Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

CARRO DO DIA A DIA DE FANGIO VAI A LEILÃO

Compartilhe!

f1

No início deste ano, foi vendido em leilão -por mais de US$ 25 milhões- um dos Mercedes-Benz W196 (“Flecha de Prata”) de Fórmula 1 de Juan Manuel Fangio, então o maior valor já alcançado nesse tipo de venda por um carro. Na semana passada uma Ferrari 250 GTO 1963 superou essa marca (veja matéria aqui no site). A Silverstone Auctions, do Reino Unido, está vendendo outro carro de Fangio, que poderá ser comprado por um preço bem menor, nos dias 15 e 16 de novembro.

O carro é um IKA Renault Torino  380S de 1970, que Fangio utilizava para ir e voltar das pistas. A venda inclui documentos que comprovam que Fangio foi proprietário do carro, como documentos de seguro, revisões do carro e a licença internacional.

“Estamos muito orgulhosos por termos sido escolhidos pela sua família para apresentar ao mercado internacional o valioso modelo no nosso leilão no Reino Unido”, afirmou Nick Whale, diretor da Silverstone Auctions. O carro vai ser vendido sem reserva de preço e na condição original, sem restauro e sem ter sido tocado desde que Fangio morreu em 1995.

A IKA – Industrias Kaiser Argentina, foi criada como uma joint venture entre a Kaiser Motors da América, e o governo argentino em 1955. Na década de 1960, a empresa quis criar o seu próprio modelo, exclusivamente argentino, em vez de montar carros estrangeiros.

O Torino utilizava a plataforma do Rambler American de segunda geração e trouxe desenho interno e externo criado pela Pininfarina. Os motores eram cópia dos seis cilindros em linha da Jeep, produzidos na Argentina. As versões top de linha receberam carburadores Weber para aumentar a potência para 215cv.

O Torino foi um enorme sucesso na Argentina e era visto como o carro nacional daquele país, concorrendo direto com o Ford Falcon. Foi popular a ponto de ser usado como base para carros de corrida e ainda ficou em terceiro lugar numa corrida de 84 horas em Nürburgring, em 1969.

A produção foi de 1966 e 1982. A Renault comprou a IKA em 1978 e, além de uma atualização do desenho, manteve o Torino em produção sem grandes alterações mecânicas por quatro anos.

f2 f3 f4 f5


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español