Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Spoiler e aerofólio é tudo igual? Não…

Compartilhe!

Spoiler e aerofólio é a mesma coisa? Não, não é, e até mesmo algumas montadoras cometem esse erro vez ou outra, ao descreverem seus carros. Afinal, qual é a diferença entre um spoiler e um aerofólio (também conhecido por a asa traseira)?

Escort Cosworth: spoiler em baixo e aerofólio em cima.
Escort Cosworth: spoiler em baixo e aerofólio em cima.

A grosso modo, no spoiler o ar passar por apenas um superficie da “asa”, e no aerofólio, passsa por duas áreas. São dois elementos fundamentais para melhorar a eficácia aerodinâmica de um carro.

“Aerodinâmica? Isso é para quem não sabe fabricar motores”. Foi esta a resposta de Enzo Ferrari, fundador da marca italiana, ao piloto Paul Frère em Le Mans, após ter sido questionado sobre o desenho do para-brisas da Ferrari 250TR. É uma das frases mais célebres do mundo do automóvel, e mostra bem a importância que era dada ao desenvolvimento dos motores em detrimento da aerodinâmica. Na época, uma ciência quase desconhecida na indústria automotiva.

Spoiler (no alto) e aerofólio (acima): dá para notar a diferença de atuação no fluxo de ar.
Spoiler (no alto) e aerofólio (acima): dá para notar a diferença de atuação no fluxo de ar.

Passados 57 anos da curiosa conversa, é impensável hoje uma marca desenvolver um novo modelo sem ter especial atenção com a aerodinâmica. Seja uma picape, seja um modelo de competição. E é neste tema, que tanto o spoiler como a asa traseira (antigamente chamado de aileron) assumem uma importância no controle do arrasto aerodinâmico e/ou downforce dos modelos, influenciando diretamente o desempenho, sem falar do visual.

Ao contrário do que a maioria pensa, estes dois apêndices aerodinâmicos não têm a mesma função e buscam resultados distintos. Confira.

Spoiler

porsche

Colocado na extremidade dianteira ou traseira do carro (nesse caso na parte superior do vidro traseiro ou na tampa do porta malas, ou tampa do motor, se for o caso) o principal objetivo do spoiler é direcionar o ar para reduzir o arrasto aerodinâmico. Entende-se por arrasto aerodinâmico a resistência que o fluxo de ar impõe sobre o carro em movimento, uma camada de ar que se concentra principalmente na parte traseira do carro e que o “puxa” para trás.

Ao criar uma espécie de bolsão de ar quase estático na parte traseira do carro, o spoiler faz com que a altas velocidades o ar contorne esta área, reduzindo a eventual turbulência e o arrasto.

Nesse sentido, o spoiler permite melhorar a velocidade de ponta e reduzir o esforço do motor (e o consumo), ao fazer com que o carro passe pelo ar com mais facilidade. Embora possa ajudar ligeiramente no downforce, esse não é o objetivo do spoiler. Para isso temos a asa traseira, ou aerofólio.

Aerofólio

Honda-Civic_Type_R

Diferente do spoiler, temos a asa traseira. Enquanto o objetivo do spoiler é reduzir o arrasto aerodinâmico, a função da asa traseira é exatamente ao contrário: utilizar o fluxo de ar para criar forças descendentes sobre o carro (o downforce).

O formato do aerofólio e a sua posição mais elevada faz com que o ar tenda a passar também por baixo da peça, junto à carroceria, aumentando a pressão e ajudando dessa forma a “sentar” a traseira do veículo ao chão. Embora possa prejudicar a velocidade máxima que o carro é capaz de atingir (especialmente quando se tem um ângulo de ataque mais agressivo), a asa traseira permite melhorar a estabilidade em curva.

2015-Subaru-WRX-STI-rear-wing

Tal como o spoiler, a asa traseira pode ser construída com diversos materiais (plástico, fibra de vidro, fibra de carbono etc), mas não deve ser usada apenas por efeito estético. Se não for realmente funcional, é só um peso-morto que vai aumentar o consumo.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español