Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Senna 20 Anos: começam as homenagens ao piloto

Compartilhe!

Formula One World Championship

As cerimônias de homenagem a Ayrton Senna, cuja morte completa 20 anos no próximo dia 1º. de maio, vão estender-se ao longo de cinco dias no circuito de Imola, em San Marino, onde decorreu o acidente fatal.

Foi naquele 1º. de maio de 1994 que o tricampeão mundial de Fórmula 1, talvez o maior piloto de todos os tempos, perdeu a vida na sétima volta do GP de San Marino, o terceiro daquela temporada.

Foi, também, a última vez que um piloto de F1 morreu durante uma corrida. A penúltima tinha sido na véspera: o austríaco Roland Ratzenberger também morreu naquele final de semana, durante os treinos de classificação, tragédia que acabou ofuscada pela morte de Senna, ídolo na categoria.

Em Imola são esperados pilotos do passado e do presente da Fórmula 1 para homenagear os dois pilotos que morreram naquele trágico GP. Na quarta-feira haverá um momento de recordação no pit-lane de Imola, onde depois haverá um debate sobre a evolução da segurança na Fórmula 1; no dia seguinte, quinta-feira, é a data em que se completa o 20º aniversário da morte. Outras cerimônias previstas são um jantar beneficente, corridas de kart no circuito e um jogo de futebol.

O GP de San Marino foi excluído do calendário em 2006.

Em Portugal, onde Senna conquistou sua primeira vitória, também será lembrada a data. Passados 20 anos o piloto continua a ser um ídolo com fãs em todo o mundo, e Portugal, um dos seus países prediletos, não é exceção.

Para recordar e celebrar a vida do piloto, acontecerá no próximo dia 1º. de maio, junto da Praça Ayrton Senna (antiga Praça da Maratona) do Autódromo do Estoril, uma reunião com amigos e fãs do tricampeão. Esta homenagem terá início às 13 horas, escolha simbólica que recorda a hora a que teve início a trágica corrida em San Marino.

Na última semana foi comemorado também 29 anos desde que Ayrton Senna ganhou debaixo de chuva sua primeira corrida na Fórmula 1, vitória alcançada no Circuito do Estoril, GP de Portugal de 1985.

Aqui no Brasil, uma das homenagens virá do Corinthians, seu time de coração. Para homenagear o piloto, o time do Corinthians deve entrar em campo usando capacetes com a pintura usada pelo tricampeão, contra o Nacional-AM, pela Copa do Brasil. A partida, marcada para Manaus, será realizada na próxima quarta-feira, véspera do aniversário da morte do piloto.

A ideia é que os 11 jogadores entrem no gramado na Arena Amazônia usando capacetes. As peças seriam cedidas pelo Instituto Ayrton Senna, entidade fundada pela família do piloto.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español