Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

EXÉRCITO ARGENTINO COMPROU 15 IVECO GUARANI

Compartilhe!

As Forças Armadas da  Argentina assinaram a compra de 14 unidades do Iveco Guarani, veículo blindado desenvolvido pela Fiat e pelas Forças Armadas brasileras. Depois de longa negociação, a compra foi confirmada por Paolo del Noce, diretor geral da Iveco Veículos de Defesa. Ao mesmo tempo, os exércitos dos dois países estão desenvolvendo o Gaúcho, jipão aerotransportável.

O Guarani é um veículo bindado de combate, com características anfíbias e capacidade para transportar até 11 pessoas. Seu desenvolvimento começou em 1999, para substituir os EE-9 Cascavel e EE-11 Urutu.

O veículo mede 6,90 metros de comprimento, pesa 16,7 toneladas e tem tração 6×6. O motor é Iveco Cursor 9 diesel, con 383 cv de potência. Tem autonomia de 600 quilômetros e pode alcançar velocidade máxima de 90 km/h.

Também conhecido como VBTP-MR Guaraní, o blindado da Iveco é feito na fábrica de Sete Lagoas (MG) e cada unidade custa cerca de US$ 1,5 milhão. O custo varia conforme os equipamentos aplicados, como num automóvel. Pode levar uma torre de combate operada por controle remoto, com canhão Mk4 Bushmaster II e metralhadora de 7.62 mm. Também são disponíveis versões ambulância e de veículo para reconhecimento. São 15 configurações diferentes.

GAÚCHO

O plano da Iveco é exportar o Guaraní também para o Chile, Colombia e Equador. O intercâmbio militar entre Brasil e Argentina contempla ainda outros modelos militares de produção local, como o jipe Gaúcho.

O Gaúcho, inspirado nos Humvee e Hummer.

O Instituto Nacional de Tecnología Industrial (INTI) da Argentina revelou há algum tempo que existem planos para a homologação do Gaúcho, veículo militar desenvolvido pelos dois países para as forças armadas do Mercosur. Os militares não são obrigados a homologar seus veículos, porém isso é necessário para uma futura versão civíl.

O projeto do Gaúcho é oferecer um “Veículo Leve de Uso Geral Aerotransportável”, para tarefas de patrulha, segurança, transporte de cargas leves e transporte de feridos. Desde o começo do projeto se pensou numa versão civil, como o Humvee militar norte-americano que deu origem ao Hummer urbano.

O projeto do Gaúcho nasceu em 2003 e ainda não foi finalizado; está em testes. O modelo pesa 2.100 kg, tem motor MWM 2.8 diesel com 130 cv de potência e chega aos 120 km/h. Seu desenho e sistema de suspensão/transmissão permitem que supere rampas de até 31 graus de inclinação (60%).


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *