Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

GM e Mitsubishi promovem recall: Corsa, Montana e Outlander

Compartilhe!

Chevrolet Agile 2014

A General Motors anunciou que os Chevrolet Agile (fabricado entre novembro e dezembro de 2013) e Montana (fabricado entre novembro de 2013 e junho de 2014) apresentam falha no airbag do motorista. No caso do hatch, o chamado envolve 410 unidades com números de chassis entre ER147038 e ER163227. Já da Montana foram convocados 5.092 unidades, com chassis entre EB204869 a FB119056. No total, são 5.502 carros envolvidos neste recall.

Segundo a montadora, foi detectada que a montagem incorreta de um componente do airbag frontal do lado do motorista, que pode comprometer a vazão do gás que infla a bolsa de ar, fazendo com que o airbag corra o risco de não ser acionado em caso de acidente, podendo assim causar “lesões graves, em especial na cabeça e na parte superior do tronco do motorista”. Além disso, o gerador de gás do airbag também pode se romper subitamente, liberando fragmentos para o interior do veículoe podendo causar lesões graves em todos ocupantes. Para evitar problemas, o airbag do motorista terá que ser substituído.

O reparo é gratuito, conforme previsto em lei, dura cerca de 25 minutos e pode ser agendado pelo telefone 0800 702 4200 e pelo www.chevrolet.com.br.

MITSUBISHI: PERDENDO FLUIDOS

2014_Mitsubishi_Outlander

Por outro ladom a Mitsubishi divulgou o recall direcionado aos proprietários de 1.481 unidades do Outlander 3.0V6, produzidos entre janeiro de 2012 e julho de 2013. São dois os defeitos detectados: um afeta a transmissão automática, e outro a direção hidráulica.

Segundo a montadora, os carros -com números de chassis não sequenciais- entre CU001841 e CU002699, e DU000201 e DU000897 podem apresentar vazamento do fluido da transmissão automática pela caixa de transferência. Nesse caso, o veículo pode parar involuntariamente. Já as unidades com chassis não sequenciais entre DU000508 e DU000897 podem ter vazamento do fluido da direção hidráulica pelo tubo de pressão. Nesse caso a direção fica muito pesada; em ambos os casos, a Mitsubishi alerta que pode haver acidentes, “com risco de colisão, podendo gerar danos físicos e/ou materiais aos ocupantes do veículo e/ou a terceiros”.

Conforme manda a lei, a montadora irá reparar gratuitamente os problemas. Para isso, os consumidores devem comparecer a uma concessionária, e o tempo estimado de reparo é de duas horas.

Se tiver dúvidas, consulte a marca pelo telefone 0800 702 0404, pelo email sac@mmcb.com.br ou www.mitsubishimotors.com.br.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español