Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

ZANARDI: VENCENDO AS DIFICULDADES

Compartilhe!

No fatídico acidente em que perdeu as pernas numa prova de Fórmula Indy em 2001, o ex-piloto italiano -que passou pela Fórmula 1-Alessandro Zanardi conquistou a vitória mais importante da sua carreira. Como atleta paralímpico, ele venceu a prova Time Trial e ganhou a medalha de ouro nos jogos Paralímpicos de Londres, disputada no circuito de Brands Hatch, tão conhecido por ele.

Zanardi fez os 16 quilômetros da prova em 24m50.22s, terminando 27.18s à frente do alemão Norbert Mosandl, que levou a medalha de prata. O bronze ficou com Oscar Sanches, dos Estados Unidos.

Nesta modalidade os competidores largam separados por 60 segundos e o que fizer o melhor tempo ao final das duas voltas no trajeto, fica com a vitória.

O ex-piloto e agora atleta ainda disputará outras duas provas, na modalidade de corrida de estrada, onde os ciclistas largam juntos e vence quem cruzar a linha de chegada na frente, no individual e por equipes.

Alessandro Zanardi: Preparação para a competição em estrada na Paralímpidas.

Alessandro Zanardi foi bicampeão da Indy em 1997 e 1998, depois da passagem pela F-1, entre os anos de 1991 e 1994. Os títulos nos Estados Unidos renderam ao piloto uma nova chance na F-1, e ele foi contratado pela Williams para correr em 99, mas, os resultados não vieram. Ele não conseguiu marcar nenhum ponto e teve o sétimo lugar na Itália como melhor resultado.

Voltou à Indy em 2001, quando sofreu um acidente na prova de Lausitzring, na Alemanha, em que perdeu as pernas. Mas isso não o impediu de continuar se dedicando ao automobilismo. Dois anos depois, Zanardi começou a competir em provas de carros de turismo.

Entre 2005 e 2009, participou do Mundial de Turismo (WTCC), onde venceu quatro provas, sempre competindo pela BMW. Simultaneamente, começou a disputar provas de ciclismo paralímpico, onde concentrou seu esforço nos últimos anos para poder participar dos Jogos de Londres.

Veja matéria publicada no Site antes do início das olimpíadas:

EX-PILOTO DE FÓRMULA 1 -DEFICIENTE- NAS PARAOLIMPIADAS 


“Eu, revoltado? De jeito nenhum, acordo todas as manhãs, vejo o sol e brinco com minhas filhas”. O ex-piloto de Fórmula 1, o italiano Alessandro Zanardi, é um autêntico exemplo de superação. Em 2001, numa corrida da Fórmula Indy, em Lausitzring, na Alemanha, sofreu um terrível acidente e teve as duas pernas amputadas.

Mas Zanardi não parou. Voltou às corridas em 2005, no WTCC, e, a partir de 2010, passou a se concentrar num novo tipo de corridas, sem motor, com auxílio apenas da sua força. Tornou-se especialista no ciclismo de mão, ganhou algumas maratonas importantes e agora vai aos Jogos Paralímpicos de Londres tentar uma medalha.

O acidente, em 2001.

“Transformei minha desgraça não só numa oportunidade, mas numa grande oportunidade. Não faria o que faço se não amasse isto. Apaixonei-me pelo ciclismo de mão, por isso que o pratico hoje e me preparei para os Jogos Olímpicos. É algo que eu vou lembrar para sempre”, afirmou Zanardi.

Além disso, o canal Speed fez uma entrevista com o italiano, quea será exibida em homenagem ao ex-piloto, e que contará ainda com depoimentos de alguns pilotos.

Dario Franchitti, atual tricampeão da Fórmula Indy, define Zanardi como “diferente”. “Não pensa da mesma maneira que nós. Ele não sabe o que a palavra tragédia significa. Quando sofreu aquele acidente, eu pensei que, se ele conseguisse passar por aquilo, poderia nos mostrar coisas incríveis. E conseguiu”, afirmou o escocês. Também o piloto Max Papis fez elogios a Zanardi pela “determinação” que demonstra no que faz.

Alessandro Zanardi deixou o automobilismo em 2009 para se concentrar no ciclismo de mão. Venceu a Maratona de Nova Iorque no ano passado e chega a Londres com o rótulo de favorito, aos 45 anos.

Sem dúvida, um exemplo a ser seguido por todos aqueles que reclamam de dificuldades insignificantes na vida.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español