Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

SUV elétrico da Smart terá plataforma chinesa

Compartilhe!

Baseado na plataforma SEA da Geely, o primeiro SUV pequeno e elétrico da Smart -marca que desapareceu do Brasil- será desenvolvido em conjunto pela empresa chinesa e, claro, pela Mercedes-Benz.

Smart Forstars Concept

Apresentado em 2012, o Smart Forstars Concept já adiantava uma primera ideia de como poderia ser um SUV pequeno (ou crossover) da Smart.

Exclusivamente com modelos elétricos em seu portfólio e atualmente gerida pela Daimler e pela Geely, a Smart prepara-se para lançar um pequeno e inédito SUV elétrico. A confirmação foi feita por Daniel Lescow, vice-presidente de vendas em nível mundial da Smart.

Smart ForStars: um conceitual em Paris | CAR.BLOG.BR

Segundo Daniel Lescow, este SUV elétrico da Smart será “o referência na selva urbana”, com o executivo da marca afirmando: “Será excepcional, instantaneamente reconhecível como um Smart, ultramoderno, sofisticado e com avançadas soluções de conectividade”. Ainda segundo Lescow, será um caso em que “1 + 1 dá muito mais do que 2”!

Gama Smart
Ainda sem data confirmada para o lançamento, é certeza de que a linha Smart vai contar com um pequeno SUV elétrico. A questão é se algum dos modelos atuais corre riscodesaparecer.

Por enquanto, as informações sobre este SUV pequeno (que alguns catgorizam como crossover) elétrico da Smart são ainda mínimas. As únicas confirmações são o fato de que vai existir, que será desenvolvido meio a meio entre a Mercedes e a Geely e que, por isso, será baseado na nova plataforma específica para elétricos da Geely, a SEA (Sustainable Experience Architecture).

Recentemente apresentada, esta plataforma modular já é usada por modelos da Lynk&Co, e deverá servir de base ainda para um modelo pequeno da Volvo; especula-se que poderá ser um crossover elétrico posicionado abaixo do XC40.

Geely SEA plataforma
A SEA, nova plataforma para elétricos da Geely.

Desenvolvida com o intuito de alcançar as cinco estrelas nos testes de segurança, os modelos baseados nesta plataforma podem oferecer até 644 km de autonomia; ter tração dianteira, traseira ou integral, e usar até três motores elétricos e um extensor de autonomia (motor de combustão).


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español