Classic CarsSlide

Acredite, o VW Golf chegou aos 50 anos…

Compartilhe!

No último dia 29 de março, foi comemorado um aniversário muito especial: o Volkswagen Golf completou 50 anos de produção. Isso mesmo, foi há 50 anos que a Volkswagen iniciou a produção em série do Golf em Wolfsburg, um carro pensado para ocupar o lugar do Fusca.

por Marcos Cesar Silva

Sem dúvida, ninguém imaginava naquele dia de março, há meio século, que este carro compacto, se tornaria o Volkswagen de maior sucesso e o carro europeu mais vendido de todos os tempos .

Até agora, desde que o primeiro Golf produzido em série em 1974 foi apresentado, vendeu mais de 37 milhões de unidades. Sucessor espiritual do lendário Fusca, do qual foram fabricadas mais de 21,5 milhões de unidades, o Golf foi desenvolvido por Giorgio Giugiaro e pela Volkswagen Design, e  teve que corresponder a grandes expectativas para continuar a história de sucesso como o automóvel de maior sucesso de todos os tempos.

As primeiras unidades do Volkswagen Golf chegaram às concessionárias em julho de 1974.

Os clientes ficaram tão impressionados com o moderno conceito de propulsão (motor longitudinal dianteiro arrefecido a água e tração nas rodas da frente), o interior modulável e o novo desenho, que em outubro de 1976, apenas dois anos após ter sido colocado à venda, o Golf já tinha acumulado a marca de um milhão de carros produzidos.

Desde o início, a fábrica da Volkswagen em Wolfsburg e os seus funcionários também beneficiaram do lançamento bem-sucedido do Golf I. Até o momento, mais de 20 milhões de Golf foram construídos somente em Wolfsburg. Os outros 17 milhões de Golf construídos até agora fora de Wolfsburg foram produzidos em outras fábricas alemãs, e ainda na Bélgica, Brasil, China, Malásia, México, Eslováquia e África do Sul.

Com o primeiro Golf GTI (1976), a Volkswagen iniciou o desenvolvimento esportivo da classe dos econômicos compactos. O Golf D (1976) e o posterior Golf GTD (1982) garantiram o surgimento do diesel no segmento. Em 1979, a Volkswagen lançou o Golf Cabriolet , que durante algum tempo foi o conversível mais vendido do mundo. Até 1983, foram vendidas em todos os continentes o total de 6,9 ​​milhões de unidades da primeira geração do Golf, incluindo todas as suas variações.

Golf I

A segunda geração foi reinterpretada pelo desenhista-chefe da Volkswagen, Herbert Schäfer, que manteve o a ideia, mas modernizou o compacto. Tecnologias como catalisador, freios ABS e tração integral fizeram sua estreia no Golf II. Entre 1983 e 1991, foram fabricadas 6,3 milhões de unidades do Golf II.

Golf II

A partir de agosto de 1991, a Volkswagen iniciou uma nova era de segurança com o Golf III. Este foi o primeiro modelo da linha de produtos disponível com airbags frontais a partir de 1992, e grandes avanços na área de desenho de carroceria também levaram a melhorias significativas em situações de colisão. Outros marcos da linha de produtos estão associados ao Golf III, que até 1997 foi produzido 4,8 milhões de vezes: por exemplo, o primeiro motor de seis cilindros (VR6), o controle de velocidade de cruzeiro (cruise control) e os primeiros airbags laterais. Pela primeira vez, este Golf também estava disponível como modelo station wagon.

Golf III

Com o Golf IV apresentado em 1997, a Volkswagen atingiu novo padrão de qualidade dentro do segmento. Ao mesmo tempo, a estreia do ESP (controle eletrônico de estabilidade) contribuiu ainda mais para disponibilizar segurança às massas. Em 2002, a Volkswagen também apresentou o Golf mais esportivo até então, baseado na quarta geração: o R32, com velocidade máxima de 250 km/h. Em 2003, este foi o primeiro Volkswagen a receber uma caixa de câmbio DSG. O Golf IV foi substituído no mesmo ano, após a fabricação de 4,9 milhões de unidades.

Golf V

O Volkswagen Golf V chegou ao mercado em 2003, muito à frente da maioria de seus concorrentes da categoria média alta. Um avanço que se refletiu em maior reforço da carroceria soldada a laser foi o aumento de 35% na rigidez torcional. Pela primeira vez, foram instalados até oito airbags a bordo. Além disso, o Golf V, dos quais 3,4 milhões de unidades foram fabricadas até 2008, introduziu suspensão traseira multilink, de quatro braços, faróis bi-xenônio e a primeira transmissão DSG de sete velocidades.

Até ao final de julho de 2012, mais 3,6 milhões de Golf tinham sido produzidos em apenas quatro anos, com base na sexta geração introduzida em 2008. Novas tecnologias como Light Assist (controle avançado dos faróis altos), Park Assist, Hill Start Assist e suspensão adaptativa (DCC) fez do modelo o “Carro do Ano 2009” em diversos concursos mundo afora.

Golf VI

Em setembro de 2012, a Volkswagen celebrou a estreia mundial do sétimo Golf. O seu peso foi reduzido em até 100 kg em comparação com o antecessor, o que significou que o consumo de combustível também foi reduzido em até 23%. Sistemas como frenagem automática pós-colisão, controle de cruzeiro adaptativo e assistência frontal, incluindo o sistema de frenagem de emergência urbana, estrearam nesta geração. Em 2014, a Volkswagen marcou o seu caminho rumo à era da mobilidade elétrica com o novo e-Golf. Em 2019, foram produzidos 6,3 milhões de Golf VII.

Golf VIII

Em outubro de 2019, a marca apresentou o Golf VIII no qual estreou novas motorizações híbridas e plug-in . Até a versão básica hoje conta com recursos como Lane Assist, Front Assist, faróis e lanternas traseiras de LED e ar condicionado automático de série. Com a recente atualização, chegaram os motores híbridos plug-in com autonomia totalmente elétrica de mais de 100 km. Além disso, pela primeira vez em um Golf, a frente é decorada com o logotipo “VW” iluminado da Volkswagen, controle de voz e ChatGPT baseado em Inteligência Artificial.

Embora esta última geração não seja nem de longe a de maior sucesso, só podemos dizer uma coisa: Parabéns Golf!


Compartilhe!
1721483606