Coréia do Sul acusa Volkswagen de publicidade enganosa

Compartilhe!

Depois da suspensão da venda da maioria dos modelos da Volkswagen na Coreia do Sul na metade do ano, o fabricante alemão poderá ser obrigado a pagar uma multa no valor de 37,3 bilhões de won (cerca de US$ 33 milhões), valor recorde num país asiático.

volkswagen-barred-selling-vehicles-south-korea-emission-f

As autoridades do país sul-coreano defendem que, além de equipar os seus modelos com um software fraudador de emissões, a Volkswagen promoveu estes modelos como amigos do ambiente, o que consideram ser “falso, exagerado e enganoso”.

A entidade reguladora de publicidade da Coreia do Sul admitiu que estaria disposta a pedir aos promotores que investiguem a sede da marca naquele país e cinco dos atuais e antigos responsáveis pela marca.

A Audi Volkswagen Korea disse que ainda não foi informada de qualquer decisão, e explicou que a sua principal preocupação é com a recuperação da confiança das autoridades, dos clientes e dos acionistas.


Compartilhe!
简体中文 简体中文 English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano 日本語 日本語 Português Português Español Español