes

.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español