Ultima Hora

Stellantis vai produzir aeronaves elétricas

Compartilhe!

No passado, a Fiat produziu aviões por meio da sua divisão Fiat Aviazione, fundada em 1908 e que operou até 1969. Agora a Stellantis vai entrar nesse mercado, mais precisamente no mundo dos táxis voadores em parceria com a Archer, ficando responsável pela produção da aeronave Midnight eVTOL.

da Redação

A Stellantis anunciou no CES (Consumer Electronics Show) que vai produzir, em parceria com a Archer, a aeronave elétrica Midnight eVTOL. Um anúncio que torna a empresa na mais recente gigante da indústria automotiva a apostar nos táxis voadores; a Porsche e a Hyundai já tinham feito isso.

Em 2021 foi formada uma primeira parceria com a Archer, ainda com a FCA (pouco antes da fusão com o Groupe PSA estar filaizada dando origem à Stellantis). A parceria é agora reforçada, o que dará à Stellantis a exclusividade na produção em massa na Midnight eVTOL.

Aeronave Archer
Como o seu nome explica, a aeronave Midnight eVTOL é capaz de decolar e aterrizar de forma vertical (VTOL).

A Midnight eVTOL só deverá ganhar em 2024. Até lá a Stellantis vai trabalhar com a Archer para construir a infraestrutura de produção em Covington, na Geórgia, Estados Unidos.

Quanto às suas características, a Midnight eVTOL tem capacidade de carga prevista superior a 454 kg e pode transportar quatro passageiros e um piloto. Apesar de ter autonomia de 160 km, esta aeronave elétrica foi otimizada para viagens de ida e volta de curta distância, de cerca de 32 km, podendo recarregar em cerca de 10 minutos entre viagens.

A parceria entre a Stellantis e a Archer tem como objetivo aproveitar os pontos fortes e competências de cada uma das empresas para acelerar a chegada ao mercado da aeronave Midnight eVTOL. Caberá à Stellantis produzir em massa e com exclusividade a nova aeronave.

Se ainda restassem dúvidas sobre a aposta da Stellantis na Archer, essas ficariam dissipadas com o investimento da empresa na startup californiana: um máximo de US$ 150 milhões em capital social nos próximos dois anos, o que é pouco em se tratando de indústria automotiva.

Este capital pode ser usado pela Archer, a seu critério, em 2023 e 2024, mas estará sujeito ao alcance de determinados objetivos de negócios por parte da empresa norte-americana.

Aprofundar a parceria com a Archer como um investidor estratégico, por meio de planos de aumento da nossa participação, demonstra como a Stellantis supera os seus limites para providenciar uma liberdade sustentável em termos de mobilidade, das ruas e estradas até aos céus“. Carlos Tavares, diretor executivo da Stellantis

Segundo Adam Goldstein, fundador e diretor executivo da Archer: “O reconhecimento contínuo da Stellantis pelo progresso da Archer rumo à comercialização e a atribuição de recursos significativos para a construção da aeronave Midnight conosco coloca a Archer numa posição forte para ser líder de mercado. As duas empresas estão dando passos importantes em conjunto para concretizar uma oportunidade única para redefinir o transporte urbano”.


Compartilhe!
1716504202