Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Renault 2020: os novos Sandero, Logan e Stepway

Compartilhe!

 
A Renault apresentou a linha 2020 do Logan e Sandero, modelos que chegaram com alguns retoques de estilo, novas versões e a estreia da transmissão CVT com simulação de seis marchas. Além das mudanças na dianteira, o Sandero recebeu novas lanternas traseiras, mais modernas e que se estendem na tampa. As versões CVT têm a suspensão elevada em 40 mm, como acontece com o no Stepway, rodas de 16 polegadas (de aço com calotas ou de alumínio) e molduras nos arcos dos para-lamas.
 
É perceptível a evolução dos carros da Renault no Brasil ano após ano, o que indica o incansável trabalho de engenhara da marca. Um longo e reconhecido processo de maturação, que explica os 10,% de participação no mercado. Com uma trajetória de sucesso no Brasil, Sandero, Logan e Stepway na linha 2020 chegam ao mercado com atualização no visual, mais conforto e mais segurança, que se unem às qualidades reconhecidas como bom espaço interno,  robustez e baixo custo de manutenção.  
 
Com desenho refrescado, desenvolvido pelo Renault Design Center São Paulo, Sandero, Logan e Stepway (que deixou de se chamar Sandero Steway) têm novos para-choques dianteiros e uma nova assinatura luminosa com luzes diurnas de LED, no formato de “C” ao redor dos faróis, que alonga a dianteira e faz com que os modelos sejam reconhecidos à distância. Alinhada com a nova identidade mundial da marca, a grade agora traz detalhes cromados. Sandero e Stepway também têm novas lanternas traseiras de LED, com novo formato que invadem a tampa do porta-malas, dando personalidade e dinamismo aos modelos.

 
O interior de todos os modelos é composto por novos materiais, o teto agora é escuro, o que dá a sensação de um ambiente mais sofisticado. As portas têm acabamento em tecido ou couro sintético, dependendo da versão. O volante em couro tem detalhes em cromo anodizado, dando um toque de esportividade.  Os bancos também são novos e têm outros padrões de revestimentos em todos os modelos, com estilo mais moderno e minimalista. São mais largos e com espumas mais espessas em um formato que garante melhor conforto e ergonomia.A mais importante novidade mecânica é que Sandero, Logan e Stepway com motor 1.6 SCe passam a ter versões com o novo câmbio automático CVT X-Tronic, que agrada aqueles que buscam conforto na condução do dia a dia, principalmente no trânsito urbano. Como este câmbio não tem trocas de marchas (simula seis velocidades), a condução é sempre suave.
 
No quesito segurança, todas as versões de Sandero, Logan e Stepway trazem de série quatro airbags (dois frontais e dois laterais), além de duas fixações Isofix para cadeirinhas infantis no banco traseiro e estrutura da carroceria reforçada. As versões equipadas com o câmbio CVT X-Tronic, e também a esportiva R.S. 2.0, oferecem, ainda, controle eletrônico de estabilidade (ESC) e assistente de partida em rampas (HSA). Todas as versões com câmbio CVT X-Tronic trazem ainda de série rodas de 16 polegadas e novos detalhes externos, como as molduras plásticas nas bordas ds para-lamas, que os diferenciam das versões com câmbio manual. 
 
Sandero, Logan e Stepway são equipados com o Media Evolution, nova central multimídia com   tecnologia Android Auto e Apple Carplay, permitindo usar aplicativos como Spotify, Waze, Google Maps (Android Auto) e áudios de Whatsapp na tela de sete polegadas touchscreen capacitiva, que oferecem melhor precisão do toque. O Media Evolution ainda traz as funções Bluetooth, câmera de ré (em algumas versões), Eco Scoring e Eco Coaching –que ajudam o motorista a economizar combustível auxiliando na maneira de dirigir– acessadas direto no carro. Outra novidade em todas as versões é a chave tipo “canivete”, com comando de abertura e fechamento das portas.  
 
Saem de cena as nomenclaturas Autentique, Expression e Dynamique para darem lugar a Life, Zen, Intense e a inédita Iconic (essa apenas para Logan e Stepway). A nomenclatura das versões passa a seguir a mesma usada globalmente pela Renault, e os motores são os 1.0 SCe, de três cilindros e 1.6 SCe.
 

SANDERO

Desde que foi lançado no Brasil, o Sandero foi bem aceito no mercado pelos maiores espaço interno e maior porta-malas da categoria, além de  robustez. Agora na linha 2020, o hatch manteve estas qualidades, mas ganhou mais sofisticação, itens de conforto e segurança.

O Sandero tem o maior comprimento (4.070 mm), o maior entre-eixos (2.590 mm) e o maior porta-malas da categoria (320 litros). Essas medidas garantem que cinco passageiros tenham conforto a bordo e ainda espaço para acomodar a bagagem.

GALERIA DE FOTOS SANDERO

O Sandero na linha 2020 tem opções para todas as necessidades. O  modelo é oferecido nas versões: Life (com motor 1.0 SCe e câmbio manual), Zen (com motor 1.0 SCe ou 1.6 SCe e câmbio manual ou CVT X-Tronic), Intense (com motor 1.6 SCe e câmbio CVT X-Tronic) e R.S. 2.0 (com motor 2.0 e câmbio manual de seis marchas).

Primeiro lançamento mundial da Renault realizado no Brasil e historicamente o veículo mais vendido da marca no País, no ano passado o Sandero atingiu a marca de 1 milhão de unidades produzidas aqui. Mais de 10 anos após seu lançamento, o carro continua um grande sucesso no mercado nacional. O Sandero está entre os veículos mais vendidos do mercado, com mais de 660 mil unidades comercializadas no Brasil. O Sandero participa do segmento de hatch compacto que é o mais importante do País, com 40% das vendas de automóveis no Brasil.

Lançado no Brasil em 2007, o Sandero passou por trabalhos de desenvolvimento foi realizado por designers e engenheiros sediados aqui. Em 2011, o veículo recebeu um facelift, passando a contar com desenho mais moderno, interior mais sofisticado e novos itens de conforto. Três anos depois, chegou a nova geração. O Novo Sandero foi construído sobre uma plataforma atualizada, com nova estrutura, novo sistema elétrico, novo sistema de freios, de direção e novas suspensões, além de desenho modificado e reformulação do interior.

Ao longo desse tempo, teve várias séries limitadas como Tweed, Tech Run e Vibe. Em 2015, o Sandero ainda ganhou um sobrenome de peso, com a chegada da versão R.S. 2.0, o primeiro Renault Sport fabricado e comercializado no Brasil. A versão esportiva teve importantes mudanças mecânicas (motor, câmbio, suspensão, freios, assistente de partida em rampas e controle eletrônico de estabilidade, entre outras) e estéticas. Desenhado e desenvolvido na França pela Renault Sport, em conjunto com as equipes de design e engenharia da América Latina, o Sandero R.S. 2.0 é um legítimo esportivo. Essa versão se destaca por sua capacidade de proporcionar sensações esportivas desde o primeiro toque no acelerador, além de muito prazer na utilização diária.

Com motor 2.0 aspirado, que entrega 150 cv e 20,9 mkgf com etanol, associado a um câmbio manual de 6 velocidades com relações curtas para maior esportividade, o “hot hatch” atinge a velocidade máxima de 202 km/h e vai de zero a 100 km/h em apenas 8 segundos.

Na linha 2020, o Sandero R.S. 2.0 traz novas rodas de 17 polegadas na cor preta e herdou características da série limitada Racing Spirit, como as pinças de freio na cor vermelha, que, junto com a nova assinatura luminosa traseira em LED, a dianteira com a lâmina  “F-1”, o spoiler preto, o duplo escapamento e os novos adesivos nas laterais com a assinatura Renault Sport, que reforçam a esportividade do modelo.

O interior também traz características herdadas da série limitada Racing Spirit, como o teto na cor preta e os bancos com faixas duplas na cor vermelha. As portas ganharam revestimento de tecido que imita fibra de carbono, ressaltando a esportividade da versão.  

Completo de fábrica, o único opcional do novo Sandero da linha 2020 é a pintura branca ou metálica. As opções de cores para o Sandero são as novas azul Iron (exclusiva do modelo) e cinza Cassiopée, além de branco Glacier, prata Étoile, preto Nacré e vermelho Vivo. Para o esportivo Sandero R.S. 2.0 as opções são vermelho Fogo, branco Glacier, prata Étoile e preto Nacré.

Confira abaixo os principais itens de série de cada versão do Sandero:

  • Life 1.0 (R$ 46.990): quatro airbags (dois frontais e dois laterais), Isofix, direção eletro-hidráulica, ar-condicionado, vidros dianteiros elétricos, travas elétricas, chave canivete e rodas de 15 polegadas.  
  • Zen 1.0 (R$ 49.990) e Zen 1.6 (R$ 55.990): todos da versão Life mais Media Evolution, comando satélite no volante, sensor de estacionamento, ajustes de altura do banco e volante, computador de bordo, alarme, vidros elétricos com “one touch”e Stop&Start (exclusivo motor 1.6 SCe manual).
  • Zen 1.6 CVT X-Tronic (R$ 62.990): todos os itens da Zen manual mais câmbio automático CVT X-Tronic, controle eletrônico de estabilidade (ESC), assistente de partida em rampas (HSA), rodas de 16 polegadas Flexwheel e molduras nas caixas de roda.
  • Intense 1.6 CVT X-Tronic (R$ 65.490): todos os itens da versão Zen CVT mais ar-condicionado automático, câmera de ré, faróis de neblina, vidros traseiros elétricos, retrovisores elétricos, piloto automático (controlador e limitador de velocidade) e rodas de liga leve de 16 polegadas diamantadas.
  • R.S. 2.0 (R$ 69.690): todos os itens da Zen manual mais assistente de partida em rampas (HSA); controle eletrônico de estabilidade (ESP), ar-condicionado automático, câmera de ré, retrovisores elétricos, vidros traseiros elétricos, piloto automático (controlador e limitador de velocidade) e rodas de liga leve de 17 polegadas na cor preta diamantadas. A pintura branca é de série.
 
LOGAN
Quando chegou ao Brasil em 2007, o Renault Logan agradou em especial pelo amplo espaço interno e robustez mecânica. Agora na linha 2020, o sedã traz mais conforto com a opção do câmbio automático CVT X-Tronic, mais segurança com os quatro airbags de série em todas as versões e um novo visual. Nas versões com câmbio CVT X-Tronic (Intense e Iconic) o sedã tem altura elevada da carroceria em 40mm e molduras nas caixas de roda que dão mais imponência ao modelo, além de rodas de 16 polegadas. O espaço interno continua sendo um dos pontos fortes do sedã e importante vantagem em relação aos competidores diretos. Cinco pessoas viajam confortavelmente, graças principalmente à boa distância entre-eixos de 2.635 mm, que supera a medida dos seus principais concorrentes. O espaço interno também é percebido no porta-malas, de 510 litros, um dos maiores do segmento.

GALERIA DE FOTOS LOGAN

Assim como no Sandero, o único opcional no novo Logan 2020 é a pintura branca ou metálica. Entre as opções de cores para o Logan estão a nova cinza Cassiopée, além de branco Glacier, prata Étoile, preto Nacré e vermelho Vivo.
 
Confira abaixo os principais itens de série de cada versão do Logan:

  • Life 1.0 (R$ 50.490): quatro airbags (dois frontais e dois laterais), Isofix, direção eletro-hidráulica, ar-condicionado, vidros dianteiros elétricos, travas elétricas, chave canivete e rodas de 16 polegadas.
  • Zen 1.0 (R$ 53.490) e Zen 1.6 (R$ 59.490): todos da versão Life mais Media Evolution, comando satélite no volante, sensor de estacionamento, ajustes de altura do banco e volante, computador de bordo, alarme, vidros elétricos com “one touch” e Stop&Start (exclusivo motor 1.6 SCe manual).
  • Zen 1.6 CVT X-Tronic (R$ 66.490): todos os itens da Zen manual mais câmbio automático CVT X-Tronic, controle eletrônico de estabilidade (ESC), assistente de partida em rampas (HSA), rodas de 16 polegadas Flexwheel e molduras nas caixas de roda.
  • Intense 1.6 CVT X-Tronic (R$ 68.990): todos os itens da versão Zen CVT mais ar-condicionado automático, câmera de ré, faróis de neblina, vidros traseiros elétricos, retrovisores elétricos, piloto automático (controlador e limitador de velocidade) e rodas de liga leve de 16 polegadas diamantadas.
  • Iconic 1.6 CVT X-Tronic (R$ 71.090): todos os itens da Intense CVT X-Tronic mais bancos de couro, sensor de chuva e sensor de luminosidade.
 
STEPWAY
 
O visual do Stepway sempre foi um dos diferenciais do modelo. A maior altura do solo –185 mm, 45 mm a mais que o Sandero com câmbio manual– facilita a condução do dia a dia, encarando as valetas, buracos e lombadas das cidades. A posição de dirigir elevada é outro destaque do modelo.
 
Agora na linha 2020, o modelo está mais robusto, com um novo para-choque dianteiro com apliques em cromado nos faróis de neblina e skis (dianteiros e traseiros) na cor prata, que reforçam ainda mais o visual SUV. As lanternas com tecnologia em LED, com máscara escurecedora, conferem estilo único ao Stepway, com assinatura luminosa exclusiva.  
 
GALERIA DE FOTOS STEPWAY

O Stepway 2020 traz novas rodas de 16 polegadas diamantadas, na cor cinza Erbe, contribuindo para o visual diferenciado do modelo.
 
Internamente, o veículo tem elementos que reforçam por meio do estilo a identidade diferenciada do modelo, como a assinatura Stepway em baixo relevo no detalhe em cromo acetinado do volante, além da identificação 3D e baixo relevo nos bancos e elementos de cor.
 
O Stepway tem motor 1.6 SCe e três versões de acabamento: Zen, com câmbio manual, Intense com câmbio CVT X-Ttronic, e Iconic, com câmbio CVT X-Tronic.
 
Lançado em 2008 como versão, um ano após a chegada do Sandero ao mercado brasileiro, o Stepway se destacava por seu alto nível de robustez. O veículo também passou pelo facelift de 2011, recebendo para-choques mais encorpados, máscaras escurecedoras nos faróis e lanternas, além da altura elevada em relação ao solo marcaram aquela versão.

 
Em 2012, o modelo ganhou a série limitada Rip Curl. Em 2014, chegou a nova geração, com um visual ainda atraente, muita versatilidade e conectividade. Com ponto forte no visual, o veículo remetia aos  SUVs e, em 2016, ganhou uma nova série limitada Rip Curl.No total, mais de 160 mil Stepway já foram vendidos. Sucesso desde seu lançamento, o veículo é hoje um dos mais vendidos entre os compactos aventureiros, com 23% de participação no segmento em 2019.
 
Assim como o Sandero e o Logan, o Stepway também vem completo de fábrica. O único opcional fica por conta da pintura branca ou metálica. O bege Dune estreia como cor exclusiva do Stepway, que também é oferecido nas cores cinza Cassiopée, branco Glacier, prata Étoile, preto Nacré e vermelho Vivo.
 
Confira abaixo os principais itens de série de cada versão do Stepway:
 

  • Zen 1.6 (R$ 61.190): quatro airbags (dois frontais e dois laterais), Isofix, sensor de estacionamento, direção eletro-hidráulica, ar-condicionado, alarme, faróis de neblina, chave canivete, rádio, Stop&Start e rodas de 16 polegadas Flexwheel.
  • Intense 1.6 CVT X-Tronic (R$ 70.990): todos os equipamentos da versão Zen mais Media Evolution, controle eletrônico de estabilidade (ESC), assistente de partida em rampas (HSA), ar-condicionado automático, câmera de ré, vidros traseiros elétricos, retrovisores elétricos, piloto automático (controlador e limitador de velocidade) e rodas de liga leve 16 polegadas bíton diamantadas.
  • Iconic 1.6 CVT X-Tronic (R$ 73.090): todos os itens da Intense CVT mais bancos de couro, sensor de chuva, sensor de luminosidade e rodas de liga leve 16 polegadas bíton diamantadas.
 
 
CÂMBIO CVT X-TRONIC 
O câmbio CVT X-Tronic proporciona conforto, especialmente para grandes centros urbanos. Um de seus diferenciais é um software de gerenciamento que dá a opção ao condutor de reproduzir seis marchas virtualmente. A transmissão CVT X-Tronic oferece, em todas as versões, a possibilidade de troca manual na alavanca de câmbio. Ao motorista, cabe posicionar a manopla à esquerda para assumir o controle. A opção traz vantagem em desempenho, especialmente nas ultrapassagens e arrancadas.
 
As acelerações do CVT X-Tronic são constantes e eficientes. O desenvolvimento desta transmissão foi baseado em três pilares: linearidade, agilidade e dirigibilidade. O efeito pode ser percebido em retomadas de velocidade ou saídas nos faróis, por exemplo. Para os passageiros, a sensação é de conforto, sem que haja qualquer tranco. Pensando no conforto, há o sistema Lock-up com Active Slip Control. Neste sistema, a polia é liberada de forma gradual para que o torque seja transmitido também de forma linear. Essa característica garante acelerações com respostas mais vigorosas e sem alternâncias, pois “segura” a polia e a solta de forma gradual para que o torque seja transmitido de forma linear e rápida.
 
MOTOR SCe
Desenvolvidos pela Renault Tecnologia Américas (RTA) e produzidos no Complexo Ayrton Senna, no Paraná, os motores 1.0 SCe e 1.6 SCe se destacam pelo desempenho e prazer ao dirigir.
 
O 1.0 SCe 12V de três cilindros tem duplo comando de válvulas variável na admissão e no escapamento, tecnologia inédita entre os motores de entrada, oferecendo 90% do torque máximo (10,5 mkgf) já a 2.000 rpm. A potência é de 82 cv com etanol.
Já o 1.6 SCe 16V de quatro cilindros traz duplo comando de válvulas variável na admissão e injetores posicionados no cabeçote, que garantem alta eficiência e bom desempenho desde as baixas rotações. A potência máxima é de 118 cv com etanol e o torque é de 16 mkgf.A Renault aproveita algum “know-how” adquirido nas pistas da Fórmula 1, para garantir a máxima eficiência de seus motores. Das pistas, por exemplo, veio a tecnologia ESM (Energy Smart Management) e a bomba de óleo com vazão variável, que reduzem o consumo de combustível.

Para potencializar o comportamento econômico, os modelos equipados com o MEDIA Evolution trazem as funções Eco-Coaching, que avalia a condução do motorista ao final de um percurso, levando em conta o momento certo para a troca de marchas, a regularidade da velocidade, o consumo e a quilometragem percorrida; e o Eco-Scoring, que orienta o condutor para dirigir de modo mais econômico.

O motor 1.6 SCe traz ainda o sistema Stop&Start, na versão com câmbio manual, que desliga o automóvel automaticamente em semáforo ou outras paradas. Este moderno sistema, muito comum em carros top de gama, garante economia de até 5% de combustível.

 


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *