Blog dos Caruso

Impressionante: Opel chega a 75 milhões de carros produzidos

Compartilhe!

Os carros da Opel são velhos conhecidos dos brasileiros: de Opala a Vectra, de Chevette a Omega, de Kadett a Zafira, durante décadas modelo da marca alemã que um dia pertenceu à General Motors, serviram de base para os Chevrolet. Hoje isso é passado, e os Chevrolet nacionais tem raízes sul-coreanas e chinesas. E mais: a Opel chegou a 75.000.000 de veículos produzidos, e o responsável por alcançar este marco histórico e impressionante foi um Grandland GSe, produzido na fábrica de Eisenach.

por Ricardo Caruso

Grandland GSe: ste é o Opel número 75.000.000

Isso mesmo. Mais um SUV Grandland GSe saindo da linha de produção de Eisenach não seria, a princípio, motivo de maiores comemorações. Afinal, aquela é uma das três fábricas das quais já saíram mais de 300 mil unidades deste SUV alemão. Mas esse Grandland GSe (da imagem acima) não é igual aos outros. Corresponde ao Opel número 75 milhões e é mais um marco numa história que começou há mais de 120 anos. Da linha de montagem, vai direto paras a coleção da marca.

O modelo responsável por alcançar este marco histórico foi um Opel Grandland GSe produzido na fábrica de Eisenach.

Recuando no tempo, o Opel número um milhão, um Kapitän, foi produzido em 1940. Dezesseis anos depois, em 1956, era produzido o Opel número dois milhões, outro Kapitän, mas para comemorar o feito, a Opel folheou todas as suas peças cromadas com ouro de 24 quilates. Atingida esta marca —que fez da Opel o primeiro fabricante alemão a atingir valores de produção tão elevados— os “milhões” seguiram-se cada vez mais rápido nos anos seguintes.

Em 1971, foi produzido o Opel número 10 milhões (um Rekord C Caravan); em 1983, um Senator CD, foi o Opel número 20 milhões e ainda antes do fim da década, um Opel Omega A Caravan teve a «honra» de ser a unidade 25 milhões produzida pela marca alemã. Por falar no Omega, uma unidade da sua segunda geração duplicou esse número, tendo-se tornado no Opel número 50 milhões em dezembro de 1999. Agora, 23 anos depois, coube ao SUV Grandland GSe ser o Opel número 75 milhões.

Kapitan, o Opel número 1.000.000
Kapitan, o Opel 2.000.000
Rekord C Caravan, o Opel 10.000.000
Senator CD, o Opel 20.000.000
Omega A Caravan, Opel 25.000.000
Omega B, o Opel 50.000.000

O ano de 2022 fez com que não faltassem motivos para a Opel comemorar: comemora-se 160 anos da fundação da marca; 40 anos do lançamento de um dos seus best seller, o Corsa, e 30 anos da inauguração da fábrica de Eisenach, local onde foram produzidas as duas primeiras gerações do Astra, várias gerações do Corsa, o Adam e, hoje, o Grandland.

Sobre esse marco de produção agora alcançado, Florian Huettl, diretor executivo da Opel, afirmou: “Este número impressionante mostra o importante papel da Opel na democratização das tecnologias e soluções de mobilidade ao longo das décadas”.


Compartilhe!
1716329883