Carros

Este é o novo Toyota Prius

Compartilhe!

A quinta geração do Toyota Prius -o carro que popularizou a eletrificação moderna dos automóveis- já é uma realidade. Apresentado no Japão e na Europa, o Toyota Prius 2023 chega com a intenção de revolucionar a ideia que temos do modelo, cujo desenho quase sempre foi controverso. O compromisso com o visual é claro, enquanto o carro ficou significativamente mais eficiente e espaçoso. Claro, também há muitas melhorias em nível tecnológico e mecânico.

por Ricardo Caruso

O novo Prius foi construído sobre plataforma TNGA de segunda geração da marca japonesa. Esta plataforma usa suspensões McPherson na frente, uma configuração de wishbone duplo (braços triangulares sobrepostos) na traseira e é mais rígida do que a usada no modelo anterior. Isso proporciona melhor capacidade de resposta em curvas e maior estabilidade direcional.

O Toyota Prius 2023 também é bem mais atraente visualmente do que seus antecessores. Por fora, é baseado na mesma silhueta monovolume dos anteriores. No entanto, tem maior distância entre-eixos, centro de gravidade mais baixo e rodas de 19 polegadas como equipamento padrão.

Os faróis e lanternas são de LEDs e há uma barra de luz também de LED horizontal na parte traseira. O interior também mostra afastamento radical do Prius anterior. Temos um novo desenho, materiais de mais qualidade e uma tela de multimídia de 12,3 polegadas. Ao painel é adicionado um grupo de instrumentos digitais e iluminação ambiente.

Este novo Toyota Prius é 46 mm mais curto, 22 mm mais largo e 50 mm mais baixo que o da geração anterior.

O Toyota Prius 2023 chegará ao mercado japonês com duas mecânicas, uma híbrida e uma híbrida plug-in. A híbrida faz a recarga do motor elétrico apenas pelo motor a combustão; já a plug-in permite que essa recarga seja feita também de modo externo. Apenas a opção híbrida plug-in será vendida na Europa. Confira os dados de ambos:

  • Híbrido plug-in (PHEV): combina um motor de quatro cilindros Dynamic Force de 2,0 litros, um motor elétrico e uma bateria de ions de lítio de 13,6 kWh. Oferece a potência combinada de 223 cv. A Toyota afirma que esta versão aumenta a condução puramente elétrica em 50%. Acelera de zero a 100 km/h em 6,7 segundos.
  • Híbrido Paralelo (HEV): Disponível com motores de 1,8 e 2,0 litros, produz até 193 hp de potência. Este modelo também possui o sistema de tração integral E-Four da marca.

Claro que há também uma ampla gama de recursos de segurança. Isso inclui a versão mais recente do “Toyota Safety Sense”, que traz uma câmera na frente, uma câmera traseira para o espelho interno digital e um gravador de condução no veículo. O sistema “Toyota Teammate” também vem de série e inclui o “Advanced Park” com função remota.

A versão japonesa adiciona ao equipamento duas tomadas para acessórios de 110 V AC/1500 W. A energia pode ser extraída em dois modos: como uma fonte de alimentação BEV externa (apenas bateria) ou como uma fonte de alimentação HEV externa (bateria + motor). Para encerrar o assunto, há um sistema de carregamento solar que gera energia para rodar até 1.250 km por ano.

As suspensões, dianteira (no alto) e traseira (acima).

No Brasil, o Prius deixou de ser vendido no ano passado. A marca informou na ocasião que era por uma questão estratégica e que ele poderia voltar ao mercado. Essa nova geração é um bom momento para o retorno do Prius. A verdade é que as vendas do Prius por aqui sempre foram muito baixas, com apenas três carros vendidos em 2021; 54 vendas em 2020 e 853 em 2019. O preço alto, perto dos R$ 200 mil, era uma limitante e por pouco menos que isso, a marca vende aqui o Corolla e o Corolla Cross híbridos, de desenho mais convencional.


Compartilhe!
1716836814