Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Automobilismo nacional ganha nova categoria: Fórmula Inter

Compartilhe!

O automobilismo brasileiro voltará a contar com uma categoria de monopostos para kartistas que desejam seguir carreira nas grandes categorias nacionais e internacionais, dar condições para que pilotos de todas as idades e experiências possam se profissionalizar e viver do “negócio” competição, e democratizar o acesso ao automobilismo por meio de uma oferta baseada em uma excelente relação custo-benefício.

— por Marcos Cesar Silva

FInter Top 3_4

Estes são os objetivos da Fórmula Inter, a mais inovadora modalidade do país, que terá início em janeiro de 2016, com o Campeonato Paulista de Automobilismo, administrado pela Federação de Automobilismo de São Paulo (FASP). “A Fórmula Inter nasce na iniciativa privada. Portanto, respeitamos o que o mercado deseja e trabalhamos para atender o que ele necessita. Projetamos um carro único, adequado ao mercado brasileiro, pensado para ser ofertado aos pilotos em condições realmente especiais, acompanhado de uma infraestrutura adequada. Automobilismo profissional com custos de categorias amadoras, essa é uma das premissas seguidas na concepção do mais moderno carro de Fórmula nacional da atualidade”, assegura Marcos Galassi, Diretor Executivo da categoria.

A categoria adota o modelo “seat and drive”, ou seja, o piloto paga pelo aluguel do equipamento e dos serviços, e ao chegar à pista para competir encontra o carro pronto para sentar e pilotar. O valor promocional de lançamento para a locação antecipada por prova é de R$ 11.990,00. Todos os monopostos são propriedades da Formula Inter, e portando, serão mantidos pela mesma, garantindo qualidade, segurança e competitividade. Além disso, a categoria irá oferecer a todos os seus participantes acesso à Academia F-Inter, que irá ministrar aulas de mecânica, dados, pilotagem, media training, marketing, entre outras disciplinas complementares para quem deseja se aprimorar na profissão, tudo sob a supervisão do ‘reitor’ Roberto Pupo Moreno, ex-piloto de Fórmula 1 e Fórmula Indy.

A primeira turma com 10 selecionados já está formada. O F-Inter MG-15 foi desenvolvido graças a experiência de mais de 45 anos de quem já fez história no automobilismo brasileiro, e certificado por engenheiros de universidades nacional, que se valeram das melhores práticas construtivas, dos mesmos softwares utilizados pelos principais fabricantes de veículos de competição em todo o mundo, e dos mais resistentes e avançados materiais, privilegiando a segurança, performance e competitividade.

FÓRMULA INTER – O nome Fórmula Inter é uma homenagem à Interlagos, um dos circuitos mais famosos do mundo. Lugar onde tantos fizeram história, onde tantos sonhos e paixões marcaram para sempre a nossa memória. “É esse lugar que nos inspira e será o berço de muitas outras histórias que ainda vamos contar”, reverencia Galassi.

O CARRO – O Fórmula Inter foi projetado e construído em São Paulo, perto do Autódromo de Interlagos. Seu projeto de engenharia foi testado, validado e certificado em testes nos melhores softwares de simulação, que asseguram o atendimento às melhores normas de segurança, resistência e eficiência torcional.

Cerca de 95% dos componentes do carro foram desenvolvidos e são produzidos na fábrica da Formula Inter. Além disso, foram adotadas soluções sustentáveis, como o uso de etanol e tinta a base de água. O carro tem desenho inovador, de grandes dimensões, e sua aerodinâmica foi projetada utilizando os mesmos softwares (Computer Fluid Design) usados pelas principais equipes de Fórmula 1.

A carenagem e as asas foram produzidas pioneiramente no Brasil, por meio de controle numérico computadorizado (CNC), em compostos de fibra de carbono, o que garante qualidade e elevado padrão de acabamento. Além de ter passado por crash box dianteiro e traseiro, os destaques para a segurança vão para os side pods estruturais em plano inclinado -que evitam que o piloto seja atingido por impacto lateral- e pelo habitáculo em fibra de carbono, com extrator de banco e anel de segurança para a cabeça do piloto.

O volante é em fibra de carbono, com painel eletrônico “onboard”. O Fórmula Inter vai utilizar rodas de fabricação própria em magnésio de aro 13 polegadas, com tala 8 na dianteira e 11 na traseira, que recebem pneus Pirelli PZero Slick, 225/40 VR13 dianteiros e 265/540 VR13 traseiros.

O powertrain é composto por motor 2.0, quatro cilindros, 16 válvulas e injeção direta, que gera 191 cv e torque máximo de 21 mkgf a 6.000 rpm, acoplado a caixa de câmbio nacional com quatro marchas. A velocidade máxima projetada para Interlagos é de 245 km/h. “Segurança, desempenho, competitividade, aprendizado, profissionalismo e baixos custos são os pilares que nos motivam a criar uma categoria completamente nova, com idéias novas, que refletem todo o potencial que nosso país tem no desenvolvimento do esporte a motor”, enaltece o executivo.

COMO PARTICIPAR – A forma de participar da categoria será por meio de locação, com organização única, e compreende uma série de ofertas que vão muito além da disponibilidade do carro propriamente, e serão oferecidos imediatamente no fechamento do contrato para toda a temporada.

Trata-se de um ” pacote” completo para quem quer começar ou permanecer no automobilismo. Inclusos no pacote estão pneus e combustível necessários ao cumprimento dos treinos oficiais, classificações e corridas, de acordo com o regulamento técnico e desportivo a ser publicado ainda em 2015.

O valor da locação por prova para a temporada de 2016 é de R$ 13.990,00. E como promoção de lançamento, o preço para a contratação antecipada será de R$ 11.990,00 neste mês de agosto.

ACADEMIA – Muito mais que pilotar, o profissional do automobilismo deve estar preparado para todos os desafios de uma carreira extremamente competitiva. A missão da Formula Inter é oferecer os meios e a experiência de quem já chegou lá para criar oportunidade de capacitação profissional dos pilotos. “Temos a experiência de todos os profissionais competentes que fazem parte da Fórmula Inter, e que estarão envolvidos em todas as etapas durante a passagem do piloto por ela e certamente vão contribuir para seu crescimento e para sua realização pessoal. Por isso foi formada a Academia Fórmula Inter, uma escola para os nossos jovens talentos e futuros campeões”, anuncia Marcos Galassi.

Tendo como patrono Francisco Lameirão, que foi campeão de Fórmula Super Vê, e como “reitor”  Roberto Moreno, ex-piloto de Fórmula 1 e Fórmula Indy, a Academia irá formar pilotos em disciplinas como Marketing e Vendas, Media Training, Comportamento, Mecânica, Tecnologia de Dados, Preparação Física e Psicológica, Técnicas de Pilotagem, entre outras.

INCUBADORA – A Incubadora de Pilotos Fórmula Inter, iniciativa inédita no Brasil, é um programa que visa formar jovens que sonham em ser piloto de automobilismo por meio de um programa subsidiado. Os pilotos foram selecionados por um concurso realizado no facebook (www.facebook.com/formulainter), que mobilizou mais de 80 mil pessoas.

Os 10 mais votados formam a primeira turma da Incubadora de Pilotos Fórmula Inter: os paulistas Nikolas Gaigalas, Leandro Montalvão, Luiz Menezes Júnior e Luan Giraldi, os catarinenses João Antonio Bedin, André Lúcio Giotto e Joel Mendes Junior, os cariocas Daniel Mageste e Thiago Izequiel, e o gaúcho Silvano Fernandes.

Além de participar de palestras e cursos ministrados na Academia Fórmula Inter, bem como ter suporte comercial para venda de patrocínio, os escolhidos terão direito a fazer uma corrida no campeonato de Fórmula Inter com o carro da Incubadora. O desempenho dos pilotos será medido regularmente e os cinco que atingirem as maiores pontuações concorrerão a uma segunda corrida. O piloto que obter a maior pontuação ao final da primeira turma ganhará a temporada de 2017 gratuitamente.

MIDIA – A Fórmula Inter terá suas provas transmitidas por canal de tv por assinatura para todo o país, e ainda contará com uma série de televisão produzida pela própria categoria, a ser exibida mostrando os bastidores da competição, seus pilotos e equipes, numa abordagem inédita no automobilismo profissional brasileiro. Curta www.facebook.com/formulainter Maiores detalhes em www.formulainter.com.br Acompanhe em https://instagram.com/formulainter

FICHA TÉCNICA FÓRMULA INTER

Monoposto: F-Inter MG-15

Construtor: Minelli Racing

Chassis: Construção tubular semi-monocoque, crash box frontal removível e side pods laterais estruturais em plano inclinado

Suspensão dianteira: ‘push rod’ mono shock, triangulo superior e inferior com uniballs e rótulas Aurora Race e barra estabilizadora.

Suspensão traseira: “push rod”  bishock, triangulo superior e inferior com uniballs e rótulas Aurora Race e barra estabilizadora.

Amortecedores e molas: Com bump e rebound fixos, molas com carga variável.

Freios: 4 discos ventilados, pinças especiais de quatro pistões, distribuição de carga dianteira e traseira regulável no cockpit.

Mangas de eixo: em magnésio com cubo rápido.

Rodas: fabricação própria em magnésio, aro 13, tala 8 dianteira e 11 na traseira

Pneus: Pirelli PZero Slick – 225/40 VR13 dianteiros e 265/540 VR13 traseiros

Caixa de Direção: Minelli Racing

Tanque de combustível: de borracha, capacidade 30 litros

Pintura: Sherwin Williams à base de água

Habitáculo: em fibra de carbono, extrator de banco

Banco de segurança: em fibra de carbono, removível

Anel de segurança: protetor de cabeça em material compósito

Volante: fibra de carbono com sistema de retirada rápida e painel eletrônico incorporado

Carenagem: fibra de vidro em vacuum bag, 8 peças

Aerofólio: fibra de carbono, com 1.000mm, regulável de 0 a 11 graus.

Asa: fibra de carbono, com 1.800mm externo fixo em 11 graus

Flaps: em fibra de carbono, dianteiro com 4 unidades reguláveis de 0 a 35 graus, traseiro com 1.000mm, regulável de 0 a 35 graus.

Extrator traseiro: em fibra de vidro, fixo

Dimensões: comprimento total: 4.320mm; argura total: 1.800mm; altura máxima: 1.000mm; entre-eixos: 2.465mm; bitola dianteira externa aos pneus: 1.800mm; bitola traseira externa aos pneus: 1.750mm; peso: 520 kg sem combustível.

Motor: 2 litros, 4 cilindros em linha, 16 válvulas, coletor de admissão e escapamento Minelli Racing, arrefecimento com dois radiadores laterais de alumínio para água, sistema de gerenciamento eletrônico Pro Tune Eletronic Systems, potência de 191 cv a 6000 rpm, torque de 21 mkgf a 6000 rpm e câmbio de quatro marchas com engates em “H”.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español