Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

CRISE CANCELA O ESPORTIVO JAGUAR C-X75

Compartilhe!

A crise econômica mundial continua fazendo vítimas, e agora inviabilizou o nascimento do Jaguar C-X75, o superesportivo de quatro cilindros e dois motores elétricos que a Jaguar planejava colocar no mercado. Adrian Hallmark, diretor-geral da marca, afirmou que esperava que o mercado tivesse retomado o ritmo normal para lançar o carro. E mesmo que o construtor tenha capacidade de levar adiante o superhíbrido, Hallmark diz que essa não é uma prioridade da marca, dadas as circunstâncias difíceis, em especial quando olhamos para o meio ambiente e para as questões de austeridade. “Trazer para o mercado um supercarro de valor em torn o de R$ 3 mlhões não me parece correto”, afirmou Hallmark.

O C-X75 tem 17 radiadores, área total de admissão de 1,5 m2, motor 1.6 de quatro cilindros e dois motores elétricos, que totalizam cerca de 900 cv de potência e 90 mkgf de torque. Com estes valores, o Jaguar conseguiria aceleração de zero a 100 km/h em 2,8 segundos, números que, conforme destaca o responsável da marca, tornarim o C-X75 “mais rápido que um Veyron mas menos poluente que um Toyota Prius”. Seria, mas não vai ser…

Ainda assim, o trabalho colocado neste superesportivo não terá sido em vão, uma vez que a marca admite ter aprendido bastante com este projeto e poderá utilizar as tecnologias do C-X75 em futuros modelos.


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *