Primeiro Peugeot elétrico é de 1941

Compartilhe!

Hoje, todos os principais fabricantes de automóveis estão trabalhando no desenvolvimentos de carros elétricos. Mas esta não é uma tendência totalmente nova, pois no inicio dos anos 1920 existiam cerca de 300 marcas de carros elétricos no mundo. Por isso, mesmo com o longo hiato provocado pelos motores de combustão, a maioria das grandes marcas tem em seus currículos longas histórias de carros elétricos. Exemplo: o primeiro carro elétrico da Peugeot foi apresentado em 1941, em plena Segunda Guerra Mundial. 

por Ricardo Caruso

Peugeot VLV 1941–45 pictures

Como vimos, os carros elétricos existem há muito tempo. Enquanto o Benz Patent-Motorwagen movido a gasolina foi criado em 1885, o inventor francês Gustave Trouvé apresentou seu carro elétrico de três rodas quatro anos antes, em 1881. E o primeiro carro a romper a barreira dos 100 km/h foi um elétrico, o La Jamais Contente, dirigido por Camille Jenatzy em 1898.

Photos of Peugeot VLV 1941–45

Os carros elétricos eram muito populares no início do século XX. Os veículos movidos a vapor exigiam muito trabalho e os carros com motores de combustão interna sofriam grande desvantagem: a falta de partida elétrica. O perigo de quebrar um braço ao tentar ligar um motor “teimoso” tornava os carros elétricos bastante atraentes para os consumidores.

Images of Peugeot VLV 1941–45

No entanto, conforme a rede rodoviária se tornou mais desenvolvida, as pessoas começaram a pensar em viagens mais longas em seus automóveis. Os carros elétricos tinham baixa autonomia naquela época, e nem todas as casas tinham eletricidade. Mas, como a partida elétrica se tornou mais difundida na década de 1920, os carros elétricos e a vapor foram deixados de lado, inciando a”era da gasolina”, impulsionada pelo descobrimento de petróleo no Texas.

Peugeot VLV 1941–45 images

Avançamos algumas décadas na história, e nenhum grande fabricante de automóveis francês estava fabricando carros elétricos. Na verdade, a eclosão da Segunda Guerra Mundial colocou o desenvolvimento de todos os carros em espera. Em 1940, a França se rendeu à Alemanha mas, em 1941, a Peugeot decidiu lançar seu primeiro carro elétrico. Bem no meio da Segunda Guerra Mundial.

Images of Peugeot VLV 1941–45

Naquela época, os franceses na verdade sonhavam com a liberdade, não com carros elétricos. Nenhuma outra empresa automotiva francesa estava desenvolvendo veículos elétricos, mas a Peugeot realmente viu a oportunidade; um carro elétrico barato era a maneira de contornar as restrições de combustível impostas a usuários não militares. A Peugeot nunca planejou vender muitos deles, mas era uma maneira de manter a fábrica ocupada e construir algo que pelo menos alguns franceses considerassem útil.

Pictures of Peugeot VLV 1941–45

E assim, em 1941, a Peugeot começou a construir o “Voiture Légère de Ville” (carro urbano leve), mais conhecido como VLV. Era um conversível de dois lugares com 2,67 metros de comprimento e 1,21 m de largura, alimentado por quatro baterias de 12 volts instaladas na dianteira. E era leve, com apenas 350 kg, sendo que 160 kg disso era o peso das baterias.

O Peugeot VLV era um carro elétrico muito simples, mas ainda tinha uma carroceria elegante. Na verdade, parecia um triciclo, porque as rodas traseiras eram montadas muito próximas umas das outras. Essa construção permitia dispensar o diferencial. No entanto, é possível dizer que este carro foi construído com um orçamento reduzido, pois havia apenas um farol e o interior era incrivelmente espartano.

No que diz respeito ao desempenho, não se pode esperar muito do carro elétrico de 1940. O Peugeot VLV podia chegar aos 36 km/h. Com uma carga completa, tinha 75-80 km de autonomia, o que não é tão ruim.

A Peugeot fabricou os VLV até o início de 1945. No total, 377 carros Peugeot VLV foram produzidos.


Compartilhe!
简体中文 简体中文 English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano 日本語 日本語 Português Português Español Español