Classic CarsSlide

Plymouth Cuda “Rapid Transport” 1970 reaparece depois de 53 anos e vai a leilão

Compartilhe!

 O Plymouth Barracuda foi lançado pela Chrysler em 1o. de abril de 1964, para disputar mercado na categoria dos pony cars e assim rivalizar com o Ford Mustang, que havia começado a ser fabricado em 9 de março daquele mesmo ano (as entregas começaram em 14 de abril), prometendo ser um sucesso. E realmente o Mustang foi algo estrondoso na história do automóvel. No caso do Barracuda, a geração de maior sucesso foi a terceira e última, lançada em 1970, com base na plataforma Chrysler E-body, compartilhada com o Dodge Challenger. Dessa terceira geração, a versão mais esportiva era batizada de Plymouth Cuda.

por Ricardo Caruso



O carro que AUTO&TÉCNICA mostra aqui é o Plymouth Cuda 440 “Rapid Transport” 1970, um dos quatro construídos para integrar a caravana “Rapid Transport System” da Plymouth, que percorreu os Estados Unidos entre 1970 e 1971, para promover as virtudes da marca. Todos os quatro carros foram desenhados e personalizados por Harry Bradley, então desenhista dos primeiros Hot Wheels, vendidos entre 1967 e 1968. No caso específico dos Cuda, os modelos foram construído à mão por Chuck Miller, com as alterações promovidas nas carrocerias feitas em chapa.



Em nível mecânico, esta unidade das fotos está equipado com motor 440V8 original, de 385cv, com caixa de câmbio automática TorqueFlite (abaixo).

Após o evento para o qual foi criado, esta unidade ficou bem guardada e escondida durante mais de 50 anos, e mesmo quem sabia a sua localização e tentava fazer uma oferta não conseguiu seduzir o proprietário. Os outros três exemplares foram adquiridos pelo colecionador Steven Juliano na década de 1990, mas ele nunca conseguiu adquirir este Cuda para completar a sua coleção.

Agora, passados esses 50 anos, o Plymouth Cuda 440 Rapid Transport, com número de série 100005, irá finalmente ser vendido em leilão, sem nunca ter sido restaurado e no estado em que se encontrava após a maratona de exposições; no odômetro marca apenas 967 milhas rodadas, cerca de 1.500 km. Se você está com a conta bancária recheada e não sabe onde gastar seus milhões, o leilão será feito pela Mecum no próximo dia 20 de maio, em Indianapolis, e o valor de venda está estimado entre US$ 500 mil e 750 mil.


Compartilhe!
1720986156