Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Renault Twingo dá adeus depois de 29 anos

Compartilhe!

Depois de 29 anos de existência, a linha Twingo, da Renault, chega ao fim. A confirmação foi dada pelo chefão da marca, Luca de Meo. Mas não se preocupe. A marca francesa tem planejados outros carrinhos urbanos elétricos, com especial atenção para o novo Renault 5.

por Ricardo Caruso

The Twingo Turns 20 - The Truth About Cars

Fica assim confirmado que a terceira e atual geração do Twingo, que ganhou versão 100% elétrica em dezembro de 2020, será a última. “A Renault vai deixar o segmento”, disse de Meo. “Tornou-se muito difícil rentabilizar um modelo de 3,60 metros de comprimento”.

Renault Twingo I 1993 - 2007 Hatchback 3 door :: OUTSTANDING CARS
Este é o Twingo 2, facelift do primeiro modelo.

O Twingo foi lançado em 1992 como uma carro pequeno, econômica e versátil, tendo obtido bastante sucesso em todos os mercados onde foi comercializado. Foram produzidas perto de 2,6 milhões de unidades da primeira versão, que além das características de praticidade, apresentava desenho pouco comum para os anos 1990, além de bom espaço interno.

Blog Continue: Eis o Twingo II reestilizado
O Twingo II, segunda geração do pequeno Renault. Foi lançado em 2007 e usava a plataforma do Clio.

Na sua segunda geração, o Twingo surgiu com visual renovado, mais moderno e menos extravagante, e fez sucesso, com 900.000 exemplares vendidos. Agora o Twingo está na sua terceira geração e vendeu cerca de 2.000 unidades na França durante o mês de dezembro.

Renault Twingo III
Não é o Fiat 500, é o Twingo da terceira e atual geração: mesma plataforma do Smart Forfour.

Luca de Meo explicou que “é uma pena abandonar este tipo de modelo, mas os carros pequenos com motores térmicos vão desaparecer logo, devido às novas regras do jogo”. Estas novas regras são uma referência à Euro 7, norma europeia que vai entrar em vigor para reduzir as emissões de carbono já em 2025, e que poderá ditar o fim dos motores a combustão.

Como resposta para esta nova realidade, a Renault já tinha anunciado, no seu plano estratégico recém apresentado, que pretende ter a sua linha constituída em 65% de modelos elétricos e híbridos já em 2025.

Renault Twingo Z.E elétrico para enfrentar o VW e-Up!
Twingo Z.E.: elétrico, lançado no ano passado.

Entretanto, dois novos carros pequenos poderão substituir o Twingo no Grupo Renault: o novo Renault 5 elétrico, já anunciado, e o Spring, o Kwid elétrico com a marca Dacia, com lançamento agendado para o segundo semestre deste ano.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español