Classic Cars

Você sabia que… a igreja tirou o demônio da Dodge?

Compartilhe!

Em 1970, a Plymouth -extinta divisão da Chrysler- tinha um modelo recém-adicionado ao seu catálogo: o Plymouth Duster. Era uma espécie de versão fastback do Plymouth Valiant. Sabendo do grande sucesso desses modelos, a Dodge -outra divisão da Chrysler- ficou um pouco enciumada, pois tinha que se contentar com o Dart Swinger, o modelo original do Dodge Dart fabricado aqui no Brasil.

por Ricardo Caruso

Em 1971, o modelo equivalente ao Plymouth Duster chegou à linha Dodge: o Demon (Demônio, em inglês). Após enorme pressão de comunidades religiosas que desaprovavam totalmente o nome e a conotação diabólica do carro, a Dodge simplesmente o rebatizou de Dart Sport a partir de 1973. Imaginem se tivessem conhecido o Kia Besta…

Isso não impediu,muitos anos depois, de a Dodge repetir o nome Demon em um conceito em 2007 e depois colocar o demônio em evidência outra vez em um modelo de produção em 2018 (foto acima), com um conjunto mecânico realmente infernal debaixo da carroceria. Uma coisa é certa, o Demon recente é um modelo que vai ficar no imaginário coletivo dos admiradores de números superlativos em automóveis, com mais de 800 cv de potência máxima, e agora faz parte de uma era que já ficou para trás, vitimada pela eletrificação.


Compartilhe!
1716392974