Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Volkswagen não vai mais desenvolver motores a gasolina

Compartilhe!

Depois da Audi, agora é a vez da Volkswagen anunciar que vai abandonar o desenvolvimento de novos motores a gasolina e diesel. A reveleção foi feita numa entrevista do chefão da marca, Ralf Brandstaetter, tendo acrescentado que a fabricante vai focalizar apenas em atualizar os “powertrains” existentes, para torná-los compatíveis com a nova norma de emissões Euro 7, ao mesmo tempo que direciona seus esforços para a produção de veículos elétricos. 

por Marcos Cesar Silva

Embora as últimas notícias vindas de várias marcas anunciem o fim dos motores a combustão, é possível perceber que eles não irão desaparecer como num passe de mágica. No início de março, a Volkswagen anunciou que, embora queira duplicar as vendas de elétricos em 2030, também planeja continuar vendendo alguns veículos a combustão que são fundamentais em termos de vendas, como Golf, Passat, T-Roc e Tiguan.

A marca alemã afirmou que estes modelos serão fabricados buscando a maior eficiência possível, em especial sob a forma de híbridos, que permitam condução 100% elétrica. 

Brandstaetter também afirmou que os lucros obtidos pelos veículos a combustão serão direcionados para dar um impulso à produção de elétricos. A empresa tem objetivos ambiciosos até 2030, como ter 70% de suas vendas em veículos elétricos na Europa e 50% das vendas na China e nos Estados Unidos. Não foi divulgado nenhum plano nesse sentido para o Brasil.  


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español