Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

2021: as 15 marcas de automóveis mais valiosas do mundo

Compartilhe!

A consultora Interbrand apresentou o seu relatório anual das 100 marcas mais valiosas do mundo. Todos os anos a empresa norte-americana divulga esse estudo, e este ano não é exceção. Tal como aconteceu o ano passado, são 15 as marcas automóveis que fazem parte deste Top 100.

por Marcos Cesar Silva

5 carros que a Mercedes-Benz vai lançar até 2020 no Brasil - Prisma - R7  Autos Carros

São três os pilares de avaliação da Interbrand para formar esta lista: desempenho financeiro dos produtos ou serviços da marca; papel da marca no processo de decisão de compra e força da marca visando salvaguardar as receitas futuras da empresa.

São ainda tidos em conta outros 10 fatores no processo de avaliação, divididos em três grupos: Liderança, Envolvimento e Relevância. No primeiro, Liderança, temos os fatores direção, empatia, alinhamento e agilidade; no segundo, Envolvimento, temos distinção, participação e coerência; e no terceiro, Relevância, temos os fatores presença, afinidade e confiança.

Se no ano passado a pandemia afetou negativamente o valor das marcas automóveis, em comparação com o de outras marcas “não automóveis”, sobretudo as marcas tecnológicas acabaram por se beneficiar com a aceleração da transformação digital durante o último ano; em 2021 constata-se alguma recuperação desse valor perdido.

A primeira marca automóvel entre as 100 marcas mais valiosas do mundo é a Toyota, que surge na 7ª posição, lugar que mantém desde 2019. Aliás, o pódio em 2021 é uma repetição do que vimos em 2020 e 2019: Toyota, Mercedes-Benz e BMW. A Mercedes-Benz está imediatamente atrás da Toyota, sendo as únicas duas marcas de automóveis no Top 10.

A maior surpresa do ano foi a subida avassaladora da Tesla. Se em 2020 estreou neste Top 100 das marcas mais valiosas, atingindo a 40.ª posição no geral, este ano subiu até à 14.ª posição geral, sendo a 4.ª marca automóvel mais valiosa, destronando a Honda dessa posição.

Destaque ainda para a Audi e Volkswagen que ultrapassaram a Ford, assim como para a MINI, que trocou de posição com a Land Rover. Confira

  1. Toyota (7.ª na geral) — US$ 54,107 bilhões (+5% em relação a 2020);
  2. Mercedes-Benz (8.ª) — US$ 50,866 bilhões (+3%);
  3. BMW (12.ª) — US$ 41,631 bilhões (+5%);
  4. Tesla (14.ª) — US$ 36,270 bilhões (+184%);
  5. Honda (25.ª) — US$ 21,315 bilhões (-2%);
  6. Hyundai (35.ª) — US$ 15,168 bilhões (+6%);
  7. Audi (46.ª) — US$ 13,474 bilhões (+8%);
  8. Volkswagen (47.ª) — US$ 13,423 bilhões (+9%);
  9. Ford (52.ª) — US$ 12,861 bilhões (+2%);
  10. Porsche (58.ª) — US$ 11,739 bilhões (+4%);
  11. Nissan (59.ª) — US$ 11,131 bilhões (+5%);
  12. Ferrari (76.ª) — US$ 7,160 bilhões (+12%);
  13. Kia (86.ª) — US$ 6,087 bilhões (+4%);
  14. MINI (96.ª) — US$ 6,081 bilhões (+5%);
  15. Land Rover (98.ª) — US$ 5,088 bilhões (0%).

Fora das marcas de automóveis e conferindo o Top 100 geral, as cinco marcas mais valiosas do mundo de acordo com a Interbrand pertencem todos ao setor tecnológico: Apple, Amazon, Microsoft, Google e Samsung.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español