Classic CarsSlide

Os 15 carros-conceito mais legais dos anos 1950, 60 e 70

Compartilhe!

As décadas de 1950, 1960 e 1970 marcaram o período de maior criatividade estilística da história do automóvel. Nada de preocupação com viabilidade técnica, custos e lucros. O que importava mais era impactar o público e os jornalistas especializados (algo que está se tornando raro hoje em dia, em nível global), trazendo ideias exuberantes e muita emoção na forma de automóveis. AUTO&TÉCNICA reuniu o que considera os cinco melhores dream ou concept cars dessas três décadas, para que você saiba até onde podia ir a imaginação das marcas e seus desenhistas, sem os atuais freios impostos pelas áreas de marketing e custos. Confira.

por Ricardo Caruso

ANOS 1950

Ainda hoje, o Buick LeSabre parecia um avião a jato sem asas e com quatro rodas, com elementos conhecidos antes ou depois nos Cadillac e Corvette. Sua traseira era futurista e exuberante. 

Não importa todos os maravilhosos avanços de engenharia escondidos sob aquela carroceria elegante. Foi esse carro-conceito que preparou o cenário para quase todos os carros dos sonhos de Detroit nos anos seguintes.

Buick XP-300

O outro carro dos sonhos de 1951 da General Motors foi o impressionante Buick XP-300. 

Seu estilo da era dos aviões a jato não era tão radical quanto o LeSabre, mas ainda assim era inovador e impactante.

Lincoln Futura 1955

Antes de ser vendido para George Barris por um simbólico dólar e se tornar o antológico Batmóvel, o Futura era um conceito -como o nome diz- futurista, mas não tão distante quanto alguns outros dream cars da Ford. 

Muitos dos elementos de desenho e estilo do Futura apareceriam mais tarde na produção dos Lincoln, divisão de luxo da Ford.

Buick Centurião 1956

O Centurion causou grande impacto quando foi mostrado em 1956 e, embora não tenha antecipado o futuro do estilo dos Buick, foi um dos dream cars mais brilhante e chamativo de todos os tempos.

 Era realmente um carro belíssimo.

Preditor Packard 1956

Este carro seria uma prévia da nova linha Packard para 1957. Infelizmente, os carros daquele ano nunca existiriam. 

Uma linha de produção de Packard baseada neste conceito teria sido um enorme sucesso, – ao contrário dos deselegantes Packard Clipper baseados em Studebaker que foram produzidos em 1957.

ANOS 1960

Ciclone Cadillac

Embora tecnicamente seja um carro de 1959 -foi visto pela primeira vez na “Daytona 500” inaugural em fevereiro de 1959- o Cyclone ainda estava no circuito dos Salões de automóvel em 1960.

Este carro era tão agressivo e nada prático quanto qualquer conceito mostrado nos anos 1950, com seus pára-lamas dianteiros pontiagudos (ou “radar pods”, como Cadillac os chamava) e aletas traseiras altas, como nos Cadillac 1959.

Chrysler Turboflite

Sua enorme asa traseira antecedeu a que seria usada no Dodge Charger Daytona de 1969 e no Plymouth Superbird de 1970 quase oito anos depois, mas todas as outras características de desenho “ultrajante” eram pura fantasia.

Estilete General Motors
General Motors Stiletto

O Stiletto não era tão atrevido quanto o Cadillac Cyclone, embora tivesse apenas a aparência um pouco mais funcional e prática. Esta foi outra criação que usou o “nariz pontudo” criado pelo Advanced Design Studio da GM. 

Após uma pequena remodelação, o Stiletto reapareceu como o Pontiac Cirrus Concept (acima) em 1969.

Conceito AMC AMX

O estilo do AMX Concept não era tão diferente quanto nossos outros favoritos dos anos 1960, mas era interessantes o para-brisa sem colunas e, especialmente, os bancos traseiros expostos (“Rambleseat”).

Infelizmente esse carro nunca foi produzido, apesar de o AMX Concept parecer pronto para entrar em produção. Foi desenhado na Itália pelo estúdio Vignale.

Dodge Charger III

Este elegante carro de dois lugares realmente chamou muita atenção em 1968, e ainda chama hoje. O Charger III ostentava teto com dobradiças superiores no lugar das portas tradicionais, volante e painel de instrumentos inclináveis ​​e três incríveis freios aerodinâmicos articulados na traseira.

Córdoba de Oro 1970

Este conceito de luxo antecedeu a produção do Cordoba em cinco anos. Baixo, longo e elegante, o Cordoba de Oro ainda parece fantástico hoje em dia. A Chrysler desenvolveu o Cordoba de Oro, que foi exibido no Salão de Chicago de 1970 . Projetado pelo chefe de desenho da Chrysler, Elwood Engel, o show car era voltado para o futuro, com carroceria em forma de cunha que mais tarde evoluiu para a “estética da fuselagem” com pára-brisa e vidros laterais dando a impressão de ser peça única, além da grade com entrada de ar controlada termostaticamente e faróis horizontais . 

1977 Pontiac Trans Am Tipo K

O Trans Am Type K é o tipo de carro com que os entusiastas por carros americanos daqueles tempos sempre sonharam: uma station wagon esportiva e cheia de estilo.

 A única coisa que o tornaria ainda mais interessante seria a tração nas quatro rodas. Ninguém ainda entende por que a Pontiac não colocou este carro em produção. Um Trans Am wagon seria demais!

Ford Megastar II
Ford Megastar II
Ford Megastar II

Embora não seja exatamente um carro bonito, longe disso, é difícil não ficar impressionado com o tamanho dos vidros das portas. Pode-se imaginar que resfriar esses carros num dia de muito sol teria sido tarefa bastante difícil. Observe que as rodas da primeira imagem conceito Megastar II –ou muito semelhantes a elas– apareceram em vários produtos da Ford nessa época, inclusive no Del Rey nacional.

A AMC AM Van antecede a produção das minivans Dodge Caravan e Plymouth Voyager em cinco anos completos, mas infelizmente a AMC não tenha dado continuidade ao desenvolvimento desse conceito, que teria feito sucesso avassalador. O show car estava equipado com tração nas quatro rodas e apresentava portas traseiras articuladas em vez da tampa com dobradiças superiores mais comuns.

Conceito Ford Prima
Ford Prima Hatchback
Ford Prima 1978
Ford Prima Wagon 1978

O Prima Concept era interessante e versátil. Foi criado nos estúdios Ghia, com três desenhos de teto diferentes, que permitiam ao Prima ser configurado como uma pequena picape, uma wagon ou um hatchback. Embora a Ford nunca tenha considerado seriamente o Prima para produção, é fácil argumentar que a Nissan adotou e executou o conceito para seu  Pulsar NX 1987-88 .

Ford Prima Picape


Compartilhe!
1721483549