Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Deficitária, Bugatti deve sobreviver ao Escândalo VW

Compartilhe!

O sucessor do Bugatti Veyron continuará sendo desenvolvido, apesar do recente anúncio feito pelo Grupo Volkswagen de cortar US$ 1,2 bilhões por ano nos seus investimentos programados.

Bugatti-Vision-Gran-Turismo-2-1024x576

Na sequência do escândalo com os motores diesel do grupo alemão, a Volkswagen terá que fazer o recall de milhões de veículos para solucionar a questão do software fraudador instalado nos veículos envolvidos, absorvendo esses custos e também as potenciais indenizações a que será condenada.

Mesmo assim, o futuro do Bugatti Chiron, sucessor do superesportivo Veyron, parece estar assegurado, de acordo com as informações obtidas pela imprensa europeia, indicando que a própria marca gaulesa teria afirmado que tudo deve correr conforme planejado, apesar dos cortes que serão feitos pelo Grupo Volkswagen e cuja abrangência ainda não é totalmente conhecida. Contra tudo está o fato de que a Bugatti é absolutamente deficitária. Cada carro vendido significa quase US$ 7 milhões de prejuízo para o Grupo VW, mas a operação é mantida por questão de imagem, algo que a VW não tem mais…

O Chiron deverá recorrer à motorização híbrida para ter potência na faixa dos 1500 cv, embora o motor W16 seja mantido em relação à geração anterior.


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *