Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

PILOTO DE FÓRMULA 1 EM ESTADO GRAVE

Compartilhe!

Maria de Villota,  piloto de testes da escuderia Marussia de Fórmula 1, sofreu um grave acidente hoje (03/07) pela manhã numa sessão de treinos no aeroporto de Duxford, em Cambridgeshire, Inglaterra, tendo sido transportada em estado gravíssimo para o hospital. O acidente aconteceu logo na primeira saída para a pista, quando a piloto espanhola bateu num caminhão de apoio da equipe. De Villota levou quase uma hora para ser retirada do carro e foi levada imediatamente para o hospital, com lesões no rosto e na cabeça; os bombeiros que atenderam de imediato falaram em lesões realmente graves.

Segundo comunicado oficial da equipe, Maria, filha do ex piloto de Fórmula 1 Emilio de Villota, “chocou’se às 9:15 locais no final da sua primeira volta de treino contra um caminhão de apoio da equipa. Maria foi transportada para o hospital. Quando for conhecido o seu estado médico será emitido novo comunicado”, afirmou a Marussia.

De acordo com a BBC, Villota foi de encontro um caminhão que serve de transporte aos monopostos da Marussia na base aérea de Duxford Airfield, perto de Cambridge. O carro preparava-se para iniciar a primeira volta lançada quando, de repente, acelerou e bateu na parte de trás do caminhão”. “Havia uma espécie de plataforma em baixo, possivelmente um elevador de carga, e o carro foi direito ali. Provavelmente a 40 ou 50 km/h, e já tinha andado a 300 km/h na reta em Duxford”, explicou uma testemunha. Um porta-voz dos bombeiros disse que De Villota sofreu lesões que a colocam em risco de vida.

Maria de Villota, de 33 anos, foi excolhida piloto de testes da Marussia no início de março. No ano passado, a piloto testou um carro de Fórmula 1, tendo atingido os 300 km/hora no circuito Paul Ricard, no sul de França, ao volante de um Lotus-Renault.

 


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español