Ultima Hora

Elétricos: parceria GM-Honda durou pouco

Compartilhe!

O acordo de cooperação estabelecido entre a Honda e a General Motors para o desenvolvimento e produção de uma série de modelos elétricos acessíveis, em estilo SUV, não existe mais: chegou ao fim após pouco mais de um ano de duração.

por Marcos Cesar Silva

Durou pouco a parceria entre a Honda e a GM para o desenvolvimento conjunto de SUVs elétricos, de preços acessíveis. Os novos Honda Prologue e Acura ZDX foram os únicos resultados práticos deste trabalho conjunto, que previa a criação de uma plataforma global para a novos modelos eletrificados. O acordo foi anunciado publicamente com grande expectativa em abril de 2022, então com a previsão de investimento na ordem dos US$ 5 bilhões entre as duas partes.

Agora, as duas marcas anunciaram que o projeto foi cancelado por decisão mútua e que ambas continuam empenhadas na eletrificação de suas linhas, mas pelos seus próprios meios. A parceria será mantida em outras áreas tecnológicas, como veículos autônomos para transporte dentro das grandes cidades, ou no desenvolvimento de tecnologias de baterias e de condução autônoma.

Honda Prologue, com plataforma Ultium da GM.

De acordo com a imprensa internacional, a mudança de planos deve ter origem no aumento substancial de custos por parte da GM com a greve recente dos sindicatos de trabalhadores da indústria automotiva nos Estados Unidos.

O Honda Prologue e o Acura ZDX serão assim os únicos automóveis elétricos produzidos com base na plataforma Ultium da General Motors, e serão colocados à venda em breve nos Estados Unidos da América e Canadá, mas sem atingirem o objetivo de acessibilidade em termos de preço; o ZDX, por exemplo, terá preço em torno dos US$ 60.000.


Compartilhe!
1713631570