Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Dieselgate: Chrysler e Mitsubishi usaram o motor VW 2.0 diesel

Compartilhe!

O Dieselgate começa a espalhar sua maldição em outras direções: podem existir mais marcas e modelos, além das que fazem parte do Grupo Volkswagen, afetados pela questão da fraude no software utilizado nos motores a diesel EA 189 fornecidos pela VW.

imagesQD85P6S9

Como é comum acontecer na indústria automotiva, numa estratégia de redução de custos, marcas como a Chrysler e a Mitsubishi compraram motores diesel da Vokswagen para equipar modelos próprios, destinados principalmente ao mercado europeu.

No primeiro caso, o Chrysler Sebring e o Jeep Compass, por exemplo, usam o motor VW, enquanto a marca japonesa também utilizou o motor 2.0 TDI de 140 cv para equipar o Grandis, o SUV Outlander e o Mitsubishi Lancer.

Isso ainda não significa que os motores fornecidos pela Volkswagen a estas marcas possam usar o software que frauda o valor das emissões em testes de laboratório, mas serão também investigadas.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español