Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Toyota lança o Mirai, seu carro movido a hidrogênio

Compartilhe!

O novo Toyota Mirai a hidrogênio acabou de ser lançado no Japão e vai chegar à Europa e Estados Unidos da América no segundo trimestre de 2015.

j i

O Toyota Mirai a hidrogênio, antes conhecido como FCV, vai ter sua comercialização iniciada no Japãoainda esta semana com preço base próximo dos US$ 65 mil, ficando para ser definido qual será o valor pedido na Europa e Estados Unidos, pois não há decisões sobre se haverá ou não incentivos fiscais para tipo de veículo.

O nome do mais recente produto da Toyota e que coloca a marca japonesa na dianteira do assunto “proteção ambiental” e nas soluções responsáveis de mobilidade, significa futuro e foi o próprio presidente da Toyota, Akyo Toyoda, quem confirmou o batismo do Mirai, num evento realizado em Tóquio.

Este automóvel reune duas décadas de pesquisa e desenvolvimento da Toyota, apresentando-se como um sedã futurista, com capacidade para quatro pessoas e sistema de alta pressão de hidrogênio (700 bar/70 MPa) colocado sob o piso. O depósito de hidrogênio alimenta uma célula de combustível que, por sua vez, gera energia para funcionar um motor elétrico de magneto permanente (que tem 136 cv) e transmite tração às rodas da frente. Como acontece nestes modelos, o escapamento emite apenas vapor de água. Segundo a Toyota, o reabastecimento total do depósito de hidrogênio consome míseros cinco minutos.

Depois de ter sido pioneira nos modelos híbridos há mais de 25 anos, a Toyota deseja, uma vez mais, ser a pioneira nesta forma de mobilidade. Segundo Akyo Toyota, “hoje estamos celebrando uma nova página na história do automóvel. Ponto de partida esse onde as pessoas vão aderir a um novo carro, amigo do ambiente e que oferece prazer de ser dirigido. Um ponto de partida onde um sedã de quatro portas pode rodar 480 km com um único tanque de hidrogênio, pode ser reabastecido em cinco minutos e emite apenas vapor de água. Um ponto de partida que representa muitos anos e incontáveis horas de trabalho da nossa equipe de engenheiros para criar um carro que vai redefinir a nossa história”.

“Todos nós na Toyota”, prossegue o CEO da marca, “acreditamos num futuro que será mais seguro, mais amigo do ambiente e mais fácil para todos. Imaginamos um mundo preenchido com veículos que consigam diminuir a nossa dependência do petróleo e reduzam as agressões ao ambiente. É um objetivo ousado, mas inspirador. E hoje, começa a ser realidade. O nosso veículo com célula de combustível funciona com hidrogênio que pode ser feito a partir de praticamente qualquer coisa, até lixo! Tem uma pilha de combustível que é capaz de gerar energia suficiente para alimentar uma casa durante uma semana”. “Este é um carro que permite desfrutar de tudo sem compromissos. Como piloto de testes do Mirai, sabia que este teria que ser divertido de dirigir e, acreditem, é mesmo! Tem um baixo centro de gravidade, que proporciona um bom comportamento. Depois de sobreviver a milhões de quilômetros de testes em pista e nos 10 anos que rodou pelas ruas em condições reais, com frio glacial e calor desértico, depois de passar por intenso e rigorosos testes de colisão e depois de um trabalho árduo com governos e pesquisadores de todo o mundo para certificar que será fácil e conveniente reabastecer o modelo, finalmente podemos o colocar nosso carro à venda”.

Para finalizar, Akyo Toyoda disse que “o nome que demos ao novo modelo é Mirai, palavra que em japonês quer dizer Futuro. Acreditamos que ao volante do Mirai conseguimos ir a locais onde nunca fomos, ajudando a manter um mundo melhor num carro que é melhor. Para nós não é somente um carro. É uma oportunidade para fazer, realmente, a diferença. E fazer a diferença é algo que a Toyota gosta e sempre fez. O futuro chegou. Chama-se Mirai”.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español