Sinal dos tempos: Lotus quer ter sedã e SUV

Compartilhe!

images

O início dos trabalhos de um novo CEO coincidiu com a definição os novos rumos que serão tomadps pela marca britânica, conhecida pelos seus modelos esportivos, e que um dia foi comandada pelo genial Colin Chapman.

Depois de ter adquirido a Lotus em 2012, a Proton acabou de iniciar investigações sobre a gestão de Dany Bahar, que anos antes anunciara planos ambiciosos que incluíam o lançamento de vários modelos esportivos para enfrentar as principais marcas européias. Com o novo CEO, Jean-Marc Gales, que assumiu em maio último, a marca inglesa quer tentar recuperar o tempo perdido.

apx

O chefão, nascido em Luxemburgo, conta no seu currículo com a liderança da PSA entre 2009 e 2012 (quando lançou a linha DS), além de passagens pela Daimler, GM e VW. Já apresentou ao CEO da Proton, Datuk Abdul Harith Abdullah e ao responsável de operações da Lotus, Aslam Farikullah, planos para o lançamento de um SUV e um sedã, pois será difícil ambicionar algo maior no mercado com os três modelos atuais (Elise, Exige e Evora). A Lotus já apresentou no Salão de Paris de 2010 o cupê de quatro portas Eterne, e o pequeno SUV em alumínio APX Concept, mostrado no Salão de Genebra de 2006.

Entretanto, a Lotus está também testando uma versão de rua do Elise S Cup R, feita com base no modelo de competição com 217 cv, anunciado em 2013.


Compartilhe!
简体中文 简体中文 English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano 日本語 日本語 Português Português Español Español