Classic Cars

SAAB 92B 1954: AULA DE AERODINÂMICA

Compartilhe!

s1

Existem carros que entram para a história por causa de suas linhas esportivas, e nesse caso os italianos lideram a lista. Mas se pensarmos em veículos robustos, então estaremos falando dos alemães. Mas se a idéia é discutir um modelo que seja quase perfeito em termos aerodinâmicos, então o certo é reverenciar o Saab 92, primeiro automóvel construído pela marca sueca entre os anos 1949 e 1950.

s5

 Iniciada em 1937, com o objetivo de produzir aviões para a Força Aérea Sueca, a Svenska Aeroplan Aktiebolaget (SAAB) logo percebeu que a tecnologia adquirida no universo aeronáutico podia ser aplicada nos automóveis, depois da Segunda Guerra. Assim, a marca encarregou 15 engenheiros de projetarem um veículo motorizado, cujo objetivo mais tarde seria a sua comercialização.

s3

Claro que antes do Saab 92 nascer, teve que passar um período de planejamento, concepção e desenvolvimento. Para isso, a Saab construiu um protótipo com tração dianteira, motor transversal de dois cilindros e dois tempos e carroceria extremamente rígida, idealizada com os conceitos de segurança e fluidez aerodinâmicas bem presentes. Este protótipo, denominado de Saab 92001, foi o precursor dos automóveis Saab, ainda em 1947.

s2

Em 1949, a Saab mostrou seu primeiro automóvel. Batizado de 92, este veículo foi produzido até 1956, sendo fabricadas 20.000 unidades. Claro que do protótipo apresentado ao produto final, aconteceram várias mudanças. O ano de 1953 foi quando fizeram mais alterações no 92. O esguio Saab tinha vidro traseiro maior, para que o motorista pudesse monitorar o que acontecia na traseira por meio do retrovisor.

s4

Em relação à capacidade do porta-mala, o volumen aumentou em 32%, quando a Saab optou por instalar o estepe num plano mais baixo da carroceria, apesar de ainda se encontrar na retaguarda. A bateria, que até então ficava no porta-malas, passou para o compartimento do motor, enquanto o reservatório de combustível foi para o lado esquerdo da carroceria, sempre no porta-malas.

SAAB 92B

 Em 1954, a Saab apresentou o 92B, onde efetuou algumas melhorias. A primeira foi equipar o motor de dois tempos de 764 cm3 com um carburador Solex 32BI. A outra foi instalar um novo sistema de ignição que permitia ao motor atingir cerca de 28 cv. Também em nível estético, houve algunas novidades, e uma delas foi a substituição dos faróis por outros da marca Hella, bem mais eficientes e que não ofuscavam os outros motoristas. Curiosamente, um dos equipamentos da época mostrado pela Saab era o teto removível, mas por conta de elevado custo, poucos clientes optaram por adquirir este item. No dia 6 de Março de 1954 a Saab comemorou a produção do 10.000 92B.

 Quando se observa o Saab 92B por fora, logo notamos os conceitos de fluxos de ar. As suas linhas foram perfeitamente esculpidas, e tem origen clara nos ensinamentos retirados da aviação.

As alterações do 92B continuaram, e logo o 92B passou a sair da linha de montagem com bomba elétrica de combustível, ao mesmo tempo que eram adotadas lanternas traseiras quadradas. Entretanto, a Saab planejava mostrar o sucessor do 92B, que foi mostrado em dezembro de 1955. Era o Saab 93, que iniciou novo período da história da marca. Porém, o 93 e o 92B ainda co-existiram nas lojas da marca, já que este último cessou a sua produção em dezembro de 1956. No total, foram produzidos 20.128 unidades do modelo 92, sendo que 14.828 deles era do tipo B.

 


Compartilhe!
1716478712