Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

ASTON MARTIN MUDOU DE DONO

Compartilhe!

A Aston Martin tem novo dono. O contrato de aquisição de majoritários 37,5% da empresa foi assinado pela Investindustrial, fundo de investimento privado italiano, que desembolsou cerca de US$ 245 milhões. Ficou ainda confirmado o financiamento de um plano de investimento próximo dos US$ 130 milhões.

Durante muito tempo a indiana Mahindra esteve em posição controladora no negócio, oferecendo significativa injeção de capital na Aston Martin, bem acima do que a Investindustrial oferece. Porém, foi a proposta dos italianos (empresa detida pela família Bonomi) que recebeu sinal verde,  isto depois de o fundo ter vendido a Ducati para a Audi por US$ 1,1 bilhão.

As ligações da Investindustrial com a AMG e um suposto acordo tecnológico com a Mercedes-Benz não entraram na negociação e sequer essa hipótese foi apresentada, pois a Aston Martin, liderada por Ulrich Bez, tem ligações antigas com a Ford e a Toyota, por exemplo. Porém, essas ligações não devem acabar, pois o grupo italiano está bem relacionado com o universo industrial ligado ao automóvel.

Com este acordo, a Investindutrial passa a estar ao lado do outro acionista de peso,o fundo de investimentos Investment Dar, e de pequenos acionistas, como Ulrich Bez e David Richards. O fundo italiano ficará com quatro dos nove postos na direção da empresa.

David Richards, presidente da Aston Martin, explicou que está “felicíssimo com a decisão da Investindustrial em ser um dos parceiros da Aston Martin. Com o apoio da Investment Dar, fizemos progressos cruciais nos últimos cinco anos, lançando as bases para o sucesso de um dos melhores construtores de carros Premium. Este investimento reflete e sustenta a posição única da Aston Martin na indústria automobilística. Com esta parceria e o compromisso de envolvimento da Investment Dar, estamos ansiosos para trabalhar com os nossos parceiros para materializar a nossa visão de futuro e concretizar os nossos planos”.

Do lado da Investindustrial, Andrea Bonomi afirmou que “estamos ansiosos para trabalhar com os nossos novos parceiros, para conseguir alcançar uma transformação e rejuvenescimento ao nível daquilo que fizemos na Ducati, alargando a linha e fortalecendo a rede de concessionários em todo o mundo”.

A Aston Martin produz os seus carros na fábrica de Gaydon, Warwickshire, que era o coração da então florescente indústria automobilística britânica, no começo do século passado, tendo mantido a sua identidade apesar de já ter passado pelo controle da Ford. Nos últimos tempos, a queda nas vendas criou sérios problemas, que forçaram à reorganização e corte nos custos, insuficiente para gerar recursos suficiente para pesquisa e desenvolvimento.

Os últimos números mostram que a Aston Martin vendeu 2340 unidades até final de setembro, uma queda de 19% em relação a 2011. A marca foi comprada da Ford pelaInvestiment Dar (do Kuwait) e pelo fundo Adeem Investment (também do Kuwait) em 2007, pelo preço de US$ 777 milhões.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español