Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Porsche 918 Spyder, acredite, vai ter recall

Compartilhe!

2014-Porsche-918-Spyder-Nurburgring-Record-Run-2-1680x1050-750x400@2x

O departamento de controle de qualidade da Porsche parece não ter descanso nos últimos tempos. Depois dos problemas com as bielas do 911 GT3, que levaram a um recall inédito na marca –com a total substituição dos motores– agora é a vez do Porsche 918 Spyder, que também não escapou de uma chamada para reparos.

Um possível defeito nos braços da suspensão traseira do Porsche 918 Spyder provocou o recall dass 45 unidades já entregues do mais recente supercarro da marca alemã. Isso podia ter se transformado num pesadelo para a marca. O problema foi identificado em 26 de junho de 2014, durante os testes do Porsche 918 Spyder no circuito de Nardo, na Itália.

Naquele circuito, onde é possível realizar testes a altas velocidades, um dos braços de suspensão traseira não aguentou as condições de “stress” mecânico impostas pela exigências da pista, levando à quebra dos tirantes de suspensão. As peças foram enviadas para a fábrica para análise afim de determinar as possíveis causas dessa preocupante falha. O problema pode resultar na perda de controle do carro, pondo assim em risco a segurança do veículo e dos seus ocupantes.

Segundo a perícia feita pela Porsche, cujo laudo foi emitido em 18 de julho, o defeito estrutural dos braços de suspensão exige a sua substituição, algo a que a Porsche rapidamente reagiu emitindo a ordem de suspensão de vendas. Os proprietários das 45 unidades do Porsche 918 Spyder já entregues, foram informados de que os modelos deverão ser levados o mais rápido possível às revendas Porsche para inspecção e substituição das peças.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español