Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

17 anos depois: Ford Puma reencarna como SUV híbrido

Compartilhe!

A Ford apresentou o novo Puma, um SUV compacto que reúne desenho atraente, a melhor capacidade de carga da categoria e tecnologia de propulsão mild-hybrid. Usa basicamente a mesma plataforma do Fiesta e Ecosport e nada tem a ver com o pequeno esportivo que produziu na Alemanha entre 1997 e 2002, que usava motores desenvolvidos pela Yamaha. Era a época do estilo “New Edge”da marca.

O novo Puma será produzido nas instalações da Ford de Craiova, na Romênia, na sequência dos investimentos de cerca de US$ 1,5 bilhões na região desde 2008. O novo Puma utiliza a arquitetura Ford para modelos do segmento B, recorrendo à distância entre-eixos e bitolas otimizadas de forma a exibir proporções SUV bastante sedutoras ao olhar –4,19 metros de comprimento, 1,54 m de altura e 1,80 m de largura– estando disponível em 10 cores diferentes.

O Puma apresenta linha de teto baixa e inclinada, criando uma silhueta forte e facilmente reconhecível, e resiste à tendência dos perfis laterais mais salientes, típicos dos SUVs e crossovers, contrapondo um desenho “anti-cunha” com uma linha de cintura mais plana, com proporções equilibradas.

A dianteira apresenta faróis em forma de “canoa”, em posição elevada nos para-lamas, enquanto os faróis de neblina, em LED, estão posicionadas logo abaixo, integradas nas entradas de ar dianteiras, cuja função é fazer passar o ar pelas rodas dianteiras para reduzir a turbulência e melhorar a aerodinâmica.

O Puma contará com duas versões: a Titanium e a ST-Line. A Titanium apresenta exclusivas rodas de liga leve de 18 polegadas na cor cinza Pearl Grey e detalhes cromados na grade, mais saias laterais e luzes de neblina. Na traseira, o difusor de ar e a proteção inferior apresentam acabamento em cinza metalizado; as molduras das janelas são em preto brilhante. No interior, o Puma Titanium tem volante com revestimento de couro, detalhes em imitação de madeira no painel e inserções em tecido nos forros das portas.

Já o Puma ST-Line, da Ford Performance, traz de série rodas de 18 polegadas, oferecendo, em opção, rodas de 19 polegadas em preto fosco e suspensão esportiva com molas e amortecedores recalibrados. Na dianteira, a grade do ST-Line apresenta detalhes em preto fosco e moldura brilhante, faróis de neblina com molduras brilhantes e, como opcional, um spoiler funcional de maiores dimensões no teto.

No interior, o Puma ST-Line possui um volante com a parte inferior plana e costuras em vermelho, igualmente disponível nos bancos parcialmente revestidos de couro (também opcionais). Os pedais em liga leve, o comando da caixa de câmbio em alumínio e o teto revestido de preto reforçam o caráter esportivo do carro.

O Puma oferece um espaço de carga e bagagem generosos, com 456 litros disponíveis, o melhor valor da categoria. Carregar o porta-malas do Puma é ainda mais fácil com a tecnologia da tampa traseiro “mãos-livres”, novidade absoluta da Ford neste segmento, em nível mundial. O sistema permite o acesso ao porta-malas espaço, mesmo com as mãos ocupadas por compras, crianças ao colo ou equipamento esportivo, bastando um simples movimento do pé sob o pára-choques traseiro.

 

 

Os clientes do novo Puma estarão entre os primeiros a beneficiar da sofisticada arquitetura mild-hybrid da Ford, concebida para proporcionar os mais baixos níveis de consumo e, ao mesmo tempo, complementar a experiência do prazer de condução Ford com desempenho mais entusiasmante e ágil.

A tecnologia EcoBoost Hybrid reforça o motor a gasolina EcoBoost de 1.0 litro do Puma com um sistema integrado motor de partida/alternador, de 11,5 kW e comandado por correia (BISG, ou belt-driven integrated starter/generator). Substituindo o alternador normalmente utilizado, o BISG permite a recuperação e armazenamento da energia geralmente perdida durante a frenagem e com o veículo em desaceleração, para carregar um conjunto de baterias de de lítio refrigeradas a ar de 48 volts.

O BISG também atua como um motor, integrado eficazmente com o motor de três cilindros, de baixo atrito, e usando a energia armazenada para reforçar o torque durante a condução normal e aceleração, bem como para fazer funcionar os acessórios elétricos do veículo.

Proposto nas versões de 125 e 155 cv, o sistema mild-hybrid inteligente e auto-regulado monitora continuamente a forma como o veículo está sendo utilizado, para determinar quando e com que intensidade deve carregar a bateria, para um benefício otimizado, e ainda quando utilizar a carga armazenada na bateria.

Os clientes dispõem de uma ampla gama de sofisticadas motorizações Ford a gasolina (EcoBoost) e Diesel (EcoBlue), conjugadas com o sistema Auto Start/Stop (de série), que reduz ainda mais os custos de utilização, e com transmissão manual de seis velocidades.

O motor EcoBoost 1.0 de 125 cv do Puma terá consumo de combustível de 17, 2 km/litro. Uma versão Diesel com transmissão automática de sete marchas e dupla embreagem chegará mais tarde à linha.

Ambas as motorizações 1.0 EcoBoost e EcoBoost Hybrid terão também o sistema de desativação de cilindros da Ford, o primeiro em nível mundial em motores de três cilindros, que desativa automaticamente um dos cilindros quando não é necessária a utilização de toda a capacidade do motor, como acontece em velocidade de cruzeiro ou em desaceleração. O sistema consegue desativar ou reativar um cilindro em apenas 14 milésimos de segundo.

Em termos de sistema de segurança, o Puma utiliza 12 sensores ultrassônicos, três radares e duas câmeras posicionadas em redor do carro, que oferecem um conjunto de tecnologias Ford Co-Pilot360 que reforçam a proteção, a condução e o estacionamento, tendo sido concebidas para tornar a experiência ao volante mais confortável, menos exigente e mais segura.

Destaque também para o Cruise Control Adaptativo (ACC) com Stop & Go, o Reconhecimento de Sinais de Velocidade, a Centragem na Faixa, a nova funcionalidade de Informação de Perigo Local (que informa o motorista de situação de perigo na via em que se encontra, mesmo que o incidente não esteja visível devido a uma curva ou a outros veículos), o Assistente de Pré-Colisão com Detecção de Pedestres e a tecnologia Frenagem Pós-Colisão.

No interior, teto solar panorâmico, central multimídia Sync com tela de 8 polegadas, conectividade com Android Auto e Apple CarPlay, sistema de som Bang&Olufsen de 575 watts e 10 alto-falantes e novo painel de instrumentos digital de 12,3 polegadas, totalmente configurável. Referência ainda para a tecnologia de modem integrado FordPass Connect, que torna o Puma num roteador WiFi móvel com capacidade para conectar até 10 dispositivos.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español